Pregações do Padre Léo

O Blog disponibiliza pregações do Padre Léo em áudio e vídeo. Clique aqui.

Promoções e sorteios

Há mais de três anos o Blog Padre Léo Eterno busca evangelizar doando prêmios relacionados ao Padre Léo Para um de seus leitores a cada mês. Confira resultados e a promoção mais recente.

Acompanhe o blog nas redes sociais

Sabia que muita coisa que não aparece aqui no blog está nos perfis que mantemos no Facebbok, Instagram e também no Twitter? Siga e curta!.

Textos para reflexão

O blog reserva espaço a reflexão através de trechos de livros e pregações do Padre Léo e do que mais Deus nos inspirar. Boa leitura!.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Ou santos ou nada!

“A exemplo da santidade daquele que vos chamou, sede também vós santos em todas as vossas ações, pois está escrito: ‘Sede santos, porque eu sou santo’” (I Pe 1,15-16).

A nossa primeira vocação é sermos santos, porque Deus é santo e devemos assumir as qualidades de Deus. Ser santo é fazer a vontade do Senhor em nossas  vidas. É o Espírito Santo que realiza em nós a santificação. Diante das circunstâncias da vida, seremos santos ou não, depende de nos abrirmos à ação do Espírito Santo. Ao decidirmos fazer a vontade do Senhor, Ele nos dará a graça, a capacidade, as ferramentas para realizarmos a sua obra.
A vocação no sentido de missão se realiza sempre em construir algo, de acordo com a vontade de Deus. Assim aconteceu com padre Léo que inspirado pelo Espírito Santo foi chamado a ressuscitar muitos Lázaros, através da Comunidade Bethânia.   
Monsenhor Jonas Abib (blog CN), nos fala de Padre Léo, o padre do Coração de Jesus. Seu testemunho nos emociona e nos faz acreditar que seja qual for nossa vocação, Deus quer que vivamos em santidade.


Ele viu tantos “Cains” matando seus irmãos por meio da droga, da bebida, de uma vida prostituída. Quantos vivendo como mortos-vivos! Foi justamente dedicando-se a esses jovens, adultos e até mesmo famílias, que ele realizou uma verdadeira Bethânia. Não apenas de nome, mas onde havia sempre um “Lázaro” que precisava ser ressuscitado.

Ele não gostava, de maneira nenhuma, que se dissesse que era casa de recuperação. Era uma família, a família Bethânia, onde todos naturalmente foram chamando padre Léo de pai, e o tratavam como tal. Quis assim dedicar-se totalmente àqueles que estavam sendo mortos, tornando seu amor concreto, e não apenas teoria.

Ao mesmo tempo, ele tinha um ardor apostólico evangelizador fora do comum. Ele se sentia impelido a andar pelo Brasil pregando, evangelizando. Sua vocação “redespertou-se” quando conheceu a Renovação Carismática e a Canção Nova. Rapidamente, aproximou-se da Comunidade e nós dele. 

Padre Léo era incansável. Todos os que eram próximos a ele, a família dele, nós também, dizíamos: ‘Você precisa se poupar, ir mais devagar’, mas ele, com aquele sorriso meio gozador, dizia: ‘Eu não fui feito para isso. A minha missão não é essa. Eu preciso viver Bethânia. Eu preciso trabalhar na ressurreição de muitos Lázaros’.

Digo para Bethânia e para a Canção Nova, diante da vida dele, do estilo de vida que viveu, nós não temos o direito de viver de outra maneira a não ser ‘ou santos ou nada!’”

Enfrentamos desafios constantes, mas a vida está aí para aprendermos a ‘ser santos’. O dom da santidade é oferecido a cada batizado. Portanto, não há outro caminho: ou assumimos a santidade ou seremos nada. Deus espera nossa decisão.





terça-feira, 15 de agosto de 2017

A confiança em Deus

"O que é confiança? É entrega! Confiar é fiar. É dar fé. É acreditar. É fazer o que o outro manda. 'Faz isso que dá certo!', e você acredita! O fiador... A gente acredita num fiador! Aliás, um fiador dança muitas vezes por isso! Ele vai lá, o cara se fia nele, e ele acaba se enfiando buraco abaixo. Não é assim? É. Porque se você não pagar, quem tem que pagar? O fiador. 




