Cruz de Cristo: sinal de nossa salvação!

Trazemos aqui alguns trechos da segunda parte do capítulo, cujo título é “Uma grande cruz”, do livro “Rastros de Deus”, onde padre Léo faz uma belíssima reflexão sobre o real significado da cruz de Cristo.


O caminho para o Reino eterno foi marcado pelo sangue de Jesus na cruz.
"Na cruz sua missão se realiza plenamente. Derramando seu precioso sangue, Cristo redime a humanidade e cria um novo e permanente laço entre o céu e a terra, um laço que jamais será quebrado".

Contemplando a cruz, padre Léo observou: Na haste vertical da cruz estão: DEUS acima e EU abaixo. E na horizontal estão os HOMENS.  
"Observando a colocação e o posicionamento dos três nomes nessa cruz, descobriremos que existe entre EU e DEUS a presença dos HOMENS. Isto quer dizer exatamente que não podemos chegar a Deus se não passarmos pelos homens... Portanto, ninguém poderá saborear Deus se não se abrir para uma profunda e verdadeira experiência de ver os outros homens e como irmãos e viver como irmão deles. Mas não é fácil amar verdadeiramente os outros, porque isso implica, muitas vezes, um esquecimento de si mesmo. É isso que Jesus nos ensina quando diz que devemos renegar a nós mesmos. Porque tudo aquilo que nos afasta dos homens nos afasta também de Deus... No momento em que percebermos nos homens os nossos verdadeiros irmãos já estaremos bem próximos de Deus".

A cruz de Cristo seja exaltada, pois Ele próprio diz: “Quando eu for exaltado, atrairei todos a mim” (cf. Jo12,32). 
"O homem que, pelo pecado, se afasta de Deus, pela Cruz de Cristo é novamente atraído para Deus, porque o amor de Deus, concretizado e personificado em Jesus, foi e é maior do qualquer atitude humana".

Padre Léo cita a primeira carta de São João (4, 8-16). O verdadeiro amor, de caridade desinteressada não pode proceder senão de Deus. 
"Deus é de fato Amor, um amor puro e verdadeiro, um amor que transforma o homem pecador em filho amado... Jesus se oferece como único sacrifício de redenção da humanidade. Submete-se por amor à vontade do Pai... Tudo estava consumado, e o mundo redimido..."


A experiência da cruz em nossa vida vai nos levar a alcançarmos a salvação, naquele dia, diante do Juiz, em que a nossa sorte será decidida por toda a eternidade. 
"Os homens mataram Jesus e nós continuamos crucificando-o com o nosso egoísmo, com nossa ganância... Jesus morreu pelos nossos pecados, mas ainda não compreendemos a dimensão salvífica deste ato, porque ainda não fizemos da nossa vida uma verdadeira experiência de sua cruz..."

A cruz de Cristo, o seu sangue derramado sobre nós, é garantia segura de que não seremos condenados mas salvos e acolhidos no Reino Celestial.
"Cristo não permaneceu na Cruz, passou por ela, mas chegou ao Reino eterno dos vivos, ao Lar celeste do Pai... O fim é a ressurreição, a plenitude de Deus em nós, e através de nós".



Compartilhe:

Seja feita a vossa vontade...

“Sua vontade deve ser concretizada, porque sua vontade é a felicidade total para o ser humano que Ele tanto ama” ( Padre Léo- reflexão da oração do Pai Nosso)

Nem sempre a vontade do Senhor vai de encontro à nossa, mas quando isso acontece, é que Deus tem um propósito infinitamente maior para a nossa vida.
Nosso Deus é poderoso para transformar qualquer situação.

O poder de Deus acontece em nossas vidas quando cremos na força da oração de intercessão. 
A vida de Louise Bonfim, da cidade de Pindamonhangaba- SP, é sustentada pela fé em Deus, pois ela não poderia engravidar, em razão de uma enfermidade. Com a intercessão do padre Léo alcançou essa graça (Postagem do blog: Léo Tarcísio é o seu nome).

O Senhor faz a obra completa: nasceu o seu filho, a quem deu o nome de Léo Tarcísio. 
Voltando um pouco no tempo:
Pela fé nós esperamos que Deus faça aquilo que desejamos. “Eu queria muito ter um parto normal e sempre pedia as pessoas que rezassem por mim. Dia 04.03, às18h, sinto uma fisgada por baixo e estoura minha bolsa.
Fiz minhas orações e pedi ao padre Léo que intercedesse por mim e pelo meu filho Léo Tarcísio. Pedi que o Léo viesse ao mundo sem nenhuma deficiência física, espiritual e mental. E sempre pedindo parto normal.
Dei entrada na Santa Casa no dia 04.03, às 19h, com 1cm de dilatação”.

Amanheceu o dia e continuava em seu coração o desejo do parto normal.
“6:30h da manhã seguinte ainda com 1 cm de dilatação me colocaram um comprimido por baixo para ajudar a dilatar. 8h da manhã, nada feito, apenas um dedo de dilatação”.

