segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Frutos de santidade!

“Na hora, qualquer correção parece não ser motivo de alegria, mas de tristeza; porém, mais tarde, ela produz um fruto de paz e de justiça naqueles que foram corrigidos” (Heb 12,11). 

Trago aqui o testemunho de Ziza Pereira, que exerceu a função de diretora do programa: ”Tenda do Senhor” compartilhou uma experiência que durou poucos minutos, mas pode colher os frutos que vão durar para sempre.

“Pede para o padre Léo encerrar o bloco que a gente precisa ir para o intervalo. 
Ele ficou muito bravo na hora e falou diante das câmeras: ‘A gente precisa ir para o intervalo, porque a fita está acabando e a diretora quer que termine logo’. 
Eu fiquei muito chateada e ele também. 
Uma semana depois, no lançamento do livro: “Rastros de Deus”, padre Léo me chamou de lado e me disse: ‘Ziza este livro é para você’. Na dedicatória do livro estava escrito: ‘Eu peço perdão porque muitas vezes sou muito mais rastros de trevas do que rastros de Deus, mas eu quero ser rastro de Deus’. 
Quando me deparei com aquela dedicatória eu vi que ali havia um homem que tinha sede de santidade, lutava com o seu temperamento forte, mas que queria a santidade”. 

Por inúmeros momentos e circunstância de nossas vidas agimos sem pensar e não nos damos conta de que ofendemos profundamente uma pessoa. Reparar o mal, pedir perdão é assumir um compromisso em favor da paz e da justiça.

Este episódio evidencia a humildade, virtude que já não existe mais nos relacionamentos, e que deve nos acompanhar em tudo quanto fazemos. Padre Léo, na liberdade de falar o que pensava, ponderou, assumiu a sua posição, pois amava a verdade e quem vive a verdade tem respeito por si e pelos outros.

Em sua infinita bondade para conosco, Deus espera que brote em nós frutos de santidade, para que possamos caminhar lutando, servir com coragem e confiança, desta maneira seremos rastros de Deus para o mundo.

(Veja este testemunho na íntegra – DVD “Corações ao alto”- www.bethania.com.br)

2 comentários:

  1. Sabias palavras. O padre leo mesmo morto transforma as pessoas e uma delas sou eu.Eu me chamo Maria Luzia Martins L Pires sou do estado Goias e tenho 25 anos . E digo o Padre Leo me tranformou , hj sinto que ele me ajudou mt e ate pareçe que conheço ele pessoalmente.E como ele disse buscai as coisas do alto eu busco todos os dias.Eu quero ser Rastro de Deus nesse mundo.Eu precisava ler essas doces palvras escrita neste belo texto. Nao dei as experiencia do padre leo se apagar.Pq onde ele estive ele resgata pessoas p Deus e eu sou uma.obrigada padre leo.Infelismente nao conheci em vida mas teus videos me resgatou a um ano para Deus.Louvado seja Deus Pai!

    ResponderExcluir
  2. Minha querida Maria Luzia!
    Sim, pessoas que vieram a conhecê-lo após o seu falecimento, recebem muitas graças de conversão. Quem ouve suas pregações ou lê os seus livros, não permanece o mesmo, porque o padre Léo sempre buscou as coisas do céu aqui na terra, ele procurou seguir os rastros daquele por quem se apaixonou: Jesus Cristo.

    Com o padre Léo aprendemos olhar sempre em frente e tentar ser e fazer o melhor para o irmão. Ele nos ensinou a colocar nossa confiança somente em Deus, assim alcançaremos a nossa meta.

    Continue a visitar o blog e você verá um homem com todos os seus defeitos, mas que lutava muito pela santidade. Sacerdote do coração de Jesus, que desejou e esperou ir logo para o céu, a fim de unir-se com seu amado Senhor.
    Um abraço!

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!