quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Um ano vivido em oração: "Que eu leve o amor!"

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:



"Ó meu Deus, criai em mim um coração puro, e renovai-me o espírito de firmeza." Salmo 50, 12


Olá meus queridos e amados irmãos em Cristo Jesus, que a PAZ de Deus esteja convosco! Estamos iniciando mais um ano, provavelmente muitos de nós estamos com aquela esperança de conquistar muitas metas e objetivos. Estamos motivados a alcançar muitas vitórias ao longo desse ano, mas hoje eu gostaria de pensar um pouco diferente.

Dessa vez gostaria de ousar numa meta que para muitos pode ser extremamente irreal ou ilusória, mas para alguns de nós ela já pode ser mais real. Que meta é essa:


Uma vida de oração!

Essa pode ser uma meta quase impossível, pois muitos de nós não temos noção do que é uma oração. Não sabemos rezar. Inventamos desculpas e obstáculos para não rezarmos. Se rezar já é complicado, imagina ler a Palavra de Deus? Realmente é uma atitude muito difícil. 

Mas eu gostaria de traze uma boa nova para você hoje: rezar nada mais é do que conversar com Jesus. Tão simples e nós complicamos tanto. Uma vida de oração nada mais é do que viver a vida junto com Jesus.

Pensamos que rezar ou ter uma vida de oração é parar alguns minutos do dia para rezar. Isso pode até ser uma forma ou um momento de oração, mas não é vida de oração. Vida de oração é estar sempre em comunhão com Jesus, seja ao acordar, seja ao varrer uma casa, seja ao tomar banho, seja no trabalho, nos estudos, é estar sempre em comunhão e intimidade com Jesus.

Precisamos nesse ano que se inicia, muito mais do que fazer votos de amor, de paz, metas e objetivos, novas posturas, novas atitudes, precisamos de uma vida de oração e em oração. Jesus anseia por isso, Ele quer que tenhamos uma intimidade com Ele. Ele quer fazer parte de nossas vidas, de nossos dias, de nossos sonhos, de nossas lutas. 

Ele quer fazer tudo junto conosco. Ele quer chorar e sofrer junto, Ele quer sorrir e se alegrar junto. Ele quer estudar e trabalhar junto. Ele quer correr e malhar junto. Nadar e jogar junto. Quer ler e também rezar junto conosco. Ele quer amar e ser amado junto conosco.

Precisamos abraçar esse desejo como algo essencial para os nossos dias, para o nosso ano. Precisamos colocar Jesus como centro de nossas vidas. A oração com Ele precisa ser o nosso pão diário.

E como atitude concreta de uma vida de oração lanço mais um desafio para mim e para você. Que ao invés de nos colocarmos como centro de nossas atenções e desejos, ao invés de nós priorizarmos mais uma vez, possamos nos inspirar em atitudes do próprio Jesus que São Francisco soube viver em sua vida. 

Que possamos rezar nesse inicio de ano, mas muito mais do que rezar, fazer dessa oração nossa atitude de cada dia:



"Senhor: fazei de mim um instrumento de vossa Paz.
Onde houver ódio, que eu leve o Amor,
Onde houver ofensa, que eu leve o Perdão.

Onde houver discórdia, que eu leve a União.
Onde houver dúvida, que eu leve a Fé.
Onde houver erro, que eu leve a Verdade.

Onde houver desespero, que eu leve a Esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a Alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a Luz!

Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;

amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna!
Amém.

Pra finalizarmos bem essa reflexão, reze junto com o áudio a seguir:



Abraço fraterno...
Feliz Ano Novo, que seja uma ano vivido em oração!

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!