-"Padre, bom dia! Já temos uma conclusão sobre a sua doença...estou aqui para lhe contar tudo.
-É câncer Roque-disse-me- Eu já sei, até disse isso ao Nelsinho Correa em Cachoeira Paulista, mas continue doutor.
-É padre, é um linfoma não-Hodgkin, linfoma de Burkitt, esse é o nome da doença.
-É muito grave? -É um tumor maligno, mas que pela histologia pareceu-nos muito bem responsivas à quimioterapia.
-E onde está doutor, pegou o fígado, baço, cabeça, pulmão?
-Padre, esse tumor é de células linfáticas, daí estar onde essas células existirem, mas a quimioterapia pode pegar todas elas.
-Bom doutor, estou aqui para me curar, estou nas mãos de Deus e nas suas. Assim como entreguei a Deus esse meu câncer, entrego também a vocês todo o tratamento. Estou tranqüilo!

Foi impressionante como ele conversou comigo, pois embora fraco, deitado num leito de hospital, falou-me com a autoridade de quem está confiante no Senhor, de quem saber que não está sozinho e de que tem de passar por esse momento para poder crescer". ( trecho do livro : “ Médico, graças a Deus!”)

As palavras de seu médico: "falou-me com autoridade..."
A via é estreita e exige uma decisão firme.
Padre Léo Tarcísio já sabia da gravidade de sua doença, e por isso foi firme.
A partir do diagnóstico da doença, teve consciência de que sua vida iria
passar por uma transformação radical, pois esperar e confiar no Senhor não eram algo que aconteceria de um dia para o outro, mas um processo lento e doloroso. Essa cruz era somente dele, de mais ninguém. Sabemos que a sua vontade era de sumir, mas teve que assumir essa cruz, para sair restaurado.

A sua firmeza no falar, segundo o seu médico Dr. Roque, demonstrou toda a sua confiança em Jesus, pois com a sua graça iria atravessar as noites escuras. Viveu a fé, que gera a certeza da presença viva de Jesus. A fé que move os corações a crescer e amadurecer na vida cristã.

Deus honra o seu servo! O padre tinha Jesus como o seu Senhor e Salvador, portanto, a sua história, o seu sofrimento, a partir daquele momento estavam nas mãos do Senhor.
Ofertou a sua dor a Deus, pois só se chega ao céu pela via estreita da cruz. A sua resposta para tudo o que experienciou era: amar, adorar e esperar. E acima de tudo, crer num Deus que sempre o amou. Uma certeza transformadora: Deus o ama por toda a eternidade!
"Essa foi a primeira vez que senti o que estar na presença de um homem de fé" (Dr.Roque)

2 Comentários :

  1. MEUS QUERIDOS, COMO SEMPRE MINHA VIDA CRUZA COM A VIDA DO PE. LÉO E SEMPRE COM UMA HISTÓRIA...EU NÃO CONHECIA O PE. LÉO..UMA AMIGA MARIA CLARA EMPRESTOU-ME ESTE LIVRE E DISS:: LÉIA E VOCÊ CONHECERÁ UM SACERDOTE SANTO....FUI VIAJAR PARA BRAGANÇA PAULISTA LEVEI O LIVRO E FUI LENDO DURANTE A VIAJEM....ME APAIXONEI POR AQUELE "SER" DE DEUS...CHOREI, MAS CHOREI TANTO QUE QUANDO CHEGUEI AO MEU DESTINO, MINHA IRMÃ ESTAVA ME ESPERANDO...LOGO ME PERGUNTOU::: CARMINHA, NOSSA, O QUE FOI ???ACONTECEU ALGUMA COISA PELO CAMINHO??? EU ESTAVA SUPER INCHADA DE CHORAR...EU DISSE :: NÃO. NÃO ACONTECEU NADA...NADA DE RUIM....ACONTECEU UMA DESCOBERTA...DESCOBRI QUE ALGUEM ALCANÇA A SANTIDADE EM VIDA...FUI CONTANDO PARA ELA O LIVRO....ELA ME FALOU:::VOCE ACABOU COM O MEU DIA...GOSTARIA DE TER CONHECIDO ESTE PE. LÉO...E EU DISSE A ELA::: POIS EU VOU CONHECÊ-LO ATÉ ONDE DEUS PERMITIR QUE EU O CONHEÇA...HOJE ACHO QUE SEI MAIS DELE DO QUE DE MIM MESMA....JÁ NÃO SOU EU QUEM VIVO É ELE QUEM VIVE EM MIM ACOMPANHADO COM JESUS E MARIA....PE. LÉO...OBRIGADO MEU AMOR POR TER ME TRAZIDO PARA FORA...E TER ME COLOCADO DE VOLTA PARA A VIDA....OBS. A MARIA CLARA QUE ME EMPRESTOU O LIVRO E ERA EXTREMAMENTE APAIXONADA PELO PE. LÉO ...MORREU 2 ANOS DEPOIS DELE...(NÃO FALEI??? MINHA VIDA COM ELE É SEMPRE UMA HISTÓRIA)....CARMINHAPELEO@HOTMAIL.COM

    ResponderExcluir
  2. Sou evangélica, mas sempre assisti e gravei as pregações do Pe.Léo. Acho que se o Senhor não o curou fisicamente e resolveu leva-lo é porque este era o melhor momento para a partida do padre. Certamente era o melhor momento em sua espiritualidade, sua santidade. Para nós fica a saudade, mas ele está nos braços do Senhor, santificado. Célia Noronha

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!