terça-feira, 23 de abril de 2013

Nos braços do Bom Pastor!

“Eu sou o bom pastor, diz o Senhor; eu conheço as minhas ovelhas e elas me conhecem”. 

Neste início de semana a liturgia da Igreja nos apresenta o Evangelho de São João, capítulo 10, onde Jesus declara ser o “Bom Pastor”, convidando-nos a fazer parte do seu rebanho.

Refletindo esse capítulo de São João, vamos perceber que o evangelista ilustra através da bela imagem do pastor, que Deus é cuidadoso, vigilante e amoroso para com suas ovelhas.
Jesus é ainda a “porta do redil” por ser o único medianeiro entre Deus e os homens, e somente por meio Dele pode-se chegar ao Pai. Só por meio de Jesus teremos vida eterna, foi para isso que veio.
O verdadeiro pastor doou sua vida por suas ovelhas: “Eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância”. 

Em razão disso precisamos fazer todos os dias a experiência do amor de Deus, consagrando-nos ao serviço do Senhor. As obras que realizamos, quando deixamo-nos guiar pelo Espírito de Deus, são manifestações de amor e de compaixão.
Uma das mais marcantes experiências vividas pelo padre Léo, ele partilha conosco em seu livro: "Servir no Espírito": 
Estudava no Seminário de Lavras-MG, em 1982, primeiro ano, quando conheceu a menina Camila, através de seu tio João Luiz, também seminarista. Oito anos depois, já como diácono foi visitá-la. "Camila estava doente havia cerca de dois anos". A partir daí suas visitas passaram a ser mais frequentes.

Quem não tem coragem de enfrentar a cruz, certamente não terá coragem de carregá-la.
"A doença avançava assustadoramente... Camila era sempre sorrisos. Até seu choro era risos. Nunca perdeu a paz. Trancada em seu quarto e presa pela paralisia, Camila era livre. Tinha no coração todos os que amava". 

Em agosto de 1990, dia dos pais, quando foi visitá-la, a encontrou diferente:
"Olhava demoradamente e sorria para um calendário de parede. Era um belíssimo poster da figura do Bom Pastor. Jesus rodeado de ovelhas e com uma pequena ovelhinha nos braços. Camila me pediu que também olhasse para aquela figura... Com o sorriso de sempre, olhou profundamente nos meus olhos e disse: ‘Léo, a ovelhinha que está nos braços de Jesus é paralítica. Ela não pode andar. Por isso Jesus a carrega em seus braços. Esta ovelhinha sou eu. Por isso sou tão feliz! ’"

Camila viveu um tempo de graça, se preparando para o encontro com o Senhor. Por isso foi curada. Recebeu a cura definitiva. "No dia 23 de Setembro, Camila partia, tranquila e serena". 
Uma lição de vida para nós.

A importância dessa experiência o fortaleceu quando também passou pelo calvário. "Precisamos deixar Jesus ser o Senhor de nossa vida. Quando isso acontece sabemos que o nosso destino está em suas mãos..."
Hoje, padre Léo e Camila estão nos braços do Bom Pastor. Para Camila: simplesmente “Léo”.

Adquira o livro: “Servir no Espírito” pela Loja Virtual Bethânia.=www.bethania.com.br

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!