terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Fiel a Deus, fiel a missão!

# "- Cheguei em casa, em Lorena, estava melhor. Descansei um pouco e vi que tudo estava normal...Alguns dias depois estava ótimo e pronto para o acampamento de Carnaval que iria acontecer em Cachoeira Paulista. Nesse acampamento, como em quase todos em que participo, iria fazer várias pregações que se iniciavam com a homilia da missa de sexta-feira até a de terça-feira. Seriam oito pregações de uma hora cada".
# "- Padre, isso não era muito, não? Quando faço uma palestra de uma hora, fico arrebentado depois. Imagina o Senhor fazer oito?'' (diálogo com seu médico)

A maior prova de fé em Jesus Cristo é ter a coragem e a
força de seguir, mesmo em meio às tormentas de um mar revolto. É continuar confiando e permanecendo fiel à sua missão, ao seu ministério e, sobretudo, fiel a Deus.
Naquele começo de tarde, carnaval na Canção Nova, às 14:30h do dia 26 de fevereiro de 2006, padre Léo faz a segunda pregação, com o tema: "Mandamento é luz que ilumina".
Com perseverança, garra e fé, buscou forças em Deus, para estar ali, para evangelizar, para levar a Palavra de Deus. A necessidade de anunciar Jesus, superou toda dor , toda tristeza, todo desânimo.
A graça de Deus é um poder que vem do alto e que só é dado aos escolhidos. Essa graça descerá sobre aqueles que suportar as dificuldades por amor ao Reino.

A pregação, sem o brilho habitual, já trazia os sinais de um itinerário de sofrimento, mas ao mesmo tempo sustentado por muita esperança e fé em Jesus Cristo.

Ao final da pregação, o padre demonstra toda a sua gratidão por estar ali pregando, e fala para cada uma das milhares de pessoas: "Eu queria agradecer a você, porque você veio aqui neste dia, adorar o Senhor, em espírito e em verdade. A sua fé anima a minha fé. Eu, por exemplo, se não fosse por você, eu não teria condições de estar aqui hoje, mas eu sabendo que você estava aqui, eu supero, tenho que sair de dentro de mim, da dor, do sofrimento...Obrigado porque você me ajuda a celebrar! Obrigado, porque você celebrando comigo, a minha fé aumenta! Com essa fé celebrada, levo essa paz serena, essa paz que rompe com a verdadeira guerra, que cura toda enfermidade".

Aquele que luta pela paz, Jesus não o desampara. Aquele que luta pelo Evangelho de Cristo reinará para sempre com Ele. Aquele que permanecer fiel a Cristo, em meio às provações, o Senhor pousará seu olhar sobre ele! Nada escapa, nada se perde!

# do livro: Médico Graças a Deus!
"O livro do Dr. Roque Savioli é um tributo ao Pe. Léo. Narra de forma simples e tocante a luta do padre contra o câncer, do momento em que este se manifestou com toda a força até o derradeiro martírio, quase um ano depois".

15 comentários:

  1. Seu corpo ja dava sinais de fraqueza, porém sua alma por dentro estava intacta, firme e forte para evangelizar, e nos dar um dos maiores exemplo de fé que eu ja tive!


    Bruno Jimenez
    15.12.10

    ResponderExcluir
  2. É preciso ter fé, para seguir adiante. Parabens pela cronica. Abraços. Eu tenho um blogue muito simples. Estou lhe convidando a visitar e se possivel seguirmos juntos por eles.Estarei grato esperando por voce lá
    Abraços de verdade

    ResponderExcluir
  3. Caros amigos este homem era o verdadeiro Deus encarnado q veio nos mostrar o caminho do céu.
    Obgda Deus por nos ter dado esse presente, mesmo q por pouco tempo.

    Pe Léo pai santo, pai querido, pai amado intercede por nós ai do céu.


    Cássia Bisi

    ResponderExcluir
  4. A voz de Pe Léo soava em meus ouvidos ( e ainda
    soa) como sendo a própria voz de Deus!!!
    Bendito seja ,querido Pe Léo!!!
    Obrigada Senhor, por ter me dado a Graça da releitura de tôda minha vida,e ter me dado ,como norte, para prosseguir, as sábias palavras deste Santo Homem de Deus!!!
    Stela

    ResponderExcluir
  5. lembro emocionado do pe. Léo, é incrível como ele conseguia cativar a todo mundo. Quem pode calcular os frutos de sua vida dedicada a Deus?

    Que ela seja inspiração para todos aqueles que crêem na misericórdia de Deus. E que sejamos porta vozes do amor e da paz.

    ResponderExcluir
  6. Como é que pode, Senhor, um homem viver assim! Deixar tanta saudade e se afastar de mim... Só consigo sentir ele, quando penso em vocês, que estão escrevendo, sobre ele, outra vês. Que frase bunita ele deixou: Sua fé anima minha fé! E vocês, quando falam dele, animam meu coracão.
    Obrigado blog Padre Léo eterno e você, Márcia, que lembrou isso para nós!

