quarta-feira, 14 de agosto de 2013

ORAÇÃO - O fariseu e o publicano

Senhor Jesus diante de teu coração transpassado na cruz quero abrir o meu coração para ti. Jesus eu estou tão vazio, tão estressado, angustiado e não sei o que fazer. Poder contemplar essa prova de amor por mim na cruz me deixa ainda mais inquieto, confuso e sem saber o que fazer ou como agradecer.

Porque? Porque eu sei que não mereço sequer um cortezinho sequer em teu corpo. Era pra eu estar nessa cruz não o Senhor. O pecador sou eu e o Senhor é puro amor. E por ver tamanho amor nessa cruz eu fico querendo me culpar por não saber como tomar posse de tanto amor, não sei como te agradecer, não sei o que fazer. 

Aliás ha um bom tempo eu não sei o que fazer. Às vezes olho no espelho e não me reconheço. Parece que existem vários dentro de mim e eu não sei quem sou eu verdadeiramente. Tenho tantas máscaras que já nem sei mais reconhecer quem sou eu. Então resolvi seguir o conselho do Padre Léo e quero estar aqui diante de teu Sagrado Coração na cruz.

Não sei como pedir ou não sei se seria pedir demais, mas te peço: 

"Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador!".

"Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador!".

"Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador!".

Dai-me Senhor um coração contrito e sincero como o desse publicano. Arranca de mim todo farisaismo. Retira de mim tudo aquilo que não me faz bem. Eu não quero mais ser um fariseu. Eu não sei como fazer isso, mas o Senhor sabe, então inunda o meu coração de confiança e fé em ti Jesus. 

É no teu amor que eu quero confiar. É na tua Palavra que eu quero me guiar. É no teu testemunho que eu quero me espelhar. É o teu rosto que eu vou querer ter como meu novo rosto. Quero que o meu verdadeiro eu se espelhe no teu infinito amor. 

Já sinto Senhor o teu amor iluminando minhas trevas, iluminando o meu coração. Já começo a sentir uma paz suave no meu coração. Lava-me com o teu sangue santo e puro. Cura o meu coração ferido e machucado. 

Senhor hoje eu quero finalizar está conversa contigo tomando posse de uma verdade que há muito o Senhor consquistou para mim e é quem essa certeza que eu quero viver, que não seja um mero desejo do meu coração, mas sim que eu passe a viver como um verdadeiro e autentico cristão curado. É com o coração repleto de confiança e fé que eu proclamo:

"Pelas suas chagas eu fui curado".
Obrigado!


Jonathan Melo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!