terça-feira, 28 de outubro de 2014

Um ouvido, um olhar e um abraço que acolhe e ama

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:


Olá meus queridos e amados irmãos em Cristo Jesus! Que o amor misericordioso de Deus esteja convosco. "Bethânia é, por excelência, uma casa de acolhimento" - Comunidade Bethânia. Um grande passo para a cura interior é saber acolher o outro com amor, acolher com o coração.

O mundo, está enfermo. Quando olhamos no espelho vemos um mundo doente, um mundo que necessita de amor, que pede amor, grita por amor, só que nós não o ouvimos, pois estamos muito ocupados com os nossos egos.

Vivemos uma época onde a comunicação é feita de forma muito superficial. Conversamos com as pessoas, mas não abrimos o nosso coração. As pessoas não conseguem se comunicar corretamente. A internet facilitou a comunicação, mas mesmo assim não conseguimos falar ao coração do outro com o nosso coração e, por vezes, ela só aumenta o vazio existencial de cada um de nós. Porque não conseguimos? 

Porque a linguagem que o mundo necessita hoje, é a linguagem do amor. A linguagem do acolhimento, do perdão, da misericórdia, do abraço, da mão que acaricia nosso rosto. A linguagem do sorriso que sorri para nós e nos diz: eu estou com você!

Só acolhe quem se dispõe a amar. Para podermos amar alguém, precisamos nos amar primeiramente. A cura interior é um processo que acontece numa via de mão dupla. A medida em que nós a buscamos, abrimos o coração para que Jesus possa nos curar e nos dar a medida certa de cura diária que precisamos. 

Quando experienciamos Jesus, nós nos colocamos a serviço do seu amor, do seu chamado, de sua missão. Não há como experienciar Jesus sem nos colocar a serviço do irmão. O amor é tão forte, tão poderoso que transborda o nosso coração e nós desejamos ardentemente que o outro experiencie a mesma situação. Essa é a outra via: servir ao outro.

A cura interior é um processo dinâmico, não é estático, paralisado, mecânico, pois o amor de Deus é dinâmico, por isso a medida em que nós vamos nos curando, passamos a ser um canal de cura também. 

Nos últimos dias tenho visto muitas pessoas machucando umas as outras por causa de política. Muita falta de respeito para com o próximo, muitos julgamentos. Que triste. Jesus está triste. 

Nessas horas lembro das atitudes de Jesus com os maiores pecadores que Ele encontrou. Eram atitudes de amor e acolhimento. Não importa o pecado que essas pessoas cometeram, não importa qual a classe social delas, não importa a ideologia, a cor... Ele as amava com todo seu amor.


Jesus dava a elas o que cada um de nós não estamos dando: um ouvido com amor, um acolhimento com os braços repletos de misericórdia, um olhar de perdão e uma mão que levanta, que tira das cinzas. Jesus dava o seu coração a todo e qualquer ser humano que Ele encontrasse.


E nós o que estamos dando aos nossos irmãos? Amor, perdão, misericórdia ou ressentimento, mágoas, julgamentos?

O que o nosso país precisa no momento, o que a nossa nação precisa, o que o mundo precisa é de um ouvido que nos ouça com amor, é de um olhar que não julgue, mas que veja o coração, é de um abraço que acolha com toda a alma. 

Podem dizer que eu sou um sonhador, mas hoje a minha oração a Deus é que possamos fazer do nosso país uma verdadeira Bethânia. PRECISAMOS SER BETHÂNIA, para todo e qualquer irmão que nós possamos encontrar. Precisamos nadar contra a maré do ódio, do julgamento, do ressentimento. 

Precisamos ter a coragem de amar e acolher. Precisamos aprender a amar sem julgar. Precisamos ser especialistas no acolhimento. Cada dia mais eu acredito que vale a pena amar. Embora você possa estar com o coração ferido e machucado agora, embora tenha muitas batalhas a enfrentar, embora esteja num momento complicado da vida eu lhe peço: tenha a coragem de amar e acolher. 

O amor é o remédio para todas as feridas. O amor é o caminho para o coração de Deus e para o coração de cada ser humano. Que possamos caminhar nessa direção!

Com muito amor...
Abraço fraterno...
Jonathan Melo







Um comentário:

  1. Sem dúvida, meu amigo Jonathan, a cura para todos os males é o AMOR. Não podemos nunca em hipótese alguma desistir de amar o nosso irmão. Às vezes, pode parecer que devido às dificuldades impostas pela vida moderna, não conseguiremos. Mas então, é nesse momento que o nosso Deus, Pai tão querido e amado,apresenta-se a nós e sussurra ao nosso coração: "filho(a), veja o meu exemplo, jamais desisti de te amar e nunca o farei." Então, sentimos-nos tão amados por Deus que não queremos ficar com esse amor só pra nós. O nosso desejo é compartilhar, gritar e berrar para o mundo como é bom ser amado por Deus e retribuir esse amor. Retribuição essa que só acontece se amarmos também a nós e a nossos irmãos. Quando conseguimos colocar em prática a ação de AMAR, olhar, ouvir e acolher tornam-se apenas consequências dessa ação. Assim, que juntos sonhemos com um mundo cheio de amor, onde possamos acolher e sermos acolhidos com os braços do coração. Que o Espírito Santo de Deus nos dê a graça e a sabedoria de vivermos cada dia de nossas vidas, focando no que mais interessa: O AMOR. Amém!

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!