Amor à primeira vista!

"Penso que uma grande ajuda que os pais podem ter dos animais domésticos está na relação que se cria entre os filhos e o animalzinho. Os bichos desenvolvem nas crianças, desde cedo, a habilidade de cuidar do outro. Fico impressionado como uma criança se torna mais responsável e compreende melhor seus limites na medida em que participa efetivamente da criação e da educação de um animal. Para que isso aconteça é fundamental o senso de responsabilidade e a cobrança justa por parte dos pais. Não adianta nada ter um cãozinho em casa, se quem cuida dele é a empregada ou a mãe... A omissão do cuidado com os animais seria pior do que não tê-los" (padre Léo). 
(trecho do livro: Segredos para a cura interior) 

Sempre ficou claro a paixão do padre Léo pelos animais, por considerá-los sinais de Deus para os homens. Em seus livros e pregações fala-nos das qualidades e da importância dos animais na vida do ser humano, chegando a declarar: "Deus tem usado meus cachorros para curar meu coração". 
Em Bethânia fazem parte do processo de recuperação dos filhos (as).

A história de Jessyca Pacholek é uma das muitas que acontecem na Comunidade Bethânia:
Jessyca, criança ainda, estava de férias com sua família, em Balneário Camburiú. Aproveitando a ocasião, foram visitar a Comunidade Bethânia.
“Quando chegamos lá me deparei com o padre Léo, cercado de cães da raça bassets”. 
 Imaginem a alegria daquela menina ao ver todos aqueles cachorrinhos, pois o seu havia morrido, cerca de dois meses antes. E mais que depressa manifestou o desejo de ter um.

“Fui olhar o canil. Com tantos cachorrinhos somente dois saíram da casinha para me ver. Então, foi amor à primeira vista”. 
A alegria da menina durou pouco, pois estes já estavam esperando os novos donos. A decepção e a tristeza deram lugar à alegria novamente.
Diante daquela situação, padre Léo interferiu dizendo que Jessyca tinha prioridade por ser criança.
O combinado era levar um só, por fim, acabaram levando os dois filhotes. Receberam os nomes de Vitória (já morreu) e o Léo (filho do chuvisco do padre Léo).


O amor que padre Léo demonstrava pela Comunidade Bethânia, um carinho especial pelos jovens e crianças, evidencia nesta dedicatória: "Jessyca, que o amor seja pleno em sua história!". 

Acredito que tenha guardado em seu coração, experienciado esse amor em sua vida, pois hoje, anos após, partilha conosco algo que ficará eternamente em sua memória, trazendo sempre a lembrança do saudoso padre Léo.

  



Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:
Compartilhe:

2 comentários:

  1. Linda história! E que verdade, viu? O amor que os animais nos dispensam e evocam é algo tão sincero, que nosso coração se enche do amor de Deus. São criaturinhas que têm o dom de ajudar na cura de nossas feridas emocionais. Só Deus mesmo, em sua infinita sabedoria, pra nos proporcionar essa vivência e esse amor.

    ResponderExcluir
  2. Padre Léo só deixou e ainda deixa rastros do Céu aqui na Terra

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!

Arquivo do blog

Postagem em destaque

Gratidão: 10 anos do Blog Padre Léo Eterno!

Olá, queridos e amados irmãos em Cristo Jesus.  Começamos novembro celebrando uma década de blog. Há 10 anos, em 16 de novembro d...