domingo, 18 de julho de 2010

A falsa paz na família.



Estou "saboreando" o livro Curados para Vencer a Batalha e, a cada página, tenho grandes e valiosos ensinamentos acerca de muitos assuntos. Um dos assuntos mais interessantes que o Padre Léo toca em meu coração é a Família.

Em determinada parte do livro ele trata da Paz. Especialmente gostaria de conversar com você, leitor (a), sobre a falsa paz na família.

Como o Padre Léo diz na página 15, "Dá trabalho semear a paz na família". Numa pregação - "No limite está a salvação dos nossos filhos" - o Padre Léo deixa bem claro que para semear essa paz, muitas vezes é preciso entrar numa guerra, travar uma batalha. Muitas vezes para o pai ou ma mãe entrar no quarto dos filhos é preciso que "se pague ingresso".

Em outros casos, e voltando ao livro, os pais querem ter uma certa paz em casa. Para não se criar caso - em casa - tudo acaba sendo permitido.
O filho traz a namorada para transar dentro de casa. Sobre isso, os pais pensam: "Pelo menos eles estão seguros, afinal hoje é tudo moderno, não tem problema". Muitos pais, para não causar conflitos em casa, permitem que o filho assista determinados canais de televisão. Isso é falsa paz.
Como o Léo chama a atenção, estamos mandando pessoas queridas, da nossa família, para o inferno e não estamos nos dando conta disso.

Porque fazemos isso?

Simples: porque preferimos a falsa paz. Mas lembra do que falei na primeira postagem sobre o assunto? Veja:

"A paz não é ausência de conflito"

A primeira coisa a fazer para mudar esse panorama em nossos lares é transformar nossa família em um céu. Isso é fácil? Não. O céu, como diz o Léo (rimou rsrsrs)... o céu é subida. O inferno é fácil, é descida e ainda tem quem ou o que nos empurre ladeira abaixo.

Continua...

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!