domingo, 28 de novembro de 2010

A chama viva da esperança!

Começa hoje o novo ano litúrgico. Iniciamos neste primeiro domingo do Advento nossa caminhada para o Natal do Senhor. O tempo do Advento nos leva ao encontro de Jesus, que veio e continua vindo até nós. É um tempo favorável para renovar as nossas esperanças.

Em 28 de Novembro de 2004, no primeiro domingo do Advento, aconteceu o “dia de louvor” na ''Canção Nova'', com o tema: ''Roteiros Bíblicos de Cura Interior''. Diante da Coroa do Advento, dentro do Ato Penitencial, da Celebração Eucarística, padre Léo nos presenteia com esta linda oração.

''A cada domingo acende-se uma vela. As quatro velas lembram-nos os 40 dias, os 40 anos, lembram-nos a luta de cada um de nós no roteiro que Jesus nos deixou, os quatro evangelistas.
Só você pode acender a vela, mas você não pode sozinho. Hoje é o primeiro passo. Qual a área de sua vida, você precisa queimar, iluminar pela graça de Deus? Qual o passo decisivo que você precisa dar?
Senhor, necessito da tua misericórdia! Necessito que o Senhor venha acender a chama viva do teu amor em meu coração, para queimar as raízes de minha infidelidade, das minhas fraquezas.
Eu preciso que se acenda a chama hoje, nas áreas escuras de minha vida, do meu pensar, do meu agir. Eu preciso que o Senhor acenda a chama da esperança.
A vela simboliza o próprio Cristo, a chama representa a divindade... É preciso que acenda dentro de meu coração essa chama da divindade, a alegria e a dor que o fogo simboliza.
Queima, Senhor as raízes de meus pecados para que eu entre nesse roteiro e deixar-me iluminar pela tua graça: a chegada de Deus em minha vida, em minha história, naquilo que sou, naquilo que faço, naquilo que vivo. Misericórdia, Senhor!''

Na homilia o padre Léo nos exorta a estarmos atentos, vigilantes aos sinais de Deus. Ele veio e continua vindo. Ele veio da primeira vez, como menino frágil, assumindo toda a fragilidade humana, abrindo caminho para o Pai. Veio para realizar o plano de amor, abrindo o caminho da salvação. Mas na segunda vinda, virá glorioso, revestido de todo o poder para nos julgar, "... a primeira, na fragilidade e a segunda na vinda gloriosa, o céu vai se abrir, para trazer à tona aquilo que fizemos ou deixamos de fazer". Ele vai nos conceder em plenitude os bens prometidos, que hoje vigilantes, esperamos a sua volta...
Padre Léo destaca que estamos em crescente vigilância, em ritmo de espera, uma espera, mas não de braços cruzados. "Esse tempo é dinâmico, é caminhada, passos definidos".
Destaca também a importância de permanecermos firmes na fé até o fim.
Este tempo novo abre para nós uma nova esperança: um novo dia nascerá, um novo sol brilhará!

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!