Pois, olha, Jesus falou que o Pai ama tanto a mim e a você que pôs o Espírito Santo de fiador. O nosso primeiro fiador foi Jesus! Por isso que Ele tinha que ser filho de Maria, a mulher da confiança, da entrega absoluta."

Padre Léo

Trecho da pregação Confiar em Deus

Para adquirir essa e outras pregações, livros e homilias de padre Léo, além de produtos da Comunidade Bethânia, clique aqui.

sábado, 12 de agosto de 2017

Rezando com padre Léo - Trecho da oração final da pregação "A coragem é a força do coração"

"Derrama no meu coração, Pai santo, Pai querido, Pai amado, em nome de Jesus, a força do  Espírito Santo! Espírito de ciência e de fortaleza! Espírito de sabedoria e de coragem! Espírito de temor do Senhor! 




Invista em meu coração agora, ó Pai, com a coragem do Espírito Santo! A coragem intrépida, desassombrosa, que levou os apóstolos a anunciarem com poder o nome de seu filho Jesus. A ressurreição de Jesus! Hoje, também, Pai, eu suplico esse mesmo Espírito Santo. O desassombro desse Espírito Santo para anunciar o poder da ressurreição de Jesus na vida desse menino e dessa menina. O poder de Cristo Ressuscitado na vida desse jovem. O poder do Cristo Ressuscitado na vida desse senhor. O poder do Cristo Ressuscitado na vida desse idoso e dessa idosa. Hoje eu peço, Pai, que de fato esse PHN aconteça e se realize nesse coração e nessa vida..."

Padre Léo

Trecho da pregação A coragem é a força do coração

Para adquirir essa e outras pregações, livros e homilias de padre Léo, além de produtos da Comunidade Bethânia, clique aqui

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Corpos incorruptos


"Vocês sabiam que há mais ou menos dois mil casos de corpos incorruptos no mundo? Corpos que não se estragaram, feito o do papa João XXIII, de Santa Clara, de Santa Rita de Cássia, São Pio (X ou V, um dos dois). Corpos que não se corromperam. Há mais ou menos dois mil no mundo. 




Vocês sabiam que esse milagre (confirmado no mundo da ciência) só se reproduz com pessoas católicas? Não há nenhum caso de um muçulmano ou evangélico que tenha seu corpo incorrupto. Por que será? Coincidência? Santa Clara tem oitocentos anos que o corpo dela está lá. Coincidência? Ou será que tem a ver com a Eucaristia?"

Padre Léo

Trecho da pregação Saborear o amor 

Para adquirir essa e outras pregações, livros e homilias de padre Léo, além de produtos da Comunidade Bethânia, clique aqui

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

A importância do sacramento da reconciliação

O grande segredo para ser felizes está em não ter medo de confiar toda a nossa vida, especialmente as experiências negativas, às mãos de Jesus Cristo. É nesse sentido que Jesus nos quis deixar o sacramento da reconciliação. Pena que hoje em dia a grande maioria das pessoas não tenha mais coragem de se aproximar dele. Sei que muitas vezes o problema está até mesmo na falta de tempo dos sacerdotes. Mas se realmente desejamos algo, e o julgamos importante em nossa vida, daremos um jeito de achar um tempo para esse momento de cura e libertação. 




Graças a Deus, viajando por todo o Brasil, cada vez mais os sacerdotes preocupados em reservar um tempo especial em sua agenda semanal para atender as pessoas em confissão. É muito difícil encontrar uma paróquia que não tenha previsto em seu expediente semanal horários variados para atender as pessoas em confissão. É muito difícil encontrar uma paróquia que não tenha previsto em seu expediente semanal horários variados para atender as pessoas. Então não é desculpa dizer que os padres não têm tempo. Apesar de sobrecarregados, sei que a grande maioria deles encontra tempo para atender as pessoas. Graças a Deus! Basta um telefonema ou mesmo uma visita para conferir o expediente paroquial e descobrir os melhores horários para uma boa confissão.




Muitas vezes também somos tentados a não buscar esse remédio com a desculpa de que o padre é mais pecador do que nós. Isso pode até ser verdade. Mas aí o problema é do padre diante de Deus e não nosso. Se fazemos bem a nossa parte, com certeza Deus sempre fara bem a dele.

Padre Léo

Trecho do livro Cure seu coração!