sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Aquele que crê em Jesus, verá a glória de Deus!

"Precisamos pedir a graça ao Senhor de avisá-lo de nossos problemas: ‘Senhor, aquele que tu amas está enfermo’... Pode ser que Jesus não venha naquela hora. Talvez não venha para que a obra seja maior ainda, como não foi a Betânia... Se de fato acreditarem, vocês verão a glória de Deus... Mas quando se tem a certeza de que Deus está no meio de nós, podemos fazer como Marta e Maria, que tinham liberdade suficiente para reclamar de Jesus. E se a sua oração for verdadeira, ela vai ser uma reclamação também. Quantas e quantas vezes você vai brigar com Deus, no sentido mais lindo dessa palavra, porque se amar é poder falar o que penso, amar também é falar sem pensar". 

Neste trecho da pregação: ”Imitar as virtudes da Sagrada Família”, padre Léo faz referência ao capítulo 11 do Evangelista São João: Depois de receber a mensagem de que seu amigo Lázaro estava doente, permaneceu ainda mais dois dias antes de ir a Betânia (v.6). Não parece incoerência, que Jesus não tome nenhuma atitude, sabendo que seu amigo iria morrer, e que só Ele poderia salvá-lo? Não foi, certamente, por indiferença, pois sabemos o amor que Jesus tinha por aquela família, mas para que o milagre da ressurreição de Lázaro fosse mais evidente, para lhes fortalecer a fé.

-Jesus queremos lhe informar que aquele que tu amas está sofrendo, aquele que tem as mãos ungidas, nosso querido sacerdote padre Léo está doente. -Onde está Jesus? -Por que não responde? Quantas vezes essa não foi nossa oração?
A resposta para esse mistério está no versículo 4, quando Jesus declara que a dor, a enfermidade é para a glória de Deus e de seu Reino, para o bem eterno dos sofrem. Jesus tem um propósito diferente do que queremos. O seu cronograma, quanto às nossas provações é diferente do nosso desejo. Deus é o Senhor absoluto e seu projeto para nós é a vida plena. Está junto conosco o tempo todo, encaminhando nossa história para a felicidade.

Padre Léo lutou pela vida com toda a sua fortaleza de espírito, brincando com a própria dor, tentando vencer o sofrimento com a sua vontade de viver, superando-se pelo sorriso, pela vitalidade no olhar. Com fé, esperança e vivendo o martírio do leito, vislumbrou o novo horizonte.
E no final rendeu-se aos braços do Senhor. Viveu em Cristo, morreu em Cristo, tendo recebido o maior dos galardões, vive eternamente na glória do Senhor. "E todo aquele que vive e crê em mim, jamais morrerá. Crês nisto?" (v.26).

2 comentários:

  1. Rizomar R. Rodrigues
    rizo.cruz@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Acredito sim que Deus tem sempre um propósito para nós que ele nos ama incondicionalmente e que quer o nosso bem e felicidade.Todos aqueles que estão próximos de Deus são abençoados e com certeza encontraram a paz,nós que estamos na terra ainda lutamos com os monstros que existem na nossa vida como a violência,as guerras,o mal está sempre em volta tentando nos prejudicar e nos fazer mal mas se estamos com Deus nada e entregamos nosso caminho a Ele nenhum mal se aproxima de nós muito pelo contrário ele envia seus anjos para nos proteger e nos guiar para um caminho do bem e da paz.Poucos encontram a paz de espírito mais se está com Deus se verdadeiramente tem fé com certeza Deus está em nós.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!