Tire a máscara


Olá povo abençoado de Deus que a Paz de Deus nosso Pai esteja com todos vocês! Amados irmãos só esse título já me deixa reflexivo, o próprio título já nos leva a fazer um mergulho interior.

O que seria tirar a máscara? Qual máscara? Porque precisamos tirar? Poderiam ser várias as perguntas que poderíamos fazer com relação a esse assunto. Em várias oportunidades eu vi o Padre Léo ser enfático nessa questão: “Precisamos tirar nossa máscara, para nós mesmos, e tirarmos diante de Deus”!

Como essas palavras ecoaram no meu coração, como elas encontraram um solo fecundo no meu coração, e digo a vocês meus irmãos, com base naquilo que tenho vivido, tirar a máscara para nós mesmos poderia ser algo tão lógico, mas é uma coisa que não fazemos e muitas vezes percebemos e continuamos a não querer fazer.
Como somos infantis, queremos enganar a nós mesmos, a Deus, as pessoas, muitas vezes imaginamos que levamos vantagem quando ocultamos, escondemos, dissimulamos, omitimos, falamos meias-verdades, como somos imaturos.


Poderemos ser chefes de empresa, líderes de grupos, pais, mães de família, poderemos exercer posições muito cobiçadas, mas nenhuma delas servem se nós utilizamos nossas máscaras, interpretamos papéis, se aquilo não é natural. É fato que temos várias formas de nos comportamos em diversos ambientes, mas a máscara da qual Pe Léo se refere, e eu estou me referindo, é a falta de veracidade conosco, com Deus. Ao falar de pais e mães, lembrei-me de uma frase que amo muito: “Nenhum sucesso na vida, justifica o fracasso no lar.” [Desconheço o autor]

Meus irmãos para conseguirmos a cura interior, a cura do nosso coração, precisamos tirar as nossas máscaras, e é para nós mesmos! Imaginamos que a felicidade está nas coisas, nas pessoas, a felicidade está dentro do nosso coração. Jesus cultivava o céu dentro de seu coração, havia uma coerência entre o que Ele falava, e o que Ele vivia. Ele não tinha máscara. Ele era verdadeiro com ele mesmo, e quem “é falso consigo, nunca conseguirá ser sincero com os outros.

Nossas feridas ocultas, nossos ressentimentos, são as coisas que nos levam a vivermos com máscaras. É por isso que há pessoas que estão sem sentido na vida, estão sem horizontes, pois já usaram tantas máscaras que já não sabe mais qual é a sua verdadeira identidade, aliás, ao invés de construir uma identidade, ele criou vários papéis. E como conseguimos detectar quais são essas máscaras?

Sozinhos jamais conseguiremos descobri-las. Precisamos nos colocar na presença de Deus e pedir que o Espírito Santo nos ilumine, nos faça enxergar quais são essas máscaras. Só conseguimos enxergar nossas fraquezas, limitações, máscaras, diante da Luz de Ressurreição que é o Espírito Santo.

A partir do momento que constatamos essas máscaras, precisamos nos reconhecer dependentes do Espírito Santo, depender dele, não é deixar que Ele faça a obra por você, pelo contrário é confiar na ação dele. E pedir que Ele lhe dê a força e a coragem para poder junto com ele começar a arrancar essas máscaras.

Eu também entendo o "tirar a máscarara" como um mergulho profundo dentro de nosso ser. Entrar em contato com a nossa alma, ir no mais profundo de nossos corações. É ter um verdadeiro encontro consigo mesmo.

O triste é que a sociedade nos ensinou tanto a fingir, a simular, e não somos só seres emocionais, sentimentais, somos seres “químicos” também, e nosso cérebro é condicionado a repetir as ações que ele já faz, por isso muitas vezes queremos mudar e não conseguimos. Há uma química por trás disso. Precisamos mudar nossos pensamentos, precisamos produzir pensamentos bons, tendo pensamentos bons, isso vai gerar em nosso coração sentimentos bons, a partir do momento em que começarmos a reeditar isso, nosso cérebro começa a mudar também.

Mas isso humanamente é complicado, precisamos de muita disciplina, de muita oração, pois sozinhos não conseguimos. Precisamos de fato de um enorme desejo de querermos arrancar essas máscaras, reafirma isso todos os dias, estar em oração, confiar na ação do Espírito Santo e sermos perseverantes na luta.

O mais triste é que muitas vezes vamos alcançando a mudança interna, e ainda temos vergonha de mostrar nossa nova face. Estamos tão acostumados a fingir que não temos a coragem de assumirmos nossa nova postura. É preciso querer muito isso, e pedir que o Espírito Santo venha ser essa força que nos renove o coração, a mente, e que possamos de fato sermos uma nova pessoa.

Fomos criados para amar, para cuidar, para servir, mas é muito mais fácil dizer que não gostamos de um ou outro, amamos as pessoas, mas preferimos fazer joguinhos de que não amamos, precisamos tirar essa máscara urgente. Precisamos ser livres no nosso coração, na nossa forma de agir com as pessoas, precisamos ser um rosto que o reflexo mostre o rosto de Cristo.

E como podemos de fato mostrar esse rosto de Cristo? Através da abertura do nosso coração a ação do Espírito Santo, e como o Padre Léo nos diz: Traspassado de Cristo, que é de onde nasce o novo homem, a nova mulher, o novo ser humano”.

Precisamos cada dia mais tomar consciência do Sacrifício de Cristo por nós, nos colocar diante do coração dele, e deixar que a água e o sangue que jorrou de seu peito, nos lave, nos restaure, nos cure e nos renove, nos torne novas criaturas.

“Pai santo, Pai querido, Pai amado” que hoje o Senhor possa enviar teu Santo Espírito para iluminar o nosso coração, iluminar nossas sombras, nossas feridas ocultas, nossas máscaras. Que a força do teu amor seja a força que nós precisamos para arrancar essas máscaras, que Tu nos dê a força de tirarmos essas máscaras e nos deixar transformar pelo Sagrado Coração de Jesus, para que possamos nascer de novo, nascermos pelo Teu Espírito Santo. Que Tu nos dê a coragem de sermos sinceros, autênticos, que tenhamos a coragem de assumir isso diante de nós mesmos. Cura Senhor o nosso coração ferido e machucado, para que possamos sermos imagem e semelhança Tua. Muito Obrigado Deus pai todo poderoso, obrigado pela tua misericórdia, pelo teu amor. Obrigado pela oportunidade em recomeçar, em tentar novamente, dai a graça de persistir no teu amor, no teu caminho... Muito obrigado Deus!

P.s. Eu utilizei essa foto utilizada no livro "Quem me roubou de mim" do Pe Fábio, porque acho ela perfeita pra o tema em questão, mas eu alterei ela e dei um brilho maior, querendo dar uma ideia da Luz do Espírito Santo iluminando o nosso rosto e consequentemente nosso coração e nossa vida...

Abraço fraterno a todos vocês, novas criaturas em Cristo Jesus!
Jonathan Melo 22.04.2010


Compartilhe:

Um comentário:

  1. É verdade, querido.Quantas máscaras carregamos, quantos papéis representamos e seguimos... O mundo por vezes nos impõe tanta coisa... Mas devemos ser fortes o suficiente para - como cristãos - fazermos a diferença e expor a nossa face como realmente somos e como verdadeiros filhos de Deus.
    Bjs. no coração

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!

Arquivo do blog

Postagem em destaque

Gratidão: 10 anos do Blog Padre Léo Eterno!

Olá, queridos e amados irmãos em Cristo Jesus.  Começamos novembro celebrando uma década de blog. Há 10 anos, em 16 de novembro d...