quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Coração puro



Irmãos, venho partilhar algo que há muito está em meu coração. Esta postagem surgiu de uma das várias reflexões que fiz ao longo da leitura do livro Cura interior, de Pe. Léo, scj. Esse livro dispensa comentários, dele poderão ser criadas inúmeras postagens e montagens. 

Como podemos servir a Deus se temos o coração ferido e machucado? Como podemos amar se nosso coração está  cheio de ressentimentos? Como podemos ter uma vida plena e em abundância se não nos libertamos do passado? Como podemos tomar posse do Céu que Jesus nos prometeu se, por mais que nos esforcemos, esse Céu não acontece? É culpa de Cristo? Ele mentiu ao nos prometer isso? Lógico que não.

A resposta é bem simples, clara e nosso querido padre Léo foi enfático: 

"A culpa está em nós que não temos um coração curado."

Fiquei pensando nisso por vários dias, saboreando essa reflexão... Tão importante quanto servirmos a Deus e amá-lo, é primeiramente buscarmos um coração curado, lavado e restaurado.

“A raiz de todos os pecados está no coração do homem, já que 'onde está o teu tesouro, aí estará teu coração' (Mt 6, 21). Assim, é o coração ferido e machucado que precisa ser curado. Não adianta a gente ficar brigando contra os próprios pecados. É preciso ir à fonte, à causa, ao seu alojamento principal." Pe Léo, scj – Segredos para cura interior.

Muitas vezes, na minha vida, tentei ser alguém melhor, e quanto mais ralava, mais a minha vida andava para trás. Eu culpava a vida, as circunstâncias, as pessoas, e projetava nelas a responsabilidade pelos meus insucessos. Minha vida só começou a mudar quando de fato eu percebi que o erro estava em mim, em meu coração, em minha mente.

Padre Léo "é" uma das pessoas mais responsáveis pelas curas que eu consegui alcançar. Através dele eu comecei a fazer um treinamento, um exercício de autoamor, automotivação, autoperdão, e de fato começei a rezar e buscar minha cura interior.

Foi difícil? Sim. Mas ao longo do tempo percebi que não iria conseguir mudar do dia para a noite e fiz um acordo comigo mesmo de ir devagar. Aprendi a respeitar minhas limitações, meu tempo. E aos poucos fui derrubando as barreiras do meu coração.

Padre Léo sempre nos disse que precisamos rezar com nossas vidas, com os fatos de nossa história, tristezas, insucessos, ressentimentos. Quanto mais fortes eles forem, maior deve ser nossa oração.

Vocês podem estar se perguntando: Jonathan, onde entra aí o coração puro? Eu gostaria de responder com uma pequena citação do livro do padre Léo:

  “O coração humano converte-se olhando para aquele que foi traspassado por nossos pecados. Jesus conheceu-nos e amou-nos a todos durante a sua Vida, sua Agonia e Paixão e entregou-se por cada um de nós: O Filho de Deus amou-me e entregou-se por mim (Gl 2,20). Amou-nos a todos com um coração humano. Por essa razão, o Sagrado Coração de Jesus, traspassado por nossos pecados e para nossa salvação, é considerado o principal Redentor, ama ininterruptamente o Pai Eterno e todos os homens.”

Meus irmãos, nós só teremos a capacidade de curar nosso coração a medida em que nós buscarmos olhar para Cristo. Só buscando se assemelhar ao coração de Cristo é que teremos a capacidade de termos um coração puro. Lembrando que padre Léo falava que o milagre só acontece com a participação humana. Deus sempre se faz precisar de nós para a salvação acontecer. 

Deus compreende nosso coração e precisa dele curado para usá-lo como canal para amar seus filhos. Portanto, cure suas feridas, busque um coração puro. Lute!

Não existe ressentimento, mágoa, problema ou dificuldade que prevaleça sobre a vontade de Deus. Pe. Léo nos lembra: 

"A graça de Deus é infinitamente maior que nossos pecados e limitações."

Se vocês não souberem por onde começar, lhes dou uma dica: abram o Salmo 51, leiam com  coração aberto e comecem a rezar.  Falem para Deus o que está em seus corações. Abram o coração para Deus sem receios. Peçam a cura do coração. Peçam a Cristo que lhes dê a graça de ter um coração semelhante ao dele: puro e santo. 

Um imenso abraço! Estou intercedendo por vocês. Muito obrigado por caminhar conosco nessa caminhada rumo ao Céu!


Jonathan Melo 18.02.2010

3 comentários:

  1. Meu amigo não se preocupe com o tamanho do texto que vc escreveu, o que importa é que foi do fundo do seu coração.
    Há nele a mais pura verdade para uma cura interior.
    Um grande abraço meu irmão em Cristo Jesus.
    Sabia que Jesus te ama e eu tbm.

