quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

"... E vai buscando o alto mar".

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:


Olá meus queridos e amados irmãos em Cristo Jesus, que o amor de Deus restaure e ilumine os vossos corações. Final de ano chegando, muita correria, muitas festas. Dezembro parece ser um mês mágico, pois nos enchemos de amor e de alegria, renovamos nossos sonhos e metas.

Mas dezembro também é um mês de reflexão, de cobranças, de culpas, de arrependimentos, de saudade, de perdas. Todas essas coisas são reflexos dos planos que fizemos no ano passado e não conseguimos realizar ao longo deste ano.
Em meio a tantas cobranças internas e externas, em meio a tantos barulhos internos e externos eu proponho a cada um de vocês que estão lendo essa breve partilha a parar um pouco.  "Um barco que não sabe para onde vai, não pode ser beneficiado por nenhum vento", já diz um ditado.

Cada um de nós somos um barco no oceano da infinita misericórdia de Deus. Reconheço que nos últimos dias eu me senti perdido em meio a um oceano tão grande. Muitas ondas adentraram no mar do meu coração e da minha mente. Aos poucos eu me dei conta que fui me deixando levar por ventos que eu não conhecia. Fui sendo levado de mansinho e quando me dei conta, já estava sem vela, paralisado no meio de um oceano sem vida.

Por isso que nesse dezembro eu decidi parar, silenciar, aquietar o meu coração e a minha mente. A única forma de reencontrar o meu caminho, o meu sentido de viver, a motivação para cada dia é ir em busca do Alto mar.

Ir em busca desse Alto mar é a mesma coisa que há oito anos o nosso querido Padre Léo nos ensinou em sua última pregação: "Busquem as coisas do Alto". Como na passagem de Colossenses 3 que ele se utilizou nos diz: "Nossa vida está escondida com Cristo Jesus". Para encontrarmos a nossa vida, precisamos buscar o Sagrado Coração de Jesus.

O mar em que o nosso barco precisa navegar é o Sagrado Coração de Jesus transpassado na cruz, fonte de infinita misericórdia e amor. Precisamos ir em busca desse Alto mar, da mesma forma como a lança transpassou esse peito de Jesus, pois dele jorraram sangue e água, a água da vida.

Se não buscarmos esse Alto mar, viveremos a margem dele, viveremos nos contentando com o resto das ondas, com as migalhas que a vida joga em nós. Nós não fomos criados para viver de restos, de migalhas, não nascemos para morrer na praia, nascemos para o Alto.

Mas para alcançar esse Alto mar precisamos levantar a vela e a vela que Jesus nos deixou foi a nossa fé! Mas essa vela só nos levará ao Alto mar se for guiada pelo vento do Espírito Santo.

Então meus irmãos, que nesse mês de muita luz e barulhos, que possamos nos decidir silenciar o nosso coração. Levantemos a vela da fé, para que o Espírito Santo possa nos conduzir ao mais Alto mar, ao mais profundo do Coração de Jesus. Deixemos que ele nos conduza a fonte de infinita misericórdia de Deus, para que o próprio Deus possa preparar o nosso coração para o Cristo que irá nascer. 

Abraço fraterno
Jonathan Melo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!