quarta-feira, 18 de julho de 2012

Crescendo na fé!

Tarcísio viveu uma vida normal, dentro de uma família numerosa, pai, mãe e oito filhos. Moravam na zona rural, município de Delfim Moreira. Sua casa tinha quatro cômodos, não tinha sofá na sala, e no quarto a cama com colchão de palha. A falta de energia elétrica era substituída pelo lampião a querosene. Era ali, naquele lar aconchegante, que disputavam o banquinho da taipa do fogão para aquecer nas noites frias do Biguá. Mas não iam dormir sem antes obedecer a um ritual sagrado: pedir a bênção aos pais.

O lar, a família, é um canteiro preparado por Deus para ser cultivado e fecundado os valores cristãos. Quinzinho e Nazaré, levando uma vida abnegada e paciente, enfrentavam com o trabalho os desafios de criar os filhos, oferecendo a eles uma educação religiosa exemplar. Eles davam testemunho de fé no dia a dia, mais pelo exemplo do que por palavras. E o menino Tarcísio foi crescendo, assimilando tudo e procurando imitá-los.

Momentos fortes que marcaram a infância de Tarcísio foram as celebrações das missas realizadas na Capela São Benedito. Não eram frequentes. Padre Arlindo fazia as visitas uma vez ao mês. Mas quando percebiam o Jipe do padre rasgar a estrada empoeirada do Biguá, o serviço era interrompido e todos se dirigiam à capela: confessar e participar da Celebração Eucarística.

Sabemos que as experiências familiares, o que recebemos no berço, é o que levamos para a vida adulta. Aquele menino trazendo dentro de si a boa semente, no decorrer dos anos a fez germinar e deu muitos frutos. A árvore boa, com raízes profundas, sempre dá uma ótima colheita.

Perseverando no caminho traçado por Jesus, e vivendo a radicalidade de seu seguimento, Tarcísio é ordenado sacerdote, tornando-se conhecido como padre Léo.

Em seu livro: “Famílias Restauradas” está escrito: "É preciso fortalecer a base maior para a vida familiar: a presença de Deus dentro do lar... Quando se tem Deus, se aprende a transcender, a superar as dificuldades... A família precisa ser uma escola de fé..."

2 comentários:

  1. A Capela São Benedito (muitas vezes citada nos livros e pregações do pe. Léo) está localizada no Bairro Rural (Biguá) a 25 km de Delfim Moreira.

    Foi construída no ano de 1940. Passou por muitas reformas, graças às festas promovidas pela comunidade.

    As celebrações e as festas de São Benedito, são encontros de confraternização, e para celebrar o santo padroeiro.
    Atualmente as festas são realizadas em Outubro/Novembro. Além de preservar o patrimônio, mantém viva a devoção a São Benedito.

    ResponderExcluir
  2. Tudo que diz respeito ao pe Léo me interessa muito, é crescer com o que este sacerdote viveu e ensinou.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!