sábado, 8 de novembro de 2014

Precisamos voltar a acreditar no amor!

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:


Olá meus amados irmãos em Cristo, que o amor de Cristo cure os vossos corações. Precisamos ter muito cuidado com o que nós pensamos, falamos e fazemos. Todos os dias procuro lembrar e me espelhar numa frase que o Padre Léo nos falou:

"Jesus era (e ainda é) coerente no pensar, no falar e no agir."

Infelizmente vamos vivendo as nossas vidas de qualquer jeito. Não percebemos ou esquecemos que somos chamados por Deus a sermos santos. Ser chamado a ser santo, é se espelhar nas atitudes de Jesus, é dar testemunho com as nossas vidas.

Só que muitos de nós preferimos viver as nossas vidas sem lembrar disso. A situação piora quando além de não buscarmos viver a santidade, adotamos uma forma light de ser cristão, ou seja, escolhemos só algumas coisas do cristianismo, as que nos convém. E isso ainda fica pior quando não buscamos a cura do nosso coração. 


O resultado disso só pode ser uma sociedade enferma. Como preferimos viver com os corações cheios de ressentimentos, projetamos isso no mundo exterior. Quando uma pessoa nos machuca, nós deveríamos buscar a cura dessa mágoa, dessa ferida e consequentemente perdoar aquele que nos machucamos.

Só que além de não fazermos isso, nós ainda fazemos o favor de 'deturpar' a imagem de quem nos machucou. Proclamamos aos quatro cantos do mundo que fulano não presta, não vale nada, e tantas outras coisas.

Como continuamos ressentidos nós vamos projetando essa ferida nas outras pessoas. Contaminamos nossos relacionamentos com o nosso ressentimento, com mágoas, com frustrações, com falta de perdão, falta de amor. Que triste. 

Chega um ponto tão absurdo que começamos a proferir frases do tipo: "nenhuma mulher presta", "os homens são todos safados", "se Jesus me amasse não teria deixado isso acontecer comigo", e tantas outras frases absurdas que só mostram uma coisa: 'o nosso coração está ferido e machucado'. 

Nessas horas esquecemos que Deus nos ama com um amor tão infinito que nos deu a liberdade. Uma liberdade tão verdadeira, que respeita até quando escolhemos viver nossas vidas sem Ele. Respeita quando fazemos nossas escolhas sem consultá-lo antes. 

Quando o nosso coração é ferido por alguém, nós esquecemos disso tudo, ocultamos a nossa responsabilidade nas escolhas, projetamos toda nossa mágoa, dor e sofrimento em quem nos machucou e no final ainda questionamos a Deus. 

Por isso precisamos ter muito cuidado com o que nós pensamos, falamos e fazemos, pois muitas de nossas atitudes não refletem o erro do outro, mas sim o nosso coração ferido e machucado e a nossa irresponsabilidade consigo mesmos em não procurar a cura, não procurar o perdão em Deus.

Precisamos romper com esse comportamento infantil e imaturo. Precisamos criar vergonha nas nossas caras. Precisamos assumir as nossas culpas nas situações. Precisamos parar de culpar as pessoas, a vida, o destino, Deus. Precisamos buscar a cura do nosso coração. 

O mais interessante disso tudo é que paralelamente a toda essa confusão Jesus fica desesperado procurando um pouco de nossa atenção para nos oferecer perdão, nos oferecer a cura e a restauração para o nosso coração.

Então o que cada um de nós está esperando? Que hoje nós possamos pedir ajuda ao Espírito Santo que sempre vem em nosso auxílio, para que Ele possa nos levar ao Sagrado Coração de Jesus, para que possamos ser curados. E que após a cura do nosso coração não esqueçamos do nosso chamado em amar e servir aos irmãos!

Vale a pena voltar a acreditar no amor! Vale a pena voltar a amar!

Abraço fraterno. 
Jonathan Melo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!