segunda-feira, 17 de março de 2014

Resgate de uma vida!

"Eu tinha uma vida bem dúbia: ia à Igreja, rezava, participava dos grupos de jovens, ia aos grupos de oração, mas usava droga também. Foi uma luta! 
Eu trabalhava numa fábrica de armas, levantava às 04h30min da manhã, chegava ás 17h00min, tomava banho e ia para a escola e voltava ás 11h30min. Muitas vezes eu voltei chapado. 
Na minha vida, sempre fui exagerado. Quando eu fumava, fumava três maços de cigarro por dia, cerveja- 10 a 15 latinhas, maconha, eu comprava de quilo. Eu voltava da escola chorando, de bicicleta, chapado... Oh meu Deus! Por que não me tira desse vício? Eu queria tanto sair! 
E eu não entendia. Só fui entender um ano depois de meu noviciado, quando me apareceu um menino expulso do tiro de guerra por causa das drogas, em Santa Catarina. E eu pude ajudá-lo. Uma matéria que eu entendia bem".(padre Léo) 

"Foi uma luta!". A nossa caminhada cristã é um combate contra as forças do pecado. A trajetória de vida do saudoso padre Léo, em sua adolescência e juventude, a sua luta para sair das drogas, é a de muitos jovens, que se aventuram em busca de satisfazer seus corações inquietos.
O jovem Léo enfrentou um desafio solitário e difícil, tinha sede de conversão, mas não há vitória sem luta. Experimentou o gosto amargo dos vícios, porém, conhecendo suas fraquezas pode descobrir a misericórdia de Deus em sua vida. A vitória está em aprender com as quedas, tropeços, sem perder a serenidade.
Estava preso na sua limitação, mas algo maior o impulsionava a buscar a sua liberdade, a lutar pela santidade. O Deus misericordioso não tardou em quebrar as cadeias que o mantinha cativo. Impressionante é como se envolveu com Jesus e se apaixonou por Ele...
A experiência do encontro pessoal com o Senhor provocou nele o milagre do Novo Nascimento.
Na intimidade o Senhor lhe revelou segredos para anunciar com nobreza o Evangelho. Era necessário o filho amado mudar o rumo de sua história.

O Senhor concede graças abundantes a todos aqueles que perseveram com fidelidade no chamado ao Serviço do Reino.
Sua consagração a Deus como sacerdote nasce de uma experiência de amor: uma pertença exclusiva a Cristo. Quem ama a Deus, ama o seu próximo. A vida sacerdotal do padre Léo foi extremamente fecunda, pois viveu uma paternidade espiritual que o levou a gerar Cristo em muitos filhos de Bethânia. Trabalhou incansavelmente na recuperação de jovens drogados, prostitutas, abandonados de toda a sorte. Este é o legado de seu amor a Deus.

Jesus foi conduzindo a sua vida misteriosamente. Sua jornada não foi em vão, caminhou com Deus e encontrou a Pátria Celeste. Hoje, padre Léo encontra-se na glória do céu. No céu tudo é perfeito, pois tudo o que foi mutilado é restaurado.
A nossa fé católica nos garante que “a vida não é tirada e sim transformada” e nos é dado “um corpo imperecível”. Aos que crêem e se tornam testemunhas do Cristo Vivo, Deus os libertará e os fará participar da eterna alegria.
“Aquilo que o olho jamais viu, o ouvido jamais ouviu, nem jamais penetrou o coração do homem. Isto Deus preparou para aqueles que o amam” (I Cor 2,9).

3 comentários:

  1. Parabéns pela explanação do que éra o padre léo ,todo mundo já tinha uma linha de pensamento de que pelas pléstras o mesmo deixava cláro tudo que toda essa publicação é a realidade de uma pessoa convertida e consagrada por DEUS e que desenvolveu um imenso papel de evangelização reabilitando milhares de corações no mundo inteiro,parabéns a equipe de legionários que acompanharão sua trajetória..estava em páz santo padre LÉO!!!

    ResponderExcluir
  2. Assisto suas palestras saudoso Pe. Léo e procuro me refugiar nos seus sermões/testemunhos e assim espero um dia criar coragem para apresentar meu testemunho.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!