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pelos comentários!
    O que percebo é que cada um teve e tem uma experiência nova com o padre Léo, todas as vezes em que ouve uma pregação, ou lê seus livros ou até mesmo quando alguém fala a respeito de sua vida. Isto porque ele fala individualmente, para cada um, assim como falou no final dessa pregação.
    Agradeço as palavras de estímulo para continuarmos a divulgar tudo o que ele nos deixou.
    E você Bruno Jimenez! Quanto tempo hen?
    O seu álbum de fotos do padre está aumentando?
    Um abraço a todos!

    ResponderExcluir
  8. Olá Marcia pois eh neh
    o tempo ta voando,e o meu ta ficando cada vez mais curto, mais sempre que sobra uns minutinhos eu faço a coisa que mais gosto que eh entrar no blog.
    Então meu albun ta aumentando, de vez enquando acho umas que num tenho, vc num sabe como me alegra quando nas suas postagens vc põe fotos dele ineditas!
    Márcia queria te parabenizar que pelos seu textos, são muito emocionante parece que a gente esta vivendo ali junto com o Padre Leo.
    Engraçado à um tempo atras vc publicava trechos do livro "Rastros de Deus" ai aquilo me chamou atenção ai não resisti consigui comprar um, agora vendo esses trechos do livro "Médico, Graças a Deus!é um convite pra lê-lo tambem acho que num vou aguentar kkkk
    Um Abração pra vc, um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de Relizações!

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda não li a postagem, mas lerei com calma. Esse livro do Dr. Roque, eu li numa velocidade incrível. Ele descreve com muita sabedoria e profundidade o calvário do Pe Léo. É também uma obra prima de testemunho de fé. Ele conta as situações complicadas, sem também mostrar o sofrimento pesado que é o cancer, sem sombra de dúvida o Espírito Santo suscitou nele as palavras mais sábias.

    Esse livro foi que me questionou meu tipo de cristianismo, e que tipo de fé eu tenho e que tipo de ser humano eu queria me tornar...

    Estou pensando em reler esse livro agora em janeiro, inclusive, nos perdoem, pois o Robim e eu tínhamos marcado de nós dois em janeiro passado, começarmos a cada um postar sobre esse livro ao longo do ano, eu fazia uma e ele outra... e acabamos que não fizemos, quem sabe agora poderemos fazer junto a Márcia não é?

    Abraços a todos e um domingo de muito amor e paz!

    ResponderExcluir
  10. A Paz para todos vocês!!
    Primeiramente, gostaria de parabenizá-los pelo blog, é muito bom mesmo. Continuem assim.
    Gostaria de contar à vocês minha história em relação ao Padre Léo; portanto, vou contá-la.
    Há algun anos, já ouvia falar dele, através de minha mãe e minha irmã, que são mais próximas da Igreja e de DEUS; porém, nunca tive curiosidade de o conhecer. Em 2008, eu estava no interior de Minas Gerais, e ouvindo minha irmã e uma tia falar sobre ele, descobri que o Padre já tinha falecido, e já senti um pequeno pesar. Mas, ainda não tive a graça de saber quem era ele.
    No dia 24/06/2010, enquanto navegava pela internet, assistia pelo YouTube algumas pregações do Padre Fábio de Melo. Aí, me lembrei do Padre Léo, e busquei alguns vídeos sobre ele no mesmo site. Depois de ver 2 de suas pregações (não completas), me encantei pelo seu jeito mineiro e especial de ser. Suas pregações me tocaram fundo na alma, e a partir deste dia, comecei a querer renunciar algumas coisas em minha vida que eu sabia que não eram de Deus. Quando eu vi alguns vídeos de quando ele estva debilitado pelo câncer, eu chorava demais. Eu não conseguia e até não queria acreditar que ele teria ido embora tão cedo. Todo dia, eu baixava trechos de suas pregações, assistia depoimentos de amigos dele. A pregação que mais me toca, e que me faz desmanchar em lágrimas toda vez que a vejo é Buscai As Coisas Do Alto; vendo ele andando com muita dificuldade, amparado por seus amigos da Canção Nova, abatido pela doença e abraçando o Monsenhor Jonas Abib; o testemunho sobre sua luta contra o cancer, a música que ele cantou no final, arrasa com meu coração.
    Eu sei que ele não gostava de fanatismos, muito menos DEUS. Mas, às vezes a saudade (esse é o sentimento que eu sinto por ele, mesmo não conhecendo-o há mais tempo) é tanta, que no auge dela, eu peço à Deus a graça de conhecê-lo depressa. Que o NOSSO SENHOR me perdoe, sei que isso não é bom. Ele faz muita falta para todos nós que o conhecemos e amamos.
    Enfim, essa é minha história. Espero que gostem, e desculpem por ter escrito muita coisa.
    Que DEUS e NOSSA MÃE SANTÍSSIMA os abençõe sempre.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Amigo Anônimo! Você não disse o seu nome, mas isso não importa porque há por este mundo afora muitos anônimos que amam o padre Léo.
    Fico imaginando quanto tempo você perdeu não querendo ouvir o que Deus tinha a lhe falar pelo boca do padre. Primeiro a sua mãe e sua irmã foram instrumentos e você não teve a curiosidade de conhecê-lo. Em 2008, ficou sabendo que o padre havia falecido, através de sua irmã e sua tia. Somente dois anos após, em 2010 assistiu a duas de suas pregações. E se apaixonou, foi amor à primeira vista, não é?
    O padre fez você enxergar que vivia de modo errado, e a partir daí começou a renunciar tudo o que não era de Deus. Valeu esperar.
    O tempo que você esperou para conhecê-lo foi o tempo de Deus, porque muitas vezes acontecem fatos que mudam por completo a nossa vida, mas tudo a seu tempo.
    Continue a seguir o blog e terá a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a vida de um homem que lutou incessantemente pela santidade.
    Obrigada por partilhar esse testemunho!

