segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

A decisão de ser padre!

No momento em que o jovem Léo Tarcísio decidiu ser padre ele estava completamente chapado, com a idade de 18 anos. O Espírito Santo manifesta-se em sua vida, através de uma visão. A experiência foi tão forte que a partir daquele dia, em nenhum segundo voltou atrás dessa decisão.

"Era 18 de abril, uma quarta-feira, Show do Gilberto Gil. O jornal pediu que eu fizesse a cobertura.
Na casa de um amigo. começamos a fazer os cigarros de maconha, já tínhamos fumado uns três cada um. Quando eu e meu amigo fomos fazer o último cigarro, pedi ao amigo segurar o papel e eu fui limpá-lo para aproveitar o resto da maconha.
Tive a visão:
Eu estava sob o efeito da droga. Eu me vi como franciscano, passando a mão na patena, purificando a hóstia consagrada. Naquela hora comecei a rir e a chorar de arrependimento. E o amigo me dizia: cale a boca, mas eu não conseguia.
Fomos para o Show. Não sei por quê, foi transferido para o dia seguinte.

Eu chapado, aquela idéia não me saia da cabeça.
Naquela baderna, me deu um desespero, eu saí do Tigrão e fui para a casa da namorada. A namorada me disse: -Está com o olho estranho! Ela não sabia que eu estava chapado.
Olhei bem pra ela.

-Estou pensando em ser padre!
-Mãe, olha o que seu genro está dizendo! Que vai ser padre.

-Tomara que seja um padre que preste!"

(Testemunho- pregação: “DEUS ME AMPAROU”)

Pela fé em Jesus Cristo, o jovem Léo viveu uma contínua conversão, fazendo com que muitos jovens tivessem a experiência de um encontro pessoal com Jesus, pois “onde foi grande o pecado, foi bem maior a graça de Deus”.
Jesus procurou aquele jovem e quando o encontrou não perguntou o por quê estava caído, simplesmente levantou-o, pegou-o no colo e por sua misericórdia, graça, amor e perdão, colocou-o dentro de seu coração, fazendo-o padre do coração de Jesus.
Deus usou da sua experiência estragada com as drogas para ajudar outros jovens, fazendo-o fundador da Comunidade Bethânia.
Deus usou o resto da maconha do papel e transformou em Eucaristia.

“Feliz o homem a quem o Senhor não leva em conta o pecado” (Rm 4,8)

Márcia A Bezerra

2 comentários:

  1. Todos,independente de quem, tem um plano de vida... E Jesus também tem, um plano de vida, para cada um de nós! Quando se encaixam esses planos, o resultado é o que nós vemos na vida do Padre Léo. Um santo homem, que apartir do chamado, não se desligou um instante sequer de Jesus. Pois foi um chamado inquietante, insistente e constante que não teve como fugir.
    O padre Léo é minha inspiracão de vida, do chamado que cristo tambem me fez. Eu sinto, que esse chamado, nunca sera ultrapasado. E "Meu desejo de encontrar o mundo, vencera todo medo, que um dia conheci, ao nascer do sol."

    ResponderExcluir
  2. Eu amo a parte onde o Pe Léo diz que não acontece o milagre da transubstanciação em nossas vidas, porqueo que levamos para o Altar não é nosso... Ele deu a Deus o que era dele, mesmo que fosse uma "porcaria", e foi com essa matéria prima que Deus o transformou num padre muito ungido e sábio...

    Abraço fraterno a todos!!!

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!