domingo, 4 de novembro de 2012

Frei ou fráter Léo

Frei vem de “fráter” que significa “irmão”, “frade” em latim. É o termo usado àqueles que pertencem a uma congregação religiosa, homens que vivem uma mesma regra e mesmo ideal, num convento.

O jovem Léo aos 17 anos de idade experimentava uma realidade dura e cruel, quando participou de um encontro vocacional em Itajubá. Através dos missionários do Sagrado Coração, conheceu a Congregação dos padres do Sagrado Coração de Jesus.
Descobrir, decidir, assumir a vocação não foi fácil para aquele jovem. Não foi fácil perceber o quanto Jesus o amava. O desejo de seguir a espiritualidade do Sagrado Coração de Jesus, veio a florescer quando conheceu o carisma: amor e reparação, e principalmente a vida do fundador, padre Dehon.
Amar e reparar quer dizer: consertar o que a vida estragou, libertar, promover, devolver a dignidade que a vida roubou, direcionar o novo caminho. "No coração de Jesus nós descobrimos que Deus nos ama e somos chamados a fazer a experiência desse amor".

As coisas de Deus não são conquistadas de uma só vez. Uma viagem longa precisa de um primeiro passo. Assim também a vida de um consagrado precisa de um primeiro encontro, renovado milhares de vezes. A isso se chama conversão.
No ano de 1982, com 21 anos, aquele jovem cabeludo, com idéias revolucionárias entrou para o Seminário Dehoniano de Lavras-MG.
No Noviciado Nossa Senhora de Fátima, em Jaraguá do Sul/SC, no ano de 1983, um ano após, fez os seus votos religiosos. O mais novo integrante do noviciado (tempo de iniciação na vida da Congregação), alguns o chamavam de Léo (o seu pseudônimo), outros de Tarcísio (seu nome de batismo: Tarcísio Gonçalves Pereira).

Mais tarde, cursando teologia em Taubaté, em 1988, já pregava e animava muitos Retiros, Encontros, Congressos e Cenáculos em todos os lugares do Brasil, e como diácono, ficou conhecido como “frei” Léo ou “fráter” Léo. 

Padre Léo pertenceu à Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus (dehonianos), durante 28 anos de sua vida (1978 a 2007).

3 comentários:

  1. Hoje certamente está colhendo os frutos desta linda caminhada, lá no céu, ao lado de Nosso Pai, Deus e nosso irmão santo, Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  2. tenho o Léo como meu intercessor e de tanta intimidade que tenho com ele mesmo sem o ter conhecido pessoalmente o que eu queria muito até o chamo de somente de Léo e ele tem intercedido por mim para que o espirito santo me ilumine nas minhas pregações que faço no grupo de jovens missionários em que sou coordenador e só tenho a agradecer por mesmo estando morto para este mundo esta vivo em cada coração de quem o conheceu e que conhece agora por suas pregações.
    padre Léo interceda por nós.
    AMÉM!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Todos os dias eu peço ao Padre Leo sua interceção..sinto muita saudade..

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!