segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Mãos que falam


Sentaram-se frente a frente e seu amigo, risonho como sempre, pediu a Leão que, calado e atentamente, olhasse para as próprias mãos. Disse-lhe que era muito importante que as olhasse serenamente e procurasse meditar no que já havia feito com elas. O que de positivo já havia construído? Embora seja difícil reconhecer o bem que fazemos, Leão passou a enumerar o que tinha feito com as suas mãos.

- Tomei comunhão, digitei artigos para jornais, toquei meu violão na missa da juventude, aplaudi um bonito espetáculo, abracei pessoas queridas, abri um bom livro, cumprimentei um amigo... 

E assim Leão foi revendo quantas coisas boas já tinha realizado. Depois passou a refletir sobre tudo aquilo que havia feito de negativo, a aí a lista era bem maior.

- Quantas vezes usei estas mãos para receber a eucaristia e depois fumar um baseado ou tomar um pileque; as mesmas mãos com que abracei meus amigos usei para machucar e brigar com os menos amigos; quantas brigas, calúnias, desrespeito ao corpo da minha namorada; cigarros, bebidas... quantas vezes fui dedo-duro, apontei para os outros sem olhar para mim mesmo.

Leão percebeu que suas mãos falavam e que ele havia feito muitas coisas através delas e jamais tinha percebido que elas fazem somente aquilo que o coração e o cérebro mandam.

"Senhor quem entrará no Santuário pra te louvar? Quem tem as mãos limpas e o coração puro." (Salmo 23, 3s)

Muitas vezes nossas mãos estão limpas, mas vazias.

Somente mãos fechadas não poderão se unir a outras mãos fechadas, mesmo assim, entre elas estarão sempre presentes as mãos ensaguentadas e abertas do Cristo.

Agora é hora de olhar para suas mãos. Para um instante e pense no que suas mãos têm feito de bom e de negativo.

Padre Léo 

Trecho do livro "Rastros de Deus"

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!