quinta-feira, 11 de abril de 2013

Ressentimentos amparados pela razão

Que a paz do Cristo Ressuscitado esteja com cada um de vocês! Vou tentar partilhar com vocês hoje um assunto que percebo que é muito real e presente em nossos dias. O ressentimento é um dos maiores males que nos atormenta hoje. 

Muitas vezes nem sabemos que estamos ressentidos, pois ele sabe se disfarçar em meio a outros sentimentos. Do jeito que o mundo está, estamos muito mais propensos a doenças emocionais, a dores e sofrimentos. Somos expostos a situações de muito desgaste emocional, precipitamos muito a diversas ansiedades e estresses. 


Nos ressentimos, muitas vezes, pelas mágoas que adquirimos através de relacionamentos. A dor é muito maior quando na situação a nossa porcentagem de erro é bem menor do que a da pessoa que nos machucou. Dessa forma adquirimos um ressentimento, uma mágoa, 
um rancor sustentada por uma razão. 

Muitas vezes a nossa própria mente fica nos dizendo: "Mas você não deu motivos para ele(a) fazer isso". "Logo ele(a) que você tanto amou e se dedicou fez isso com você". "Você se doou tanto a ele(a) e é assim que ele(a) retribui?".

Uma pessoa nos machuca de forma consciente e sabe que podia nos  machucar, muitas vezes sequer pensa no erro que cometeu, não se arrepende, não tem humildade de voltar atrás, conversar, pedir desculpa, tentar reparar o erro. E quanto mais tempo passa, mais a razão dentro do nosso coração aumenta e infelizmente cada vez mais ela vai fazendo aumentar o ressentimento. 

Como se isso não bastasse a coisa piora quando se trata de pessoas que amamos muito. A dor que ela nos causa é infinitamente maior, pois ela nos machuca por dentro. Quando amamos um amigo, um parente, um namorado, uma esposa, nós construímos um significado muito grande dentro do nosso coração, então quando a outra pessoa comete algum tipo de erro que nos magoa, isso começa a nos ferir por dentro, pois é no nosso coração que ela se encontra. 

Se a pessoa não consegue se arrepender, não consegue pedir desculpas, quando não tenta reparar o erro, se nós não cuidamos da gente, esse ressentimento vai aprofundando as raízes dentro do nosso coração, culminando por frutificar muitos sentimentos ruins dentro de nosso coração. 


O que fazer quando tudo isso acontece? Jesus nos diz uma coisa muito séria e importante: "Sem mim, nada podeis fazer" João 15,5. 


Um dos maiores erros que cometemos em nossas vidas é fazer as coisas por nós mesmos sem consultar a Deus. Vivemos as nossas vidas sem a devida orientação do Espírito Santo. 

Nessas situações precisamos parar e voltar todo o nosso coração ferido e machucado para o Sagrado Coração de Jesus. Deixar que ele lave, cure e restaure o nosso coração. Quando Deus entra em nosso coração, ele não deixa do jeito que encontra, mas muitos de nós não encontramos a cura porque nos apegamos tanto a nossas ilusões, sofrimentos e pecados que não deixamos Deus ser Deus em nosso coração. 

Em situações como essas só a oração, só a intimidade com Deus nos leva a alcançar a cura. Através do Espírito Santo conseguimos a sabedoria e o discernimento para cada momento. É  ele que nos leva a curar as lembranças negativas que tanto nos machuca. 

Eu não sei quais são as dores, as mágoas, os ressentimentos que gritam dentro do seu coração, mas eu desejo que hoje você tenha a coragem de entregar todo o seu coração ferido e machucado ao Sagrado Coração de Jesus, para que ele possa curá-lo, restaurá-lo e inundá-lo de muito amor. 

Abraço fraterno...
Jonathan Melo

3 comentários:

  1. Como diz a música 'Sangue Redentor', a qual parafraseio agora, Só Teu sangue, Senhor, tem poder para curar-nos.
    Que nessa certeza possamos entregar inteiramente ao Espírito Santo toda a nossa vida, sem reservas, pois, só assim, alcançaremos paz e evoluiremos em sabedoria e graça.

    Bela reflexão, Daddy.
    Que Deus de abençoe :)

    ResponderExcluir
  2. Achei a matéria excelente, pois, de fato, os males da alma, as feridas que nos causam doenças emocionais, infelizmente, aumentam a cada dia.É com pesar que tenho constatado que as pessoas têm andado na contramão dos princípios morais e a falta destes leva o mundo a cometer outros atos tão ou mais importantes, que são a falta de respeito total, a agressividade, a mentira, a inveja, o ciúme e o querer levar vantagem em todos os sentidos, mas, especialmente, quando se trata de valores materiais. Falo do que vivi em ambos os sentidos, inclusive em família.

    ResponderExcluir
  3. Sem dúvida alimentar e guardar ressentimentos é algo extremamente doloroso. Não devemos fazer isso com o nosso coração. Ele é a morada sagrada do Espirito Santo. Quando permitimos que ressentimentos, sejam eles de qual ordem forem, apossem-se do nosso coração, perdemos a capacidade de saborear o melhor vida, bem como as maravilhas que Deus nos preparou. Pois quando estamos ressentidos, feridos e machucados ficamos cegos, e assim não conseguimos enxergar nem mesmo o amor de Deus, tão grande e majestoso. Peçamos então ao Pai, que cure o nosso coração, e permitamos que Ele o faça. Deus, sempre rico em misericórdia e amor, não nos desaponta nunca. Que nos abramos então ao amor infinito do Pai, e não nos deixemos levar por sentimentos que não brotam do coração de Jesus. Louvado seja Deus para sempre. Amém!

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!