domingo, 22 de maio de 2011

Orando e aprofundando a cura interior


21ª Semana

Ne 9, 6-37: "Sois vós, Senhor, vós somente, que fizestes o céu dos céus e todo seu exército, e a terra e tudo o que ela contém, o mar e tudo o que nele se encerra; sois vós que dais a vida aos vossos seres e o exército dos céus vos adora".

Com estas maravilhosas palavras, os levitas começam uma das mais belas orações do Antigo Testamento. Creio que a estrutura desta oração é muito apropriada para a oração de cura interior. Partindo da experiência do perdão dos pecados, os levitas fazem uma longa descrição da história da salvação.

A oração começa com palavras de louvor pela beleza da criação. Depois vai se afunilando na vida e na história experienciada pelo povo de Deus. Recordando a aliança com Abraão, a libertação da escravidão pelo ministério de Moisés, reconhecem a própria fraqueza e os pecados cometidos.

Acima de tudo reconhecem que Javé é um Deus "sempre pronto ao perdão, clemente e compassivo, vagaroso em encolerizar-se e rico em bondade" (v. 17), e que por isso mesmo não os abandonou.

No decorrer da oração há duas experiências muito fortes: o pecado do povo e a misericórdia de Deus. Este também deve ser um esquema muito bom para todos nós. Sempre devemos procurar perceber que nosso Deus é misericordioso e nos ama com amor infinito. Por fim, a oração termina com um grande pedido de ajuda.

Se também soubermos buscar sempre no Senhor a força para nossas quedas e fracassos, então teremos aprendido muito bem o que é cura interior.

Padre Léo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!