segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Entrelaçado em tantos erros!

Boa noite meus amados irmãos! Que o amor e a misericórdia de Deus esteja com cada um de vocês! Hoje mais uma vez vou partilhar algumas experiências sobre relacionamentos, apesar do foco ser com relação aos amorosos, mas também servirá para os outros tipos de relacionamentos.

Estes dias estive conversando com alguns amigos e nos vários relacionamentos que tenho visto e acompanhado, tenho percebido alguns erros frequentes, é com muito carinho que vou trazer eles a luz aqui, para que cada um de nós se esforce para tentar não cair nesses erros ou se estivermos neles, tentarmos corrigir.

Em minha humilde opinião eu creio que quando um sentimento vem de Deus, ele só pode gerar vida e amor. Por mais simples que seja o sentimento, se vier de Deus ele gerará isso. O que vem do Amor, o que nasce do Amor, não pode gerar outra coisa, senão vida e amor, pois tudo que Deus criou ele viu que era bom.

Se o que você tem vivido, sentido não está de acordo com algo que traga isso ao seu coração, então acho que está na hora de parar pra pensar um pouco sobre sua situação.

Infelizmente é com uma pequena tristeza que venho dizer que tenho visto pessoas que amo, 'entrelaçadas em alguns erros', e por sinal em erros frequentes. Eu defendo muito as nossas humanidades, as nossas limitações, precisamos nos aceitar como somos para podermos começar a construir algo bom.

Já bati várias vezes nessa tecla aqui e baterei quantas vezes for preciso. Nós só podemos nos doar a alguém quando nós temos a nós mesmos. Se não nos possuímos como vamos nos dar a alguém? As pessoas acham que estar com alguém ou ter alguém solucionará toda a nossa vida, erro fatal.

Infelizmente nós crescemos com muitas traumas, complexos, ressentimentos, não nos é ensinado a lidar com nossas emoções, com nossos sentimentos, principalmente não nos é ensinado a lidar com nossas perdas, com nossas dores, com nossos insucessos.

Porque eu digo isso? Porque quando temos uma série de coisas para curar em nós mesmos e damos um sim a alguém ou recebemos um sim de alguém, isso significa abraçar todo o universo que o outro traz consigo. Damos um sim a todas as qualidades, mas também a todos os problemas, a todos os defeitos.

Se nós mesmos não somos capazes de lidar com os nossos problemas e dificuldades, como lidaremos com os dos outros? Também há aqueles que preferem resolver os dos outros, e ocultam os seus [já fiz muito isso, graças a Deus tive a coragem de mudar]. É como se ajudando o outro a resolver o dele, o meu automaticamente se resolve e na verdade não é bem assim.

Infelizmente eu tenho visto muito joguinho entre os casais, pessoas que querem prender o outro aos seus caprichos, a sua vontade, a forma como bem quer e bem entende. Que gosta do outro, quem respeita o outro, dá a liberdade, dá o respeito, impõe limites, impõe respeito.

Quando temos um sentimento por alguém a primeira coisa que a lógica nos permite pensar é que devemos agir com atitudes que levem o outro a se sentir amado, a se sentir feliz, a se sentir livre, mas porque na prática ficamos fazendo joguinhos, manipulações, machucando?

Fazemos isso porque não nos possuímos, não sabemos quem somos, não sabemos nem o que sentimos, e muito mais do que tudo isso, fazemos isso porque temos o coração ferido e machucado, como o nosso querido Pe Léo tanto frisou.

Então vamos ser bem simples:

1. Precisamos ter a coragem de pedir a Deus a cura do nosso coração ferido e machucado, mas muito mais do que isso precisamos 'querer' verdadeiramente essa cura.

2. Precisamos ter a ousadia de pedir um coração novo ao Senhor, um coração puro, um coração renovado, restaurado.

3. Precisamos pedir SABEDORIA e DISCERNIMENTO a Deus. Sem a sabedoria dada por Deus não teremos uma vida abençoada, não teremos relacionamentos que sejam saudáveis, que sejam canais de cura para o nosso coração.

Acredito que com esses pequenos passos poderemos começar a pensar em construir algo com alguém de forma saudável, de forma curadura... Que tenhamos a ousadia de pagar o preço de nossa felicidade. Lembrando sempre que Deus nos deu a liberdade.

Cada um faz aquilo que bem quer e bem entende da sua vida, mas salientando que se somos capazes de tomar certas decisões e ter algumas experiências, que sejamos livres e responsáveis o suficiente para assumir a suas consequências também, sejam elas boas ou ruins...



Fica aqui minha torcida por cada um de vocês...
Abraço fraterno...
Jonathan Melo - 26.09.2011 - @jonathanmelowd

7 comentários:

  1. Que post sábio!
    Nossa é como de repente pudesse ver meus pensamentos publicados!
    Sempre defendi essa liberdade amorosa, em todos os relacionamentos, mas talvez não tinha conseguido me expressar com tanta clareza.
    Que Espírito Santo o preserve assim!
    Falando sempre sobre o que Deus quer!
    Força na missão!
    Graça e paz!

    ResponderExcluir
  2. NÃO É FACIL, FACIL É IR PRO INFERNO E GOSTOSO É PECAR.

    ResponderExcluir
  3. Marta Helena, que bom que comungamos de mesmo pensamento. Eu sempre acreditei nisso, e quero continuar crendo...

    A psicóloga Rosalia Schwarck diz: "Muitas pessoas passam maior parte do tempo procurando uma pessoas ideal para se relacionar. Ao invés de estar sempre procurando uma pessoa ideal, seja essa pessoa ideal, e fatalmente você encontrará um correspondente."

    Eu concordo piamente nisso.. E sou daqueles que prefiro estar só que ficar entrelaçado num relacionamento que eu sei que as perdas serão maiores que os ganhos.

    Obrigado pelo apoio e pelas orações...
    Deus a abençoe com todo seu amor de Pai!!!
    Abraço fraterno... Jonathan Melo!!!

    ResponderExcluir
  4. Ao Anônimo aí, não entendi bem ao que ele(a) se referiu de fato, mas sabemos que realmente não é fácil, alias tudo que vem fácil não vem de Deus... Pecar é gostoso sim, mas muito mais gostoso do que isso é a graça e o amor de Deus, que procuremos sempre isso em nossas vidas...

    Abraço fraterno!
    Jonathan Melo

    ResponderExcluir
  5. Calma ai Jonathan, na verdade me referi a uma palestra do pe leo que diz que facil e ir para o inferno e gostoso é pecar. Desculpe se fui mal entendido.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia!

    Que seu dia seja de paz, de sorrisos e de muitas bênçãos, e que você possa sentir a presença de Deus aonde quer que vá.

    “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”. (I Pedro 5:7)

    Deus seja contigo!

    Blog Yehi Or!
    http://hajalluz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Eu to calmo irmão ou irmã... rs...
    É como lhe falei que não tinha entendido... Então também lhe peço desculpas... Eu apenas quis ressaltar que a graça e o amor de Deus como o Pe Léo sempre nos falou é 'infinitamente' maior que nossos pecados, nossas limitações...
    Abraço fraterno a você!!!
    Jonathan Melo

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!