quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Fotomontagens - Padre Léo amava os cachorrinhos

Sobre esses animais e sua conhecida fidelidade, padre Léo disse em sua pregação ROTEIRO DE CURA INTERIOR, de 11/11/2001: 

"O cachorro não te abandona. Você é rico, você é pobre, o cachorro tá lá. Um dia, vindo para fazer a Tenda, peguei um táxi do aeroporto. Chovendo, estou ali lendo o jornal, de repente, não sei por que, o trânsito parado, eu levanto a cabeça e olho lá: embaixo de um viaduto em São Paulo tinha um homem deitado, sujo, e um cachorrinho assim daqueles vira-latas em pezinho do lado dele. E eu comecei a pensar: Ô, meu Deus, que maravilha! O cachoro tá dizendo pra ele: 'Deus te ama'. O cachorro tá dizendo pra ele: 'Não importa se você foi rico, se você foi pobre, se você foi honrado, se você foi desonrado'. O cachorro tá dizendo pra você: 'Eu estou com você, nem que você me dê só osso, eu estou com você'. O cachorro é um sinal do próprio Deus para nós!

A gente só dá resto pra Deus, só dá o que não presta pra Deus, e Ele tá 'latindo' dia e noite: 'Eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo!', e às vezes a gente ainda reclama, como uma ovelha que não enxerga 10 palmos na frente, porque acha que Ele cortou o pelo da outra mais bonito." 

Após dizer isso, padre Léo canta "Alô, meu Deus" e faz uma linda oração de cura interior.




3 comentários:

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!