Orando e aprofundando a cura interior

51ª Semana

2Tm 2, 23-26: Rejeita as discussões tolas e absurdas, visto que geram contendas. Não convém a um servo do Senhor altercar; bem ao contrário, seja ele condescendente com todos, capaz de ensinar, paciente em suportar os males."

Cada dia me convenço mais dessa grande verdade do Evangelho. Só os idiotas discutem. Não conheço nenhum fruto positivo de discussões. A discussão sempre causa mágoa, ressentimento, espírito de disputa, ofensas mútuas e ajuda a adubar o ressentimento.

Quem procura servir ao Senhor jamais busca a autodefesa. O Espírito Santo é nosso advogado. Não precisamos querer substituí-lo. Nunca! Penso que é por isso mesmo que Jesus nos prometeu um outro Paráclito, ou seja, um advogado para nos defender.

Então não precisamos querer exercer esse ministério. A discussão é
sempre uma arma do Encardido. Não importa qual seja a natureza da acusação que recebemos. Se confiamos em Deus e procuramos serví-lo, é certo que Ele nos defenderá sempre de toda e qualquer acusação.

O melhor que temos a fazer é deixar a pessoa falar e orar por ela. Afinal, o Espírito Santo é também aquele que nos revela toda a verdade. E se Deus nos ama com amor infinito, a todos nós, Ele irá revelar também a verdade àqueles que querem discutir, seja que assunto for.

Então, quando for preciso, "é com brandura que se deve corrigir os adversários, na esperança de que Deus lhe conceda o arrependimento e o conhecimento da verdade, e voltem a si, uma vez livres dos laços do maligno, que os mantém cativos e submetidos aos seus caprichos".


Compartilhe:

3 comentários:

  1. Concordo plenamente com essa questão de que as discussões são armas do Inimigo. Em vez disso apenas faça como Nosso Senhor mesmo fez, aceite, ore pela pessoa pedindo a clemência de Deus Pai com aqueles que INJUSTAMENTE o PREGAM NA CRUZ. Paz e Bem!

    ResponderExcluir
  2. Para se ver livre dos lacos do diabo, Será que o segredo, dessa cura interior, é amar o diabo?
    O que você acha Jonathan: É possivel amar o diabo, para se ver livre do próprio?

    ResponderExcluir
  3. Olá Paulo, a paz a ti!

    Não vejo que precisamos amar para nos ver livres do diabo... Precisamos amá-lo para curá-lo, para trazê-lo para Deus.

    Deus é amor, infinita misericórdia capaz de amar e perdoar qualquer pessoa e qualquer pecado, porque então nós não deveríamos amar o diabo, acredito que só o amor verdadeiro é capaz de levar uma pessoa a um verdadeiro arrependimento.

    Se Jesus foi ao inferno para resgatar algumas almas, então se somos cristãos devemos seguir os mesmos passos do mestre, então se for preciso precisamos ir ao inferno AMAR o diabo, e trazê-lo para a luz...

    E fatalmente o diabo só é quem é, porque não se permitiu curar o coração ferido e machucado... ou talvez porque ele queria levar uma banana do Pe Léo, la no Hosana.. kkkkk

    Abração a você, espero ter respondido...

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!

Arquivo do blog

Postagem em destaque

Vida nova em Cristo Jesus!

“Se, portanto,   ressuscitastes com Cristo, buscai   as coisas lá do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus. Afeiçoai-vos às coisa...