quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Lentes encardidas

Olá meus irmãos que a Luz do Cristo Ressuscitado ilumine os vossos corações! Ultimamente tenho percebido em minha vida, e na de algumas pessoas, que muito do sofrimento que passamos se deve pela forma como enxergamos a vida, as situações, os problemas. 

Nessas horas me lembro da palavra 'encardido' que o Pe. Léo sempre falava, tenho visto que cada um de nós e todos nós estamos olhando a vida com lentes encardidas. Encardidas pelos ressentimentos, mágoas, falta de perdão, dores, sofrimentos... tudo isso vai machucando o nosso coração, fazendo com que ele perca a sua identidade original que é o amor, a capacidade de amar.

Por vermos a vida por essa ótica encardida, tudo que enxergamos, vemos de forma errada. Aquilo que acreditamos e até conferimos como verdade não passa de uma mera impressão influenciada pela visão encardida. Como dizia Exupery: "Só se vê com o coração". E se eu não estiver errado em uma passagem da Bíblia, o apóstolo Paulo nos fala que precisamos enxergar com os olhos do coração

Com base nisso podemos também identificar que muitos das dores e sofrimentos que causamos as pessoas ou que sofremos delas, nada mais é do que consequência dos machucados que nós temos no coração e do que as pessoas tem no coração. E muito da 'verdade' que damos aos outros ou que os outros nos trazem, que por vezes até usamos o termo: 'mas a verdade liberta', nada mais é do que uma verdade errada tendo como base a nossa forma errada de ver os fatos.

Como limpar nossas lentes? Como enxergar a vida da forma correta? Como encontrar a verdade? A Palavra de Deus nos diz em I João 1,5: "Deus é luz e nele não há treva". Se Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida, só Ele é capaz de lavar nossas lentes. Se Deus é Luz e nele não há treva, só a luz dele é capaz de tirar as trevas encardidas de nossos corações. Se o Espírito Santo é o Espírito da Sabedoria, Ele nos dará as ferramentas para achar o caminho da cura dos nossos corações e consequentemente a cura de nossa cegueira espiritual e muitas vezes cegueira humana. 

Talvez para muitos isso possa parecer muito irreal, muito filosófico, mas não é. A Palavra de Deus é viva, agora o problema é que nós não acreditamos nela, nem tomamos posse de todas as graças que Deus nos proporciona. 

Uma das coisas que andei descobrindo em mim mesmo, é que geralmente quando somos machucados por alguém, geralmente achamos que o outro quem precisa limpar a lente, que o outro é o errado, mas meus irmãos, todos nós temos alguma lente para ser lavada pelo Sangue Santo de Jesus. 

Nós só conseguimos enxergar bem se deixarmos Jesus lavar nossas lentes, lavar o nosso coração, só conseguiremos encontrar a verdade em Cristo Jesus. Como o Márcio Mendes nos fala: "Assim como os olhos não podem ver sem a luz, assim também o homem não pode fazer o que é certo sem a graça do Senhor".

Jesus nos diz: "Sem mim nada podeis fazer". A pergunta que fica é: estamos dispostos verdadeiramente a deixar Jesus lavar as nossas lentes encardidas? Hoje a minha oração é para que nós tenhamos essa coragem hoje de pedir a Deus a graça de lavar as nossas lentes. 



Tenha essa coragem, Jesus está com você e quer fazer você feliz!
Abraço fraterno...
Jonathan Melo

2 comentários:

  1. Bom dia Pe. Léo.
    Sou estudante de Filosofia e estou precisando de uma abordagem católica sobre o pecado original, o livre arbítrio e sobre a epístola do apóstolo Paulo aos romanos. Poderia me ajudar?
    Obrigada

    Alessandra

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Pe. Léo.
    Sou estudante de Filosofia e estou precisando de uma abordagem católica sobre o pecado original, o livre arbítrio e sobre a epístola do apóstolo Paulo aos romanos. Poderia me ajudar?
    Obrigada

    Alessandra

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!