quinta-feira, 12 de abril de 2012

Um testemunho à favor da vida!


Eu estava grávida do Igor, meu primeiro filho, e no 4º mês, foi detectado um atraso no crescimento, afetando todo processo de desenvolvimento dele. Foi diagnosticado com ANENCEFALIA entre outras anomalias...


Na tentativa de salvar meu filho, acreditei na médica que disse que ele não tinha possibilidade de vida dentro de mim e que iríamos tentar um parto prematuro. Enquanto me preparavam para entrar no centro cirúrgico, descobri que o bebe também não tinha chance de vida fora de mim, e que viria a falecer logo que nascesse.


Alguns médicos já reunidos tentavam decidir por mim sem o meu conhecimento.


Minha família soube e então, ENTRA EM AÇÃO À FAVOR DA VIDA, pois assim como eles, eu também era contra o ABORTO.


Acreditei num milagre, mas deixei DEUS ser DEUS e decidir o que fazer.


Então recebi a noticia! Já internada e com todos os preparativos para o “parto” a médica esclareceu que a cirurgia seria um aborto, pois o Igor não iria sobreviver... Precisavam apenas do meu consentimento diante da autorização de “antecipação terapêutica do parto” já que os médicos estavam prontos para realizá-lo, defendendo a “necessidade” de fazê-lo pois, segundo eles, era um absurdo levar a gestação adiante diante desse diagnóstico.


Tentaram nos convencer de todas as formas e com todos os argumentos científicos de que ESSA ERA A MELHOR SOLUÇÃO!!!


Naquele momento tive sim muita tristeza, havia mais possibilidade de morte do que vida, mas Deus estava lá e era o Senhor da historia. O Igor veio com a linda missão de nos ensinar a amar até o fim! Amar incondicionalmente!


Pensei ainda que levando a gestação até o fim, se o Igor vivesse ao menos por duas horas, seria possível doar seus órgãos e que teriam crianças aguardando essa doação! Os órgãos eram normais e ele já estava com 6 meses. Seria outra missão lindíssima! Quantos de nós dariam a vida para que outros pudessem viver?


SOU A FAVOR DA VIDA e não tenho o direito de decidir quem vai viver. Embora eu mesma corresse risco de morte, decidi ir até o fim. Não gerei o Igor sozinha!


“Vou publicar o decreto do Senhor. Disse-me o Senhor: Tu és meu filho, eu hoje te gerei.” (Salmos 2,7)


Percebi que no dia 25/04 um movimento estranho em minha barriga me dava a certeza de que ele tinha morrido. ERA O DIA DO MEU ANIVERSARIO. Então, 26 /04 um ultrassom confirmava o óbito fetal.


Inicia-se ali um LINDO PROCESSO DE CONVERSÃO.


Uma missão que muitos levam anos para entender, o Igor, em seu pouco tempo de vida a cumpriu!


Hoje, vendo tudo o que está acontecendo, parece-me que ainda temos muito o que aprender sobre isso e muitos passarão por essa vida sem aprender porque não tiveram a oportunidade que eu tive com meu filho ANENCÉFALO que me ENSINOU A VIVER NO AMOR!


JESUS não nos deixará sem paz se mantermos os olhos fixos NELE!


O IGOR FOI MINHA PRIMEIRA ALEGRIA, DEPOIS VEIO A SEGUNDA, O GABRIEL, A TERCEIRA, O HENRIQUE, E A QUARTA, O TOBIAS.


DEIXEM DEUS SER DEUS !!!


“Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.” (São Mateus 25,40)


Obrigada Senhor, por ter me amado TANTO ASSIM!


Por: Karina Lemos dos Santos Coelho


Testemunho enviado ao nosso blog por Cristiane Coelho de Oliveira, irmã de Karina.

5 comentários:

  1. Fé no amor do Pai.Tudo na vida tem um "pra quê" e essa sua história de vida de fé e confiança no Deus de amor,com certeza tocou fundo nos corações de quem leu e viveu com vc.Parabéns pelo testemunho.

    ResponderExcluir
  2. QUE SAUDADES PADRE LÉO, ETERNO SEJA SUA PESSOA

    ResponderExcluir
  3. É isso ai meus irmãos vamos deixar DEUS SER DEUS em nossas vidas. obrigada pelo seu testemunho.

    marli aparecida moreschi

    ResponderExcluir
  4. Vendo assim eu aceito, o certo é não matar o feto. Porque a alma é perfeita, e o corpo com o tempo se ajeita! Como foi a do Igor, que pode viver mais dois meses juntos e comemorar o aniversário da mãe e ainda ensinar a mãe a amar incondicionalmente na sua conversão... Vamos viver até o fim juntos, pois do contrário seria melhor matar, roubar e destruir. O Padre Léo nos ensinou tanto sobre isso, é só escutar suas pregacões! Parabéns Karina pelo testemunho.

    ResponderExcluir
  5. Antonio marcos
    como costumava dizer pé léo eu tinha dó de gente feia,mais agora eu tenho dó de quem não tem Deus, Ele sempre está nos mostrando a sua presença com as suas testemunhas, neste momento Karina foi istrumento nas mãos de Deus.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!