quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Há um amigo no céu...

A 09 de Outubro de 1961, nasceu Tarcísio Gonçalves Pereira, mais conhecido como padre Léo, no seio de uma família simples do Biguá, município de Delfim Moreira-MG.
Desde criança manifestou a sua vocação, uma inclinação para o sacerdócio, quando brincava com as irmãs de celebrar a missa, usando folhas de jabuticaba, que dava aos cachorrinhos, como se fossem hóstias.

Léo Tarcísio foi se tornando um homem dotado de uma notável inteligência e o Senhor lhe mostrou que a graça e a desgraça dependem da escolha entre Deus e a liberdade. E fez a sua opção por Jesus, colocando a sua esperança na misericórdia de Deus.

Terminou seus estudos e se consagrou ao Sagrado Coração de Jesus, como sacerdote, em 1990. Foi um religioso fiel à sua vocação.Tinha necessidade de ver Jesus no rosto dos irmãos, por isso acolhia a todos.
Nenhuma pessoa que está em Cristo deixará de ter a presença e a graça de Deus em sua vida. A graça de Deus nos capacita a olhar além de nossos problemas. Com um profundo amor ao próximo fundou a Comunidade Bethânia, onde o coração do pobre encontra-se com o Coração de Jesus. Não desistiu nunca em lutar pela sua santidade, vivia um verdadeiro combate, uma luta.

Em 2006 adoeceu. Um câncer linfático o abateu. Este ano foi marcado por experiências de dor e de sofrimento, foi o princípio de uma nova vida em Deus, mas sua vontade de viver era forte demais, capaz de impor regras, cumprir metas, com perseverança, resistindo com firmeza a todas as provações. O que predominava nele era a capacidade de se superar, de evangelizar.
Naquele quarto de hospital ficava padre Léo, sentado numa poltrona, com seu caderno de anotações, fazendo roteiros para retiros de Bethânia, a Bíblia aberta, na mesinha ao lado. A sua paixão ao serviço do Reino, a sua vontade de evangelizar ultrapassava a sua enfermidade, quando escrevia seus livros.
Uma vez revelou a um confidente a sua angústia: "Às vezes a dor é tão forte que não consigo rezar, por isso reze enquanto pode". 

A comunhão com Deus é a maior recompensa do cristão. Em 04 de janeiro de 2007, padre Léo foi para os braços do Pai. Nos dez meses de calvário foi sustentado pelo sumo sacerdote, tão grande intercessor: Jesus Cristo. Suportou com paciência, em silenciosa resignação e esperou somente em Deus. Então, aproximou-se, sem temer e com confiança do trono da Graça.


O exemplo de vida do saudoso padre Léo é para aquele que acredita no Evangelho de Cristo, para aquele que tem a coragem de viver a fé no Ressuscitado.
Hoje é dia de agradecer a Deus pelo dom de sua vida, rezar pedindo a sua intercessão, pois há um amigo no céu que reza por ti junto a Jesus.

Um comentário:

  1. Quem não conhece os videos gravados do Pr. Léo, comprem porque é uma lição de vida e de muito amor, contém palestras para jovens, casais e o mais importante, transmite com uma clareza invejável, inteligencia, e com muita alegria.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!