segunda-feira, 15 de julho de 2013

A herança da Renovação Carismática Católica!

Viver segundo o Espírito é deixar-se guiar pelo Espírito Santo que está em nós, mediante Cristo Jesus. Essa renovação faz-nos sentir, pensar e agir, conforme a vontade do Senhor.

Padre Léo entrou para a Renovação Carismática Católica em 1973, desde então, foi bebendo dessa fonte. Mais tarde foi diretor espiritual da RCC na Arquidiocese de Florianópolis-SC e pregador nacional.
A liberdade concedida por Jesus ao padre Léo, pelo Espírito Santo, foi fazer o que deveria ser feito, até mesmo usar de meios aparentemente absurdos para atrair as pessoas para Deus.

Este envolvente testemunho do padre Fábio de Melo é o exemplo concreto da escolha do padre Léo, quando decidiu ser um servo de Deus.
“A minha verdadeira conversão aconteceu dentro da Renovação Carismática Católica. Mesmo que hoje não tenha ligação com a RCC, não nego que sou filho dessa espiritualidade. 
Eu me converti ouvindo o padre Léo pregar naqueles grandes Congressos em Santa Catarina. É certo que eu ia com ele, mais interessado no jantar que ele pagava. Nas missas de Cura eu esperava lá fora. O Léo tinha pedagogia dele, sabia que eu ia para o jantar depois da missa. 
‘Hoje tem missa de Cura em Blumenau’ e com aquele jeitão dava risada. ‘Eu sei qual é a cura que você quer, mas eu levo você assim mesmo’, dizia.
Ele sempre nos levava, eu e mais três, em Blumenau, Florianópolis... Toda semana tinha missa de Cura, a cada lugar. 
Ele nos falou: ‘Vocês ficam aqui na praça, daqui a duas horas a gente se encontra para jantar’. Olha a “aparente irresponsabilidade” do padre Léo, ao invés de nos forçar a rezar. 

Um dia, ele me disse: ‘Meu filho, você bem que podia cantar na missa hoje!’ – É Léo, será? 
E ele era mentiroso! Ele me apresentou dessa maneira: ‘Hoje quero apresentar um frater, que tem vários CDs gravados’. Encheu a minha bola. Eu tinha gravado apenas uma música, num CD chamado: “Adoremos”. 
Ele me enrolou e me pôs para cantar no final da missa. Tive que aguentar a missa de duas horas, mas já achei interessante. Foi a primeira vez que ouvi o Léo pregar. Sabia que ele era um bom pregador, mas eu não ia para vê-lo pregar, mas para jantar com ele depois. Naquele dia a palavra dele mexeu comigo. Depois na outra missa, a mesma coisa, já não me pedia para ficar. 

- Canto na mesma hora? Ele sorriu e me disse: ‘Só se for em línguas!‘“ 
(Fonte: Programa Especial “Direção Espiritual”, dentro do Congresso Nacional da Renovação Carismática, em 09/07/2009)

O livro: “Servir no Espírito” é fruto da experiência vivida pelo padre Léo, dentro da Renovação Carismática Católica, início de seu ministério de pregação, na sua trajetória pelo Brasil, pregando e animando retiros, encontros, congressos e cenáculos.

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!