quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Paz: presença do amor!

"Hoje, dia 1º de janeiro, Dia Mundial da Paz. Por que, afinal, um dia para a Paz? A paz deveria ser uma constante na vida dos homens. E nem mesmo com um dia reservado mundialmente é possível encontrarmos a verdadeira paz no mundo; pois a paz não é ausência de guerra, mas presença constante de amor. E o amor infelizmente não é muito bem vivido nos nossos dias. Vivemos a agitação, o interesse, as preocupações com as coisas materiais, e por isso mesmo deixamos de viver a vida verdadeira. Nossas preocupações só servem para tirar nossa paz... 
Chega de sangue inocente derramado, chega de guerras, de fome, de injustiças, de violência...". 

Esse trecho tirado do livro: “Rastros de Deus” padre Léo o escreveu ainda jovem, para nós é muito atual, pois hoje vemos o sangue de inocente sendo derramado, Nações lutando contra Nações. Vemos um mundo, onde homens lutam pela “paz”, de armas nas mãos, em seus arsenais armas capazes de destruir a terra inteira rapidamente. Vemos o homem, que se desconhece, capaz de morrer envolto em munições, lutando pela “paz” que conhece, por causas absurdas.
"Por que, afinal, um dia para a Paz?" Enquanto Nações poderosas se armam com milhares de artefados bélicos e vão promovendo o progresso das fábricas de armamento.

A mensagem do santo padre o Papa Francisco, homem da Paz, para esse dia, tem como tema: “Já não escravos, mas irmãos”. A base para a reflexão está na carta de São Paulo à Filemon: Onésimo, escravo de Filemon fugiu e foi convertido a Cristo por Paulo. Agora Paulo escreve a carta pedindo que o aceite de volta, com bondade e amor, não como escravo, mas como irmão.
Diz o Papa Francisco que há muitas formas de escravidão no mundo e as maiores causas são os conflitos armados, as violências, a criminalidade e o terrorismo. E indica como caminho para a paz no mundo o diálogo e o respeito à dignidade humana.

Padre Léo continua a nos dizer: "Por que aceitarmos a guerra se podemos viver em paz? Por que nos compactuar com as decisões de alguns se também podemos nos decidir por um mundo de paz?" 
O Reino de Deus que Jesus veio nos trazer deve começar já na Terra. É o reino do Amor!

Padre Léo continua a nos ensinar que o amor é a única força capaz de transformar o coração do homem e gerar a Paz.
Hoje a Igreja Católica celebra em todo o mundo a Mãe de Deus, a Rainha da Paz, aquela que nos trouxe o Príncipe da Paz. Nesse dia dedicado à Maria, a Mãe do Eterno Amor, vamos pedir a sua intercessão, para que sejamos construtores de um mundo de Paz.

FELIZ ANO NOVO!

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!