terça-feira, 23 de dezembro de 2014

No seu coração tem espaço para Jesus?

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

Olá meus queridos e amados irmãos paz e amor aos vossos corações! O título dessa postagem é muito desafiante, mas é uma pergunta muito pertinente, sobretudo para essa época do ano: Será que no seu, no meu, nos nossos corações nós temos espaço para Jesus?

Será que tem pelo menos um espaço para que Ele possa nascer? Ou quem sabe para ele ser o Senhor de nosso coração? Infelizmente a resposta que nós temos é: "Não temos espaço! O nosso coração já está cheio"!

Meus queridos irmãos seria tão bom se pudéssemos dizer que temos espaço em nosso coração, mas não temos! Dezembro é um mês repleto de agitação, de luzes, de barulho. Final de período em escolas e faculdades que roubam toda a nossa atenção para podermos ser aprovados. Provas para estudar e fazer, trabalhos a entregar, relatórios, TCC.

No trabalho, na maior parte deles o serviço duplica, são muitas horas extras trabalhadas. Se for em comércio ai é que não tem jeito mesmo. Nessa época também tem várias e várias confraternizações, que por consequência vem também os 'amigos secretos'.

Isso sem falar nos 'presentes de natal' que gostamos de dar aos amigos queridos. Toda aquela odisseia de comprar os presentes, roupas de fim de ano, sapatos, às vezes tem festas de aniversário para ir, casamentos.

Como se isso não bastasse ainda tem as cobranças de fim de ano. Aquelas metas que fazemos no final do ano anterior e não conseguimos cumprir, algumas até começamos, mas paramos no meio do caminho. Sonhos que não pudemos realizar. Perdas de algumas pessoas queridas, as vezes outros tipos de perdas como desemprego, finais de relacionamentos.

Chega o Natal e quando olhamos para o nosso coração, ele está repleto de todas essas coisas. Jesus ansioso por nascer no nosso coração e não encontra espaço. E o mais triste de tudo: sentimos um vazio, um sentimento de que falta algo, podemos até estar alegres no sentido de euforia, mas não estamos felizes, por que? Porque colocamos coisas superficiais no lugar de Jesus em nosso coração.

Nosso coração está sem espaço para Jesus por que não O priorizamos. Nessas horas lembro de uma frase do Padre Léo: "Nós rezamos para ser curados e quando curamos voltamos a pecar." É basicamente isso que fazemos diariamente. Prometemos a Deus uma renovação na vida, voltar as orações, retomar alguns objetivos e quando alcançamos algumas coisas, voltamos a velha vida de sempre.

Continuamos com o coração ferido e machucado porque não deixamos Jesus fazer morada no nosso coração, não deixamos Jesus retirar os nossos pecados, não deixamos Jesus lavar o nosso coração das dores, mágoas e ressentimentos. Jesus quer nos fazer novas criaturas, mas nós não deixamos porque somos muito apegados aos nossos ressentimentos, aos nossos comportamentos que nos levam ao pecado, a nossa vida errante.

Acredito que não podemos experienciar o milagre do Natal, sem antes fazer uma boa reflexão daquilo que estamos fazendo com nossas vidas. Precisamos parar e olhar um pouco para o nosso coração, isso não é egoísmo, é amor próprio. 

O Padre Léo nos indica um caminho para começar bem essa reflexão: 


Abraço fraterno...
Jonathan Melo

Um comentário:

  1. Muita verdade contida nessas palavras. O Natal perdeu a sua verdadeira essência, que é justamente permitir que Jesus Menino nasça e renasça em nossos corações. Ao invés disso, preocupamo-nos com a decoração de nossas casas, quando a única e maior preocupação deveria ser decorar e enfeitar o nosso coração. É ele a principal manjedoura onde Jesus deseja nascer e fazer morada. No entanto, é importante sabermos que não é tarde para resgatar o verdadeiro sentido natalino. Como fazemos isso? Através da oração e total abandono em Deus. Ao fazermos isso, tornar-nos-emos aptos a deixar de lado as preocupações que nos acompanharam durante todo o ano e nos voltaremos para o nosso Deus, fonte eterna de sabedoria e amor. Ele é a nossa estrela que nos guiará em todas as áreas de nossas vidas, restaurando em nós, a paz, a confiança e o amor, que porventura tenhamos deixado escondidos sob as nossas dores, mágoas e ressentimentos. Abramos então o nosso coração para que Deus nele habite e transforme toda a nossa vida. Fazendo ainda com que cada gesto nosso seja para sua honra e glória. Que o Espírito Santo nos guie sempre para o melhor caminho. Amém!

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!