domingo, 11 de julho de 2010

Orando e aprofundando a cura interior


27ª Semana
Sl 138: [Esse também não tem o trecho bíblico escrito, de modo que padre Léo deseja que nós leiamos em nossa Bíblia].

Este salmo canta e celebra o conhecimento e a ternura de Deus por todos nós. Nosso Deus está conosco. Ele cuida de nós. É nesse contexto que podemos e devemos fazer a releitura de nossa vida.

Quando nos olhamos em Deus, descobrimos sua marcante presença em nossa vida. Nosso Deus nos conhece, desde as coisas mais superficiais de nossa vida até o lugar mais profundo do nosso coração. Celebrar a cura interior é celebrar este amor onisciente e sempre presente de Deus; é rever nossa vida, nossos medos e temores, nossas angústias, traumas, medos, pecados, recalques e complexos, à luz da ternura do coração de Deus.

É um salmo para ser saboreado em oração. “Fostes vós que plasmastes as entranhas de meu corpo, vós me tecestes no seio de minha vida e do meu ser vos é culto... e conduzi-me pelo caminho da eternidade”.

Padre Léo

3 comentários:

  1. Oi escrevi sobre o Padre Léo no meu blog, foi simples mas precisava falar desse sacerdote *-*
    Indiquei seu blog lá.

    http://grupodejovens-aliancaderestauracao.blogspot.com/

    Deus abençõe.

    ResponderExcluir
  2. Através desse salmo, o padre nos dá uma definição de ''cura interior'':''...é rever nossa vida, nossos medos e temores, nossas angústias, traumas, pecados e complexos, à luz da ternura do coração de Deus''.
    Esse salmo (138)é uma linda oração de cura interior. Fala de um Deus que é onipresente: Ele está conosco em todos os lugares a um só tempo, e onisciente: Ele sabe tudo de nós.
    Vale a pena rezarmos esse salmo todos os dias!

    ResponderExcluir
  3. A última frase desse salmo (oração de cura)é: ''...CONDUZI-ME PELO CAMINHO DA ETERNIDADE''.
    Somente pela graça de Deus alcançaremos a vida eterna. Deus concedeu ao nosso saudoso padre Léo, nesta vida terrena, muitas graças, principalmente durante o período da enfermidade, por sua fé em Jesus Cristo.
    Entregou sua vida ao Senhor, procurou as coisas do alto, descobrindo assim a sua vida nova em Cristo. Por isso o Senhor o conduziu ''pelo caminho da eternidade''.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!