Mas também em seu coração cabia esperar humildemente que as coisas acontecessem segundo a vontade de Deus.
“O médico Dr. José Geraldo, com uma atenção enorme, me disse:
- Olha, você está aqui desde as 19h de ontem, não acho certo isso. Forçar uma dilatação pode ser ruim pra você mais pra frente.
Só disse pra ele:
- Doutor, o que o senhor quiser fazer eu aceito, faço tudo pelo meu filho.
Ele na mesma hora disse que íamos pra cesárea. Entramos na sala de cirurgia.
Pedi de novo ao padre Léo que tomasse conta de tudo pra mim”.

O amor de Deus é infinitamente maior.
“Meu filho Léo Tarcísio Bonfim Nogueira veio ao mundo no dia 05.03.2019, às 10h40min da manhã.


Aí vem o poder de nosso Deus. o doutor me disse:
- Deus escreve certo por linhas tortas. Eu retirei seu filho e com ele quatro miomas. Se você tivesse feito o parto normal, você não saberia que tinha os miomas.
Eu agradeço ao padre Léo por sempre me surpreender!”

Não temos dúvida de que através da intercessão do padre Léo junto a Deus, as pessoas já alcançaram, estão alcançando e alcançarão muitas graças.  
“Não a minha, mas a Tua vontade seja feita” (Lc 22,42).



Compartilhe:

Carroça vazia - Histórias do padre Léo

Sentados à beira da estrada, um homem e seu filho esperavam uma carona para ir até a cidade. Depois de uma longa hora de espera o pai, todo feliz, disse ao filho que podia se preparar para a viagem, pois estava vindo uma carroça e, com certeza, o dono lhes daria carona.

- Pai, o senhor não está vendo a carroça. Pode ser que esteja cheia e não tenha como o dono nos levar juntos.

- Fique tranquilo, meu filho. A carroça está vazia. Basta você escutar p barulho que está fazendo. Quanto mais vazia, mais barulho a carroça faz.

Tal como as carroças, são as pessoas!

Trecho do livro: A cura do ressentimento
Compartilhe:

Assista a pregação "Discernir pelo primeiro amor", de Padre Léo


Assista, na íntegra, a pregação "Discernir pelo primeiro amor", ministrada pelo Padre Léo.


Compartilhe:

Não espere recompensa e aplausos!

Um pequeno trecho do vídeo da pregação de padre Léo, Deixe vir à tona o seu melhor, do Acampamento de Cura Interior, em 18.09.2005, em que ele nos exorta a não esperar recompensa e aplausos do mundo. É nessa pregação que padre Léo nos conta a divertida história do primeiro voo do mosquitinho Juninho. 




Para refletir, uma pequena transcrição: 

“Triste de quem faz as coisas esperando aplauso... Esperando recompensa. Porque o dia que vier a recompensa, como você esperou sempre mais...”

“Você não tem que se colocar nem acima e nem abaixo de ninguém. Você não tem que se comparar com ninguém, porque a Ciência garante e a Bíblia também que você é único. Você não tem que tentar ser melhor, porque você não é pior do que ninguém.”
Compartilhe:

Livro de Padre Lúcio Tardivo será lançado no Encontro na Trilha da Cura

No Encontro Na Trilha da Cura, evento anual que acontecerá de 22 a 24 de março na Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista-SP, a Comunidade Bethânia preparou um presente especial para todos nós: o lançamento do livro Reconquistando o sentido da vida, de autoria do Padre Lúcio Tardivo, bth, sacerdote da Comunidade.


Esse momento acontecerá no dia 23.03 e a obra é inspirada nos ensinamentos deixados pelo Padre Léo, fundador da Comunidade Bethânia.

Detalhes que encontramos no site da Comunidade Bethânia em relação ao livro:

O livro, produzido pela editora da Canção Nova, perpassará por temas relacionados a linguagem do amor, da esperança, da crença e da virtude, da luta e dos sacrifícios. Toda abordagem desta obra está fundamentada no Evangelho, que apresenta como modelo a pessoa de Jesus Cristo.

Esta leitura tem o objetivo de auxiliar as pessoas a reconquistarem o sentido de sua vida perdido pelo sofrimento. 

“O livro pretende ser um instrumento de esperança nas mãos daqueles que buscam autoconhecimento ou passam por dificuldades na vida psíquica e espiritual”, afirma Padre Lúcio, bth. 

Já estamos em contagem regressiva pelo lançamento de mais um livro iluminado pelos rastros de Deus deixados por padre Léo e escrito por um sacerdote que gasta sua vida em prol dessa obra de Deus. 
Compartilhe:

Arquivo do blog

Postagem em destaque

Cruz de Cristo: sinal de nossa salvação!

Trazemos aqui alguns trechos da segunda parte do capítulo, cujo título é “Uma grande cruz” , do livro “Rastros de Deus”, onde padre Léo faz...