segunda-feira, 2 de setembro de 2013

O Reino de Deus pertence àqueles que lutam!

"Deus não atende o preguiçoso, comece a lutar e Deus fará o resto, hoje no que você está gastando a sua beleza? Onde você está gastando a sua juventude, a sua sexualidade, sua vitalidade, onde você está investindo a sua vida?"

Padre Léo vem mais uma vez nos falar dos nossos atletas “de-eficientes”, em sua pregação: “Combatei o bom combate”, de 26/09/2004, Acampamento de Cura Interior, em Cachoeira Paulista, sede da Canção Nova. Desta vez refere-se aos nossos irmãos especiais, portadores de deficiência mental. Relata-nos uma cena que ocorreu em Atlanta, Paraolimpíadas de 1996.
"Naquele dia uma das provas era a corrida dos cem metros para as pessoas excepcionais, oito finalistas. Deu o sinal e começaram a correr, de repente um caiu, o colega viu, parou e voltou, e assim um por um dos sete voltam, levantam o colega, dêem-se os braços e foram correndo até o final. Eles são chamados de retardados". 

A vida é assim, quando menos esperamos, Deus vem e nos surpreende. Esta cena entrou para a história. Com este exemplo, padre Léo nos dá uma lição de vida extraordinária. E toca na ferida do individualista, aquele que só pensa em si mesmo, aquele que se sente o centro do Universo e não quer nem saber se o outro está bem ou mal. Fechado em seu mundinho egoísta, não tem noção do que se passa a sua volta. "Precisamos acreditar no impossível, no Deus que caminha conosco. Somos molengas, reclamamos demais. Qualquer coisinha faz uma tempestade. Acha que só existe você no mundo. Pare de pensar só em você. Saia do centro de sua vida. Tire os problemas do centro de sua história. Ache uma meta. Vamos lutar juntos! Se for preciso vamos voltar e pegar aquele irmão que ficou caído. O mais importante é chegar lá junto. No céu não chega se não for junto. Se não levar muita gente junto. Meu irmão, minha irmã, entre nesse combate! Tenha essa coragem! Deus está do nosso lado". 

Somos vitoriosos quando colocamos nosso desejo em favor da necessidade do irmão.  Refletimos sobre as vocações, no mês de agosto. Vocação é ir ao encontro do outro, no lugar em que estivermos, para atender as suas reais necessidades. Precisamos ir ao encontro do irmão caído, no lamaçal do pecado: nas drogas, na prostituição, no abandonado, no portador de HIV... Assim experimentamos a misericórdia do Senhor.

Precisamos lutar muito, amar muito, se quisermos ganhar o céu. É o que o padre Léo vem nos dizer nessa pregação. Quando temos a certeza de que Deus caminha conosco, olhamos adiante, e sabemos onde queremos chegar. Queremos alcançar o céu. O desejo do céu nos estimula a amar o próximo.
No caminho superamos nossas limitações, porque o amor é mais forte, e seremos testemunhas desse amor. Nos colocamos a caminho para anunciar e ajudar a construir um mundo mais solidário, fraterno, e conquistar o Reino, presente de Deus.
"Enquanto não nos sentirmos verdadeiramente irmãos uns dos outros, não tocaremos o coração de Deus" – (padre Léo).

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!