Tire a pedra!

Olá meus amados irmãos, que a GRAÇA de Deus nosso Pai esteja com cada um de vocês!!!

Semana passada ouvi novamente a pregação: "Aquele a quem amas está enfermo", do nosso querido Pe Léo. Na metade dela eu me inundei de inspiração, e é isso que quero partilhar com vocês hoje. Depois ouvi novamente e muito do que escrevo o Pe Léo fala lá na pregação, então muito do que vou falar aqui está na pregação, eu só vou aprofundar um pouco.

Passagem bíblica: João 11.

Quando eu estava ouvindo-o falar do trecho que Lázaro tinha sido enterrado há quatro dias, ou seja, ele poderia estar morto há cinco ou seis dias. Estava amarrado, todo enrolado, fedendo... Quando ouvi esse trecho eu fiquei perplexo, primeiramente eu até me identifiquei com ele.

Tire a pedra... olhei para o meu coração e pensei: Será que meu coração está petrificado? Ou será que em alguma área meu coração está com alguma pedra ocultando algum problema, pecado, enfermidade? E cheguei a algumas conclusões que em algumas áreas eu preciso abri-lo, mostrar a ferida para Deus e deixar que Ele cure.

E fiquei a pensar: Meu Deus, quantas pessoas hoje em dia, estão com
esse coração enterrado, amarrado, sem ver nada, sem sentir, estão podres não só há quatro, cinco ou seis dias, mas talvez há meses, há anos? Meus irmãos isso é muito sério.

Há muitos Lázaros por aí enfermos como o Pe Léo bem pregou na palestra. Precisamos com urgência urgentíssima, tirar essa pedra ou as pedras, quantas existirem, quantas forem necessárias, precisamos ir tirando as pedras e transformando em oração aquilo que elas estão ocultando. As coisas que eu consegui curar na minha vida, foi quando eu tive a coragem de abrir meu coração sem medo, sem receios para Deus.

Não só precisamos fazer isso com o nosso coração, bem como precisamos curá-lo para que possamos ser canais da cura dos nossos irmãos. Um encontro verdadeiro com Cristo Jesus nunca nos deixa do mesmo jeito, quando temos a coragem de arrancar nossas máscaras na presença do Senhor, Ele age, Ele cura, Ele restaura e não deixa cicatrizes.

Infelizmente nas nossas reflexões nós achamos que não estamos como Lázaro, só que muitas das enfermidades, são silenciosas e nós só as percebemos quando já estão gritando lá dentro de nós, e geralmente é na urgência que vamos buscar a Deus.

Pe léo falou na pregação algo semelhante a que geralmente Deus não ouve nossas orações, porque geralmente elas são feitas pela necessidade, pelo egoísmO, e para que a cura aconteça precisamos entrar no caminho de Deus, no tempo de Deus, Ele tem o seu tempo de cura.

Jesus chorou pela morte de seu amigo. Jesus chora conosco, Ele sofre conosco, é um Deus que se fez conosco, o Emanuel, mas infelizmente na maior parte das vezes Ele chora não é pela nossa morte ou pelas nossas enfermidades, mas sim porque Ele mesmo deu a nós toda a capacidade para superar os problemas, para mudar as situações ruins de nossas vidas, está tudo dentro de nós, Ele depositou dentro de nossos corações.

E o pior de tudo é que nós procuramos dar mais força aos medos, as inseguranças, as enfermidades, aos pecados, do que utilizar essa força que Jesus no deu, essa foi a pior parte para mim. Eu fico triste comigo mesmo quando eu não uso o potencial que Deus me deu, ou quando não uso a fé que Ele me deu, ou quando de alguma forma eu desvalorizo o sacrifício de Jesus na cruz por mim e por você!

Da mesma forma como tudo o que Jesus fez com Lázaro foi apenas a parte divina, Ele não influenciou em nada que era parte humana, Ele faz com cada um de nós, há coisas que cabe a Ele, e há coisas que cabe a nós. Ele poderia ter quebrado a pedra lá e mandar Lázaro sair, poderia fazer até efeitos especiais, mas Ele não interfere na parte humana.

Da mesma forma Ele faz conosco hoje, para que a cura interior aconteça em nossos corações, nós precisamos tirar a pedra que está enterrando o nosso coração nos pecados, nos ressentimentos, nas nossas mentes cheias de pensamentos ruins, idéias encardidas... Cabe a nós pedir essa cura a Ele e cabe a nós tirar, arrancar, quebrar essa pedra que nos impede de vivenciar de forma plena o amor de Deus nas nossas vidas!

Então meus irmãos, fica aqui não só mais uma partilha, mas as minhas sinceras orações para que cada um de nós tenha a coragem de arrancar as pedras que estão nos impedindo de amar como Jesus nos amou... TIRE A PEDRA!!!

abraço fraterno...
Jonathan Melo 18.11.2010
Compartilhe:

2 comentários:

  1. Jonatham,e quando pensamos que já conseguimos tirar algumas pedras....ainda nos deparamos com outras`´por vezes até mais "antigas" e mais "profundas"....
    Mas com a Graça desse Deus tão misericordioso
    e poderoso,seguimos na luta!!!
    Parabéns pela póstaagem!!!
    STELA

    ResponderExcluir
  2. Essas pedras pesadas e dificeis!
    Todas elas sentimentos de dor e angustia!

    "precisamos ir tirando as pedras e transformando em oração aquilo que elas estão ocultando"

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!

Arquivo do blog

Postagem em destaque

Gratidão: 10 anos do Blog Padre Léo Eterno!

Olá, queridos e amados irmãos em Cristo Jesus.  Começamos novembro celebrando uma década de blog. Há 10 anos, em 16 de novembro d...