    ResponderExcluir
  2. eh meu amigo...estou na caminhada..se eu não ouvir pe.léo todos os dias e não invocar o divino espirito santo em meu auxilio, estou frita!!!
    veja , eu perdi meu filho para o pai na justiça, uma hora eu perdoa outra me revolto, outra tenh odio e por ai vai...ele tentou tirar meu filho desde qu ele tinha 3 anos e agora com 10 ele conseguiu lhe oferecendo bens materias e pelo ciume que meu menino tinha pela sua irmã ele escolheu o pai...e no processo ocorreram muitas injustiças como sempre ocorre com aqueles que não podem pagar bons advogados.como eu havia entregue o problem apra jesus , deixei pra lá, mas eu sei que o coração do meu filho está doente...como poderei agir, estou cansada, fazem 7 anos de luta...fui no acampamento de carnaval este ano e voltei brilhando, agora me deixo volta e meia me levar pela dor...acordo de mau-humor e externo a revolta...não posso simplismente apagar isso de mim..vc diz que temos que ter o coração de cristo, mas cristo era deus, não sou deus!!!!ele veio como homem, mas era deus e nós somos um bocado de bosta como dizia pe.léo, então como podemos nos assemelhar a deus? essa capacidade de amar incondicional era propria de deus, por isso estamos abaixo dele e o adoramos por isso.muitas vezes pe.léo ficava estressado e externava isso, mas como estava no meio de tantas pessoa boas voltadas para deus achava aconchego, eu não, eu moro em um lugar one impera a assembleia de deus radical e a universal, os meus vizinhos pararam de falar comigo por que ouviram as palestras de pe.léo, eu não tô nem ai, mas foi um vizinho que lligou pro conselho tutelar quando meu filho chorou e levaram meu filho que sempre sofreu com os problemas familiares...só eu sei o que passo , não é fácil não.mas só alivio meu coração quando ouço pe.léo ou jonas abib com tanta ternura....abçs
    raquel-rj

    ResponderExcluir
  3. Querida Maria Raquel, muito obrigado pelo desabafo, pelo testemunho, pela sinceridade... é até dificil dizer algo diante de tanta profundidade, mas vou tentar.

    De fato não faço a mínima idéia do que você passou, e passa, e muito mais, do que "sentiu". Mas, Deus é Deus, e por tanto amor se fez humano, pois Ele nao queria assistir tudo de lá de cima, pelo contrário, Ele queria caminhar junto conosco. Jesus em plena dor na cruz rezou ao Pai para que perdoasse justamente aqueles que o colocaram lá. Maria permaneceu EM PÉ diante de seu Filho crucificado, jamais conseguiremos "sentir" tamanha dor.

    Achou isso filosofia ou algo irreal para nossa realidade? Vamos lá...

    Padre Léo, em plena dor, chorando de dor no ouvido, e o Dr. Roque queria levá-lo a sessão de acupuntura pra alivar a dor e olha que resposta sábia: "Meu irmão eu lhe agradeço mas o senhor sabe que a acupuntura fere os princípios cristãos, então deixe eu aqui mesmo com minha dor." E o Dr Roque partilha que em todo o tratamento nunca ouviu o padre Léo reclamar, o viu sofrer, chorar, mas nunca reclamou do câncer. E até mais, em plena dor com o câncer o que foi que Deus suscitou ao coração dele e ele imediatamente atendeu: "Ai de mim se não evangelizar".

    Ou seja, tudo aquilo que Deus nos ensinou e Jesus o fez em vida, é porque temos plenas condiçoes de fazer. Não quero ser insensível ao que você passa, e acredito que como aprendi com o Padre Léo, todo esse seu desabafo aqui, deverá ser suas orações, quanto maior o desconforto, o ressentimento, a mágoa, maior deverá ser a oração, voce tem que rezar muito por esses fatos que ainda doem em seu coração, eu mesmo já rezarei em intenção de seus problemas.

    E acha que eu só uso exemplos de outros??? Eu tenho em casa uma mãe de 63 anos, que já venceu 3 enfartes, 2 edemas pulmonares, vivemos em casa com uma bomba relógio, pois problema cardíaco, ela pode ta excelente dentro de fração de segundos ter um enfarto fulminante. Vivo preocupado com isso? Não, eu vivia, e mesmo quando ela se interna com algum problema, eu procuro ficar o máximo calmo, tranquilo, com fé, sempre em oração, me entupindo de oração de sentimentos, pensamentos bons, me ajudam a lidar com a situação, e enfim. É uma partilha muito simples, mas só Jesus sabe o que é isso no dia a dia.

    E só pra lembrar: "Por suas chagas fomos curados." Saiba que Jesus não pagou esse ou aquele pecado, ele pagou a TODOSSSSSSSSS, Ele não curou essa ou aquela enfermidade, ressentimento, mágoa... ELE CUROU A TODAS!!!!!!!!!

    Estarei rezando muito por você, e creio que Deus caminha com voce...

    Um imenso abraço bem carinhoso!!!

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!