quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Canal de conversão e de cura !

"Doença não vem de Deus. Acreditar que a doença vem de Deus é negar toda a idéia que tem a Bíblia e a doutrina da Igreja Católica... a doença é uma afronta a Deus, ela é consequência do pecado pessoal, do pecado comunitário, social".
(pregação: “Vou pensar-lhes as feridas”)

Nesse pequeno trecho, padre Léo nos ensina que a doença não é vontade de Deus, mas sim, resultado de nossas escolhas.

Trago aqui o testemunho emocionante do padre Fábio de Melo: “Recordo-me que nas oportunidades que tive de estar com o padre Léo, em sua enfermidade, ele sempre me dizia: ’Nunca pedi a Deus que me curasse. Só peço que Ele me ensine a viver este momento de dor’.
Já o admirava por tantas causas, mas esta o tornou ainda maior diante dos meus olhos. Léo sabia que estava doente, devido às escolhas que fez. Ele mesmo o reconhecia.
Antes do Léo adoecer, muitas vezes ouvia de sua boca: ‘Vou morrer cedo’. E eu perguntava: ‘Por que, Léo?’. E ele respondia: ‘Já fumei muito na vida!’
Acompanhei sua mudança. Léo deixou o cigarro e empenhou-se em uma vida regrada e com muita disciplina alimentar, mas infelizmente não deu tempo. Os anos em contato com as toxinas da nicotina falaram mais alto.
Diante de Deus ele resolveu ser inteiro e honesto. Não pediu que Ele revertesse o destino de suas escolhas, mas apenas solicitou ajuda para saber viver bem o tempo da enfermidade. E ele o fez. Escreveu muito, e fez de seu tempo no hospital um tempo de profundo aprendizado e ensinamento.
...nos agraciou com uma pregação que nunca sairá de nosso coração. Ele disse: ‘Não sei por que estou doente. Mas sei para o que fiquei doente. Fiquei doente para ser mais padre, mais amigo, mais filho'. Naquele momento, padre Léo nos ensinou, mais uma vez, um jeito bonito e responsável de crer em Deus. Uma crença que nos coloca na busca das coisas do alto. Uma busca que se desdobra em atitudes concretas de conversão diária. Mudança que começa no que comemos, no que falamos, no que ouvimos, enfim, mudança que abarca a totalidade da vida humana”.
(do livro: “Quando o sofrimento bater à sua porta”)

Assim como pregou, padre Léo foi e está sendo canal de conversão e cura para muitas pessoas:
"A doença nunca é vontade de Deus... mas posso transformar minha doença num caminho para Deus, para mim e para outras pessoas".

Márcia A Bezerra

11 comentários:

  1. verdadeiramente , aquele homem era um homem Santo, um homem que com sua própia doênça ensinou que é possível tudo, fisicmente ele estava , morrendo, a alma dele estava cada vez mais purificada, ele continua vivo nos corações de muita gente inclusice o meu. como ele mim encomoda morto, mim comovendo com seus livros e pregações


    Claudimar Souza Pires
    Itambé- BA

    ResponderExcluir
  2. Me emocionei ao lê isso, estamos passando por um momento semelhante, na minha família, minha avó está doente, sem chances de cura e no momento que lie esse texto, conseguie entender o real significado!!!
    Obrigada aos organizadores desse blog por compatilhar verdadeiros ensinamentos.

    ResponderExcluir
  3. Eu me lembro desta pregação. Como tenho saudades do Padre Léo...

    ResponderExcluir
  4. Como gostaria te ter o conhecido pessoalmente, mas mesmo não estando entre nós aprendi muito com seu amor, o verdadeiro amor de JESUS. Obrigada JESUS por ter me dado a oportunidade de conhece-lo através de suas pregações e seus livros. . .

    ResponderExcluir
  5. Até na doença, o Pe. Léo não deixou de anunciar a salvação, analisai tudo e ficai com o que é bom... graças Pai, pela oportunidade deste grande homem, ter vivido aqui na terra agora o anjo retornou ä casa do Pai...

    ResponderExcluir
  6. Eu não tive a oportunidade de conhecê-lo, porém, creio que toda a sua hístoria, no deixou um legado muito intenso e a certeza de Deus é real e pode habitar nossos corações se assim desejarmos.

    ResponderExcluir
  7. MANDEI UM COMENTÁRIO AINDA HÁ POUCO

    ResponderExcluir
  8. Só sendo verdadeiramente de DEUS para conseguir entender que a doença não vem de DEUS.Isso PD LÉO comprendeu e aceitou como poucos, e tanto a fala do PD FABIO como o livro do DR ROQUE MÉDICO SIM GRAÇAS A DEUS vem nos confirmar isso.Hoje mais do que ontem creio que ganhamos um grande intercessor no céu,e apesar da falta que ele nos faz é bom saber que tem ajudado a cuidar de nós.DEUS abençoe a todos desse lindo blog. Bernadete P Pessanha.Campos dos Goytacazes.RJ.29/10/2011.

    ResponderExcluir
  9. Vivo cada momento, cada dia que passa é como Pe. Léo estivesse mais presente em minha vida, leio muito dos seus livros, vejo muitas palestras, não me canso. Muitas vezes a frase deve ser dita. NÃO PERMITA QUE A VIDA TE SEPULTE MAIS QUE A PRÓPRIA MORTE. "Buscai as coisas do ALTO" - Palavras do Pe. Léo. Busquem Pe.Léo,siga seus ensinamentos. Obrigado pela oportuninade. - osnyarantes@ig.com.br e osnysd55@hotmail.com.

    ResponderExcluir
  10. Da mesma forma que não conheci Jesus Cristo, não conheci Padre Leo, mas as palavras deles são eternas.

    ResponderExcluir
  11. nao conheci padre leo, nao conheço sua historia, mas uma coisa chama atenção, a coragem, coragem de tornar-se sacerdote, coragem de buscar tornar sua vida agradavel ao senhor, coragem de abrir o coração para os ensinamentos de uma doença tão devastadora, se isso não for caminho de santidade não sei qual é. este homem deve ser imitado, seus ensinamentos guardados e sua vida estudada, para ajudar-nos a encontrar o caminho da vida eterna. um exemplo recente de que uma pessoa comum cheio de limitações pode, chegar ou aproximar-se muito da verdadeira santidade
    vagne simao. vagnesimao@ig.com.br

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!