sexta-feira, 28 de março de 2014

Livre como o vento, amado como um filho

Olá meus queridos irmãos, que o amor de Deus os libertem para amar sem medidas! Um dos maiores anseios humanos é ser livre! Livre no único lugar onde ele não pode ser prisioneiro: em seu coração!

Liberdade para primeiro amar e se tivermos a graça, sermos amados também. Liberdade para não ter medo de expressar o que sentimos, de dizer que amamos, de dizer que precisamos de ajuda, de dizer que não conseguimos, de dizer que não queremos ficar sozinhos, de dizer que precisamos do outro. 

Liberdade para nos fazer ter a coragem de dizer que sentimos medo, de que queremos chorar, mas temos medo de sermos julgados, liberdade para dizer que temos medo de sermos rejeitados, de dizermos que temos medo de receber mais um não, medo de tentar mais uma vez e dar errado, medo de cair de novo e não ter forças para levantar.

Liberdade para dizer que nosso coração está oprimido, apertado, sofrido, machucado. Liberdade para dizer que sentimos um peso muito grande nas costas, na consciência, pesos de nossos pecados, de nossos orgulhos, de nossas vaidades, de nossos ressentimentos, e também o peso de tantos medos. 

"Ser criança é externalizar as emoções, é ser transparente." Padre Léo. Precisamos voltar ao nosso primeiro amor, precisamos voltar a essência com a qual Deus nos criou, a liberdade de sermos livres. Livres para sonhar, para amar, para brincar... Livres para voltar a sermos como uma criança. Liberdade para arrancar as máscaras que nós teimamos em carregar conosco, liberdade para deixar de interpretar os papeis que interpretamos diariamente. 

Liberdade para reconhecer nossos erros e faltas, liberdade para pedir perdão a quem machucamos, liberdade para perdoar quem nos machucou, liberdade para libertar quem nos feriu, liberdade para libertar todos os nossos medos, dores e sofrimentos.

Essa liberdade nós só encontraremos num único lugar: Dentro do Coração de Jesus! Que hoje cada um de nós possamos ter essa coragem de nos colocar diante do Coração transpassado de Cristo na cruz, de onde jorrou a água da vida, água que lava todo o nosso coração ferido e machucado. Pois, como bem nos ensinou o Padre Léo, é deste coração onde nascerá o novo homem, a nova mulher, a nova humanidade. 

Que tenhamos essa coragem hoje! Não dá mais para viver longe desse Coração. Que hoje tenhamos a liberdade de não nos preocuparmos de como tudo isso se fará, "o 'como' cabe a Deus, a nós só nos cabe 'crer' " (Neil Velez). Deixemos o como para Deus, quanto a nós vamos ser livres para nos deixar ser amados e acolhidos bem dentro do Coração do Cristo Ressuscitado!

Hosana! Vitória de Deus!
Abraço fraterno...
Jonathan Melo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!