segunda-feira, 30 de maio de 2011

Um lugar acolhedor!

O Céu se alegra quando um filho (a) é liberto (a) do mundo das drogas, da prostituição... como resultado do empenho daquele que foi escolhido por Deus para uma missão. Padre Léo Tarcísio pagou um tributo alto, lhe custando renúncias, quando fundou a Comunidade Bethânia, mas graças a sua perseverança e fé resgatou muitos jovens conduzindo-os ao porto seguro, chamado o lugar do acolhimento, o lugar onde morava. Ali, ele vivia o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A espiritualidade de Bethânia está focalizada na vida de Jesus: "Jesus Cristo como conteúdo e também como método de todo o nosso trabalho". Em seu livro "Viver com HIV", no capítulo "A vida em Bethânia", padre Léo, de modo muito simples e concreto, nos relata a experiência de vida na comunidade.
"Quando experienciamos o Reino de Deus agindo em nós e trabalhamos para construí-lo, porque também é nosso, vivenciamos a liberdade e a libertação que o Cristo veio nos oferecer. É para isso que trabalhamos em Bethânia."

O padre amou Jesus em cada filho (a) de Bethânia, acolhendo aqueles (as) que trilharam um caminho de insegurança, incerteza. "Cremos na possibilidade da vida nova para os que se deixarem tocar pelo caminho do Senhor."

Se quisermos viver coerentemente o Evangelho temos que crer que existe esperança, que a escuridão do mundo é apenas uma sombra que vai passar. Muitas vezes é preciso sofrer, suportar as contrariedades, as provações, as incompreensões, abrir mão de outros projetos para fazer a vontade de Deus e se entregar inteiramente ao serviço do Senhor.

"Não se pode amar a Deus sem amar as pessoas, e não se ama o ser humano senão na perspectiva do amor de Deus."

Padre Léo passou por situações desanimadoras, porém foram momentos muito valiosos, pois pode experimentar a alegria de resgatar mais um que deixava para trás um rastro de lama. E reconhecendo em cada um deles as feições de Cristo encontrava novas forças para continuar. "Por isso é preciso tratar cada um como de fato é: o próprio Cristo."
Essa oferta, a sua caminhada iluminada, sabemos que a direção é o “paraíso celeste”.

Hoje queremos dizer, como o padre disse um dia: "Quero fazer de meu coração uma Bethânia, para acolher Jesus".

Márcia A Bezerra

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!