terça-feira, 8 de novembro de 2011

Não há vagas para Deus!




Amados irmãos, que o amor e a misericórdia de Deus, nosso Pai, esteja com cada um de vocês!
Estava lendo o livro Experienciar Milagres, e esta frase do Pe Léo me chamou muito a atenção:


"Em cada dessas atividades humanas parece existir uma placa direcionada para Deus: Não há vagas!" Experienciar Milagres - Pe. Léo, scj, página 86.


Meus irmãos, Padre Léo se referia a várias áreas de nossas vidas. É uma frase que traz uma verdade forte e atual. Vivemos nossas vidas querendo construí-la do nosso jeito, no nosso tempo.


Nossas vidas andam num rítmo tão rápido que não temos tempo para refletir em como estamos vivendo, quais escolhas temos feito e as consequências disso para nós mesmos e para quem está ao nosso lado.


A conclusão é que estamos vendo nossas vidas passar. Deveríamos estar carimbando a vida com o carimbo do Alto, mas estamos carimbando com o carimbo da Terra mesmo, estamos vivendo uma vida encardida.


E a lista de justificativas cresce a cada dia. Não temos tempo de ir à Igreja porque temos casa para arrumar, filho para cuidar, jogo de futebol, trabalho, manicure, academia. Ah, e tem a novela que está imperdível...


Hoje, precisamos ver quem será eliminado no BBB ou quem vai sair da Fazenda. Precisamos olhar o twitter, orkut, facebook, e-mails, portais de notícias e fofocas e, nesta lista, também entram os sites religiosos, pois, infelizmente, muitas vezes damos mais atenção a eles do que a Deus.

Será que o que foi citado acima nos mostra como nossas vidas realmente têm sido? É duro, mas é verdade, não é? Deus precisa ser o centro de nossas vidas, precisamos ser 'teocêntricos', precisamos colocar Jesus como 'maior motivo' de nossa existência. O Espírito Santo precisa ser nosso amigo íntimo, amigo de todas as horas.


Como o próprio Jesus nos falou: "Sem mim, nada podeis fazer". Ele falou NADA, de modo que em TUDO o que fizermos, ele terá de estar junto, não há exceções! Gente, isto é muito forte, mas é a verdade, a Palavra é clara.


E nossos relacionamentos com nossos pais, filhos, irmãos, amigos, cônjuges, namorado, namorada, noiva, noivo, padrinho, madrinha? São relacionamentos que têm carimbo do céu? Como está nosso coração? Está cheio de mágoas, ressentimentos, traumas? Como estão nossas emoções, sentimentos, afetividade e sexualidade?


"Amar é dar Deus para os nossos filhos, para o nosso irmão", nos dizia Pe. Léo. Ou fazemos isso, ou seremos pessoas infelizes. Ou abrimos vagas para Deus em todas as áreas de nossas vidas, ou seremos uma raça de gente fraca, melindrosa, manhosa, frustrada. Continuaremos sendo 'antas'.


Hoje é preciso decidirmos começar uma nova vida, começando a olhar as áreas de nossas vidas em que fechamos a porta para Deus. E aí, o que vamos escolher? Há vagas em nossas vidas para Deus?


Abraço fraterno...
Jonathan Melo 08.11.2011 - @jonathanmelowd

2 comentários:

  1. Realmente é um profundo artigo, temos que lê-lo muitas vezes para podermos entender o que realmente estamos fazendo nas nossas vidas. Eu já digo aki que tenho rever muitas coisas, inclusive quero carimbar a minha vida com as coisas do alto, isso eu ouvi ele falando lá naquela palestra no Hosana Brasil 2006, ficou gravado na minha mente, mas muitas vezes a gente ñ consegue por em prática, mas como falei, vou ler, reler e reler quantas vezes for necessário para colocar esse artigo maravilhoso do Blog do nosso querido Pe.Léo escrito por esse ou esses amigos queridos que tem o maior carinho ao postarem essas coisas lindas para nós. Obrigada Senhor por essas vidas e por vc Léo ter passado pelas nossas vidas e ainda continua passando. Obrigida Senhor! Obrigada meninos e meninas.
    GINA ROCHA

    ResponderExcluir
  2. Ja li o livro Experienciar Milagres muito bom todos deviam ler

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!