    ResponderExcluir
  12. Interessante como o exemplo citado pelo comentario anonimo e igual ao meu,eu nao conhecia tbm o Padre Leo apenas ouvia minha mae falar sober ele, quando assiti pela primeira vez tbm sua pregação lembro que era uma sobre matrimonio, me tocou muito, logo procurei na internet sobre ele, qte que vi tbm sua ultima pregação,foi muito forte a primeira vez que assiti meus olhos enchiam de lagrimas e enchem ate hj quando assisto, as vezes me pergunto pq Ele teve que ir tão cedo, tantas pessoas ruins nesse mundo!
    Mas hj percebo que Deus quiz Ele exatamente por isso ser uma pessoa ta amavel e que nos faz tão bem!
    Um abraçãooo a todos

    "PADRE LEO ESPERE POR NOS NO CÉU"

    ResponderExcluir
  13. Márcia, tudo bem com você?
    Que a paz de DEUS esteja ao seu lado.
    Bom, deixe eu me apresentar: meu nome é Aline, e sou de Contagem-MG.
    No dia 23 de fevereiro escrevi um comentário, contando minha história de como eu conheci o Padre Léo, assistindo suas pregações no YouTube.
    Fiquei super feliz quando li sua resposta sobre meu comentário.
    Agora, estou ansiosa para poder assistir às outras pregações dele que ainda não estão disponíveis no Blog.
    Enfim, é só isso mesmo que eu gostaria de contar à você.
    Novamente, muito obrigada pela sua resposta.
    Que DEUS te ilumine sempre seu caminho.

    ResponderExcluir
  14. Não consigo segurar as lágrimas que insistem em rolar pelo meu rosto,agradeço a DEUS por ter conhecido um profeta feito ele nos dias de hoje,amei e amarei meu querido e sempre padre LÉO,que não consigo superar tamanha perda,más DEUS sabe o que faz,embora me é difícil entender.

    ResponderExcluir
  15. Boa noite!!!! Me lembro muito bem, quando ouvi pela primeira vez seu santo nome Padre Léo, no ano 2005 à 2006. Morava num bairro simples. Município de Serra, E.Santo.Foi um milagre que começou no ano de 2002 mais ou menos, trabalhava como professora, tive um grave depressão aguda a qual me vi sem chão!!! Muita triste cheias de dor, exaqueca crônica!!! Sem contar com o coração triste sem sentido e sem força. Morava ao lado de minha igreja!!! Um sábado como qualquer outro, fui na igreja, não muito bem, foi aí que ouvi falar sobre este Santo padre ,Que estava em situação grave de uma doença, a qual fiquei pensando!!! Quem é esse Padre que era e é tão querido!!!! Alguns pessoas me disseram que era da Canção Nova, que sempre admiravam suas palestras e seu carisma com os necessitado, os mais esquecido , os drogados e outros tipos de carência é de sobrevivência!!!. Voltei pra casa , como sempre, conversando com meu Senhor Jesus!!!Uma bela terça feira fui no grupo de oração que se realiza sempre!!! Nesta noite ouvi a voz de Jesus Cristo, estava em prantos, e ele me disse, filha procura minhas duas irmãs a qual Jesus tinha me enviado!!! Na mesma noite, me ajoelhei no meu quarto de joelhos no chão, minhas lágrimas caiam como gotas de sangue ,... Acordei bem cedo com muito fé minhas irmãs me levaram para o hospital, com um saco cheios de medicamentos, que tinha passado em vários médicos!!! Foi aí que Tudo foi dando sentido dá vida, à esperança que meu Senhor Jesus me tinha enviado.!!! OUns dos milagres aconteceu novamente,!!!! O Médico indicado por Jesus mandou jogar ou doar os remédios!!! No mesmo momento Ele Dr Renan Barros Domingues, me internou ,!!! E Jesus médicos dos médicos ungiu esse homem a qual me medicou , e meu milagre aconteceu!!!Sei que o Nosso padre Léo eterno também falo ungido no momento de minha cura.... Só tenho que agradecer a Deus e pedindo a intervenção do nosso padre Léo sempre na minha vida e de minha família!!!! Obrigado meu Senhor Jesus Cristo por está sempre em nossas vidas.!!! Obrigada meu Deus é meu saudoso padre Léo por tudo!!!! Assim seja.. Amém.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!