quarta-feira, 30 de julho de 2014

"Senhor, lembrai-vos de mim, amparai-me!"

Esta citação do profeta Jeremias (15.15) foi o tema do “Dia de Louvor”, em Cachoeira Paulista, na sede da Canção Nova, 24/10/2004.

A morte é algo real, pois a condição humana é limitada e frágil, mas a nossa fé nos dá a certeza de que a vida continua. No entanto, a idéia que temos da morte é errônea. Vivendo o tempo presente, a pessoa descobre que a experiência de Deus e da vida não consiste em viver muito, mas sim, em viver intensamente cada momento.

"Reconcilie-se com a sua morte" foi a primeira pregação, às 11h15min. O texto bíblico está em I Tes. 4,13 – “Irmãos, não queremos que vocês ignorem coisa alguma, a respeito da morte, para que não fiquem tristes como os outros que não têm esperança”.
Padre Léo nos exorta sobre o verdadeiro sentido das coisas terrenas. "A gente não deveria pensar na morte como inimiga porque cedo ou tarde vamos nos encontrar com ela". Temos que considerá-la como amiga, pois é ela quem vai nos levar para Deus.

"Senhor chamai-me", a segunda pregação, às 14h15min. “Ouvi, então, uma voz que vinha do céu, dizendo: ‘Escreva’: Felizes os mortos, aqueles que desde agora morrem no Senhor...” (Ap 14,13). O conteúdo é riquíssimo. Nesta vida precisamos ser prudentes. Para os insensatos a vida é uma festa contínua, ao contrário, precisamos buscar diariamente nossa conversão, pois o Senhor pode nos chamar para a eternidade, a qualquer momento.

O “dia de louvor” foi encerrado com a santa Missa, às 16h00min. Evangelho do dia: Lucas 18, 9-14 (oração do fariseu e do cobrador de impostos), homilia: "Confortai-vos no Senhor". É preciso reconhecer e confessar a nossa pequenez diante de Deus. Assim a sua misericórdia virá ao nosso socorro. "Tire as mascaras diante do Justo Juiz, mostre para Deus o que fez de errado, e não faça mais". 
Aqui, padre Léo nos dá um conselho: "Viva como se fosse o último dia de sua vida, um dia você acerta". A vida é breve para ser vivida de qualquer jeito.

Depois de meditarmos sobre as três pregações devemos atentar para além das coisas terrenas, voltarmos para as coisas do alto, para vivermos na esperança de um novo céu e uma nova terra, fonte de vida com Deus.
Padre Léo vem nos confortar falando-nos das coisas do céu. Devemos nos preocupar com o céu hoje, porque o mundo nos leva a esquecer o verdadeiro sentido da vida. Viver o céu aqui na Terra é perceber a glória de Deus em toda parte, assim como ele percebeu, é enxergar o rosto de Cristo no irmão, assim como ele enxergou. Feliz é aquele que morre fiel ao Senhor, porque ao final, ganhará o troféu da vitória: a vida eterna.

Das orações de Santo Inácio de Loyola: “Alma de Cristo”, foi certamente a preferida do padre Léo, quando pôde dizer: “Chamai-me e mandai-me ir para Vós, para que Vos louve com os vossos Santos e Santas, por todos os séculos dos séculos. Amém! 

ADQUIRA AS PREGAÇÕES: http://loja.bethania.com.br/produtos/dvds-3/pregacoes-15

Um comentário:

  1. AMO...........AMO...........AMO............COM TODA A FORÇA DO MEU CORAÇÃO........PADRE O SENHOR É O ...........MELHOR!!!! <3

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!