quinta-feira, 20 de junho de 2013

Um coração ressentido

Que o amor misericordioso de Deus leve paz aos vossos corações. 


"E disse: Um certo homem tinha dois filhos; e o mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me pertence. E ele repartiu por eles a fazenda". Lucas 15:11-12

Meus amados irmãos, esse é um trecho da famosa parábola do Filho Pródigo. Essas poucas palavras inundaram meu coração de inspiração e vamos tentar refletir um pouco sobre elas. 

A herança só é dada a um filho após a morte do Pai. Quando ele chega e pede a herança ao Pai, ele simplesmente mata o Pai. E logo nos vem uma pergunta ao coração: será que somos tão diferente desse filho?

Para matar o Pai de forma tão simples o coração dele só podia estar cheio de ressentimentos e mágoas referentes ao Pai. Meus irmãos quantos de nós hoje estamos ressentidos, magoados com Deus? Quantos de nós estamos magoados com o nosso pai biológico, com um ente de nossa família?

Quantas vezes você e eu, matamos Deus hoje? Nós matamos a Deus todas as vezes em que colocamos outras coisas em seu lugar, como nossos estudos, sonhos, lazer, vaidade, trabalho, novelas.

Matamos Deus quando nos alimentamos de ressentimento, de mágoas, de falta de perdão, de idéias erradas acerca de si mesmo, pensamentos pessimistas, sentimentos de culpa, idéias sobre aborto, idéias ateístas.Isso sem falar do pecado que é uma realidade muito presente em nossas vidas. 

Infelizmente essa parábola é mais atual do que pensamos. Esse jovem representa cada um de nós, que continuamos vivendo em nosso egocentrismo. Somos seres extremamente egoístas. Vivemos uma vidinha espiritual miserável.

Sempre colocamos as pessoas, as coisas, o trabalho, no lugar de Deus. Mal conseguimos rezar por dois minutos sem se perder em pensamentos a cerca de nossa própria vida. Não conseguimos nos dedicar a esse amor por Deus para conhecê-lo melhor. Se não o amamos como vamos amar os nossos irmãos?

Que hoje nós tenhamos essa coragem de abrir o nosso coração ressentido para que Jesus possa curá-lo!

Vamos rezar sobre isso? CLIQUE AQUI PARA REZARMOS JUNTOS!

Abraço fraterno...
Jonathan Melo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!