quinta-feira, 26 de maio de 2011

A verdadeira identidade!

Meus queridos irmãos, boa noite! Que a paz e a tranquilidade de Deus esteja com cada um de vocês. É isso que desejo, paz e tranquilidade, estou meio ausente do blog. Depois de coordenar uma equipe na preparação pro EJC que aconteceu agora em maio, depois de adoecer por duas vezes, e mesmo assim no ápice de minhas dores ainda servir a Deus no final de semana do encontro, e estando em final de período em dois cursos, vocês podem ter noção de como minha vida está uma loucura, e por isso desejo a paz e a serenidade de Deus, mas vamos ao que interessa.

"A doença destroi minhas concepções a respeito de mim mesmo, de minha vida e de Deus. Deixando que essas minhas concepções sejam destruídas, eu não irei me arruinar,mas pelo contrário, eu me abro para meu verdadeiro ser e para Deus incompreensível, para o esplendor originário que Deus me concedeu." Livro: O que devo fazer?- Anselmo Grun

Ao ler esse trecho desse livro do Anselmo Grun, de imediato eu me lembrei do Pe Léo. A doença tem o poder de destruir tudo mesmo. Com o Pe Léo percebemos que o câncer foi levando aos poucos o corpo dele, mas de forma muito forte. Pe Léo com muita sabedoria foi deixando que a doença destruísse tudo que era de humano nele e partiu de encontro ao mais profundo de seu ser.

Ele entrou em contato com a verdadeira identidade dele: Filho do céu! As dores, os problemas, as preocupações da vida só vão adicionando camadas em nosso corpo e em nossa mente, vão criando também uma casca em nosso coração e aos poucos vamos perdendo o brilho da vida, perdemos a nossa verdadeira identidade que está lá bem escondida por baixo dessas várias camadas. Quando vemos estamos muito mais como cidadãos da terra do que do céu.

Se olharmos para o Pe Léo antes do cancer e já no final de sua vida, sobretudo na pregação lá no Hosana, podemos perceber uma diferença enorme. O próprio Anselmo Grun diz que a doença não tem sentido, o que podemos fazer é dar um sentido a ela, e foi o que Pe Léo fez. Ele tinha dois caminhos: ou se deixava se perder em lamúrias, perder o corpo, a identidade, perder a graça e o 'dom da fé'... ou colocar tudo isso nas mãos de Deus e deixar que Deus usasse de sua doença para salvar sua alma, bem como para ser canal de Deus para que com sua doença, Deus fosse glorificado.

Como nós bem sabemos, ele conseguiu cumprir sua meta com muita maestria. Deixou o velho Léo cair por terra, deixou as pequenas limitações, as pequenas humanidades, e deixou vir a tona sua verdadeira identidade, mesmo massacrado pela doença, conseguíamos enxergar um brilho em seus olhos, uma paz em seu semblante, em sua presença, um amor que contagiava, pois tudo isso que ele refletia nada mais era do que as marcas que Deus colocou nele em sua formação no ventre de Dona Nazaré.

Meus irmãos essa mesma marca, que eu chamo de Marcas do Eterno, estão gravados dentro do nosso ser, em nosso coração, em nossa alma. E todos nós temos sempre as duas escolhas, ou o caminho errado, ou o caminho de Deus, cabe a nós decidir qual deles nós decidiremos. Não importa a situação que estejamos vivendo, não importa se estamos doentes, enfermos, com problemas, o que importa é que sentido estamos dando ou queremos dar para nossas vidas, para nossas enfermidades, para nossos problemas...

Se nosso coração está batendo ainda, é porque Deus nos ama com amor infinito e está nos dando sempre uma nova chance de tentarmos com a nossa vida, salvar as nossas almas e deixar rastros de Deus...

Eu não sei o que você está vivendo, que problema ta enfrentando, que enfermidade... mas eu gostaria que nesse exato momento você se sentisse abraçado ou abraçada por mim, não só como um abraço humano, mas como um abraço de Deus também. E por favor: Não desista de si mesmo, não desista da vida, pois Deus ama você com amor infinito. Vá em busca de sua verdadeira identidade, se abandone em Deus e deixe ele dar um sentido a sua vida...

clique na imagem para ampliar

Um imenso abraço a você, não esqueça: Você é filho, é filha do Céu!!!
Jonathan Melo 26.05.2011 - @jonathanmelowd - www.jonathanmelo.com.br/site/

Um comentário:

  1. Parabéns Jonathan...Todos nós passamos dificuldades, mas não devemos desistir, pois Deus nos ama infinitamente.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!