domingo, 11 de agosto de 2013

A vocação de ser pai!

O grande convite que o Senhor nos faz neste mês vocacional é o de assumirmos nossa vocação, atendendo ao seu chamado para as nossas vidas, dentro de nossa condição, seja ela, ministerial, consagrados, leigos...

Hoje, “dia dos pais” queremos lhes falar da vocação familiar. Ser pai é uma vocação, é dom, e devemos reconhecê-los pelo o que eles são, sinais da presença e desígnios de Deus.
O cuidado que Deus tem para com seus filhos é uma verdade, conforme a Palavra que diz: “Ele tem cuidado de vós” (I Pe 5,7). Este foi o tema da pregação do padre Léo, no dia 21/02/2004, na sede da Canção Nova em Cachoeira Paulista-SP.

Naquele Acampamento de Carnaval, naquele dia descobrimos o quanto é belo servir a Deus e aos irmãos. Confiante de que havia um chamado divino que o sustentava na fidelidade da missão, padre Léo pregou e partilhou conosco os momentos dolorosos que viveu onze dias atrás, com o falecimento de seu pai Quinzinho Pereira e do cuidado, do zelo que ele tinha por sua família.
"Poucas vezes vi tantos homens de 70, 80 anos chorando aos prantos diante do corpo de meu pai, aquelas lágrimas curam o coração da gente. Quando vi o compadre Zé Mendes, mais velho que papai, chorando, aquela dor de perder alguém que amava! Por quê? Porque foi um relacionamento cuidado. Amor que acaba é porque não começou".

A família é o lugar, o espaço para o nosso crescimento, onde se aprende os valores que vamos levar para o resto de nossas vidas.
"Papai foi mãe lá em casa. Muitas vezes mamãe ia viajar e papai ia pra cozinha, lavava, limpava. Papai não saia de seu quarto sem arrumar sua cama. Quem arruma a cama, arruma o coração. Papai sabia cuidar das plantas, da horta, das ferramentas, tinha que estar lavadinhas. Fez grandes obras porque soube cuidar de seus relacionamentos, de sua fé, as coisas sagradas foram cuidadas, o horário de missa era sagrado..."

Doação vivenciada de várias formas, presença do amor, no dia a dia.
"A única prece que minha mãe fez foi agradecer a Deus pelos 52 anos, 04 meses e 1 dia que viveram testemunhando o Sacramento do Matrimônio. Isso pode acontecer com você. É possível! São lágrimas que banham e que fecundam, lágrimas que curam.". 

Ter um pai é descobrir a presença de Cristo aqui no mundo. Neste domingo especial somos convidados a refletir a missão de ser pai: respeitar, cooperar e confiar naquele que é responsável pela conduta dos filhos.
Hoje, nossa fé nos leva a contemplar Quinzinho Pereira, padre Léo e seus irmãos no céu. "Jamais estaremos longe daqueles que trazemos no coração". 
A todos os pais que estão no coração de Deus, e os que vivem aqui no coração de Deus:

FELIZ “DIA DOS PAIS!”

Um comentário:

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!