quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Deus muda o rumo de nossa história!

Por obra do Senhor, o jovem Léo Tarcísio foi levado às montanhas: ‘’Ouvia-se a brisa trazendo um suave perfume de seu beijo nas folhas das árvores, nas flores silvestres... ’’ E foi ali, naquele pedacinho do céu, onde reinava a paz, Mosteiro de Serra Clara, onde ele teve seu grande encontro com Jesus.

O jovem estava ali, parado, acolhendo a alegria de um céu estrelado. Num êxtase foi sendo envolvido por uma ansiedade, mas de uma alegria imensa. Experimentava algo maravilhoso, extraordinário. ’’Aquele silêncio gritava o seu nada. Gritava a sua pequenez. Na solidão da noite estrelada, estava encontrando a grande presença da sua vida, a verdadeira presença de Deus’’.

‘’Deus fala no silêncio, o homem se encontra no silêncio e é aí que ele se descobre e descobre a sua vocação’’.

Radiante diante de tanta beleza, que o Senhor lhe proporcionava, o seu coração batia fortemente. Há momentos na vida que descobrimos o quanto somos fracos e indefesos. Quando sentiu que o amor de Jesus por ele, era muito maior do que os seus pecados, então teve a coragem de se abrir, de mergulhar toda a sua vida, no coração de Deus misericordioso. Na certeza desse amor incondicional, derramou todas as suas misérias, falou de seu traumas, medos e angústias.

Jesus chega a mais um coração ferido e machucado, desarmado de todo e qualquer orgulho, prepotência... E planta a semente do amor no coração daquele jovem. Ali, ele estava sendo chamado a realizar os sonhos de Deus. E, sem muito esforço, conquistava e seduzia aquele coração. Através de seu testemunho, da Palavra Proclamada, muitos se converterão.

‘‘... no dia em que o homem experimentar de fato o amor em sua vida, ele jamais será o mesmo homem, porque o amor renova a vida, renova a esperança, renova a alegria, renova a fé’’. Um amor que um dia experimentou, pode transmiti-lo aos irmãos.


‘’ ‘’ trecho do livro: ‘’ Rastros de Deus’’
O livro é um lindo testemunho do encontro com Deus, consigo mesmo e com os irmãos.

2 comentários:

  1. Sabe Márcia, isso que você escreveu, é uma verdade fundamental, para o essência da Fé. no dia em que o homem experimentar de fato o amor em sua vida, ele jamais será o mesmo homem, porque o amor renova a vida, renova a esperança, renova a alegria, renova a fé. No dia que o Padre Léo estava preparando o cigarro de maconha, ele sentiu isso, ele experimentou essa forca do amor! Nesse momento Jesus nos deixa inquieto... Da vontade de sair anunciando pra todo mundo! A gente acaba sendo chamado de louco! Quantas vezes será, que o Padre Léo foi chamado de louco, por essa experiência maravilhosa que ele teve? Quantas será?

    ResponderExcluir
  2. Linda mensagem,as vezes precisamos de tapa cara para acordar e ver que em nossa mesquinhez não somos nada sem Deus.
    Que Deus abençoa todos que entra neste Blog.
    Amém.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!