sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

O silêncio de um novo começo!

Chegou o momento de iniciar a quimioterapia, que segundo a Dra. Juliana seria muito agressiva: "O sofrimento foi enorme! Certa ocasião ouvi Juliana dizer ao padre que, se fosse jogada ao mar uma quantidade proporcional de quimioterapia, todos os peixes morreriam, tendo em vista a violência do medicamento aplicado. Então brinquei com o padre, dizendo:
- Ainda bem que o Senhor não é peixe, não é?

Ele riu, mas entendeu muito bem a comparação feita por Juliana"
(do livro: “Médico, graças a Deus”)

Padre Léo sorriu em silêncio, lembrando do que escreveu em seu livro "Segredos para a Cura Interior”: “Não se trata câncer com chá de hortelã. Problemas sérios exigem empenho, luta, renúncia, sacrifício, oração, doação, dedicação, raça, persistência, recomeço, apoio de pessoas amigas, gratidão, abandono em Deus e a graça de persistir até o fim".

Apreensivo, mas ao mesmo tempo esperançoso, e “decidido a assumir essa etapa de sua vida, bem diferente de tudo o que já tinha vivido”. Era preciso depender de Deus, era preciso confiar no Senhor. Estava preparado, pois a partir dali viveria uma nova história escrita dentro de uma nova realidade.

Na hora da dor terrível, sofrendo os efeitos colaterais da quimioterapia ficava quieto, orando, buscando a união íntima e profunda com Deus. Nessa hora a sua alma mergulhava em Deus. O padre nunca esteve tão perto do Senhor como nesses momentos. Se a doença o fez perder tudo, Jesus veio para lhe dar tudo. Jesus veio lhe garantir a vida plena.

A cada quimioterapia ficava mais fraco, não conseguindo ficar sentado. O sono tomava conta, perdendo contato com o mundo.
Em certas ocasiões, os que são de Deus vão ficar na solidão, o essencial é o que fica. Haverá um momento em que ficará só você e Jesus, o Jesus crucificado. É a sua alma na presença do Amado. A alma justa sofre em silêncio.

“Quem se une ao Senhor torna-se com ele um só espírito” (I cor 6,17).

Márcia A Bezerra

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!