domingo, 20 de junho de 2010

Orando e aprofundando a cura interior - 24ª Semana


24ª Semana

Sl 90,1ss: (Esse também não tem o trecho bíblico escrito, de modo que o padre Léo deseja que nós o leiamos em nossa Bíblia).

Este salmo é muito conhecido e muito divulgado como Salmo da Confiança. E de fato o é. Mas é também um salmo da oração do abandono nas mãos de Deus. A confiança em Deus requer sempre esta dupla dimensão: reconhecer o poder de Deus e abandonar-se a Ele.

Exige portanto o reconhecimento com o coração e a inteligência e a adesão com nossa vida. Infelizmente muitos usam deste e de outros salmos como se fossem preces mágicas. Não existe nenhuma oração mágica! A oração não deve ser um amuleto ao qual se recorre nos momentos de desespero e sofrimento.

A oração precisa se traduzir numa atitude de vida. Por outro lado, este belíssimo salmo é uma oração muito apropriada para momentos de tristeza, solidão, especialmente diante de Deus como o único caminho possível para a libertação.

É um salmo que reconhece a grandeza de Deus: “Dizei ao Senhor: sois meu refúgio e minha proteção, meu Deus em quem eu confio. É ele que te livrará do laço do caçador... sob suas asas encontrarás refúgio; sua fidelidade te será um escudo e proteção. Graças à fidelidade e ao amor de Deus somos libertados de tudo aquilo que nos oprime”.

Um comentário:

  1. Na reflexão desse salmo o padre nos diz que é uma oração própria para os momentos de tristeza, solidão. Posso testemunhar, pois no momento de uma angústia profunda, meditei esse salmo e experimentei a libertação.
    O salmo nos garante que Deus é a nossa segurança e que podemos buscar a sua proteção em tempos de aflição.Isto não significa que não teremos provações, mas enquanto Jesus for Nosso Senhor e Salvador, Ele será o nosso REFÚGIO.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!