terça-feira, 4 de outubro de 2011

O bosque da vida!

Hoje, 04 de Outubro, a Igreja celebra São Francisco de Assis, o pai da Ecologia.
Padre Léo era apaixonado pela vida e obra de São Francisco, o que o motivou a escrever sobre ele, com muita nobreza, em seu livro: “Rastros de Deus”, incluindo-o na roda dos “Seus amigos mais chegados”, num bosque florido.

"A roda estava animada e mais animada ficou quando chegou aquele senhor barbudinho que contemplava os passarinhos, sorria para as plantas e amava a natureza como manifestação visível do amor de Deus. Era Chiquinho de Assis que chegava, cantando e sorrindo para as árvores, conversando com o vento e beijando o céu.
Francisco, jovem italiano, revolucionário como um leão, mas coerente como ele só. Percebeu que Deus era a sua única riqueza e por isso mesmo abandonou tudo que o mundo possui de material. Para ele, o importante era viver a vida divina na terra. Ele percebeu que a vida verdadeira não era aquela que seu pai sonhava para ele, mas que, como Cristo, deveria fazer a vontade do Pai celeste. E partiu para experimentar o amor de Deus. A vida de São Francisco nos ensina que é preciso nos desapegar das coisas materiais para compreendermos os valores eternos e imutáveis".

Hoje vemos que Léo Tarcísio, ainda um jovem padre, se espelhou na vida de São Francisco, quando começa a conhecer verdadeiramente os pobres, que ele vai amar de maneira radical, descobrindo o Cristo crucificado, em cada um. Deixando para trás o seu passado, partiu para experimentar o amor de Deus, trabalhando com dependentes químicos, prostitutas e outros marginalizados, reparando os estragos, restaurando as igrejas do coração.

“Senhor, fazei que eu procure mais... amar do que ser amado. Pois é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a Vida Eterna”.
Padre Léo viveu concretamente essa oração de São Francisco.

Que também nós possamos "experimentar um dia que é possível sentar-se no bosque celeste para contemplar a vida verdadeira!"

Márcia A Bezerra

Um comentário:

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!