sábado, 14 de fevereiro de 2015

Mergulhando no Coração de Jesus

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:


"Chegando, porém, a Jesus, como o vissem já morto, não lhe quebraram as pernas, mas um dos soldados abriu-lhe o lado com uma lança e, imediatamente, saiu sangue e água.
O que foi testemunha desse fato o atesta (e o seu testemunho é digno de fé, e ele sabe que diz a verdade), a fim de que vós creiais." 
João 19, 33-35

Olá meus queridos e amados irmãos, que a Palavra de Deus perdoe os vossos pecados! Estamos vivendo uma época de caos em muitas áreas de nossas vidas. Cada dia mais, ao invés de ir curando os nossos corações feridos e machucados, estamos é adquirindo mais mágoas e ressentimentos e com eles, consequentemente, atraímos mais medos e inseguranças.

Estamos (mas não somos) impotentes. Precisamos de um caminho a seguir, de um sentido para continuar, de um farol a nos guiar. Mas não sabemos por onde começar, como começar ou o que fazer. Paramos, sentamos... ficamos ver a vida passar. Ao contrário dos cegos que gritavam por Jesus a beira do caminho, nós ficamos calados, estáticos, mudos. Os problemas roubaram nossas vozes. Não conseguimos falar, muito menos gritar. 

Em momentos como esses me vêm muito forte ao coração uma das exortações que o Padre Léo nos fez em uma de suas pregações:



Esse é o caminho que estamos procurando. Diante de todo esse caos emocional, sentimental, psicológico, diante das dúvidas, dos medos, das inseguranças e fragilidades... diante das nossas feridas interiores, este é o caminho que precisamos trilhar: mergulhar o nosso coração ferido e machucado dentro do Coração de Cristo!

Como fazer isso? Em outras postagens eu tenho enfatizado a importância da oração como canal de intimidade com Jesus. Para mergulhar o nosso coração, a nossa vida, a nossa alma, dentro do Coração de Jesus precisamos fazer isso por meio da oração. 

Através da oração o Espírito Santo age em nós para nos ligar diretamente ao Coração de Jesus. Mergulhados nesse coração, que é um oceano de amor e misericórdia, precisamos deixar que Ele nos lave por completo. 

Precisamos, com Jesus, lavar o nosso coração ferido e machucado. Ele é o médico dos médicos, Ele sabe como lavar cada dor, cada mágoa, cada lembrança que nos dói. Talvez nós não conseguimos essa cura ainda, pois teimamos em fazer do nosso jeito. Muitas vezes a situação é tão dolorosa que não achamos que há um jeito de curar, de resolver. 

Que triste isso, pois com esse tipo de atitude demonstramos  a Deus que não confiamos nele. Pior ainda, com essa atitude além de não confiarmos nele, o impedimos de agir em nosso coração e curar nossas feridas. Precisamos aprender a confiar que Jesus já sabe como vai nos curar. Sem essa confiança na ação dele, Ele não pode fazer nada. 

Quando confiamos em Jesus e o reconhecemos como Senhor e Salvador de nossas vidas, ela ganha um novo  sentido. Aliás, ela ganha O sentido! Com Jesus nos tornamos novos seres humanos, curados, restaurados, renovados. Voltamos a verdadeira imagem e semelhança do Pai das misericórdias. 

Jesus é o farol que vai iluminar o nosso caminho. Com Jesus nos tornamos uma rocha que nem as tempestades conseguem derrubar. Isso não quer dizer que ficaremos isentos de problemas, dores ou sofrimentos, pelo contrário, provavelmente até aumentem, mas com Ele teremos sabedoria, força e discernimento para enfrentar as situações.

É isso que precisamos fazer com urgência: mergulhar toda nossa miséria dentro do Coração de Jesus, para que possamos ser curados, e que curados possamos amar os nossos irmãos e sermos canais de seu amor. Padre Léo usou sua enfermidade para evangelizar. 

É nós o que estamos fazendo com nossas enfermidades? O que estamos fazendo com nossos sofrimentos? Como temos evangelizado? Estamos carimbando as nossas vidas, as nossas dores e sofrimentos, as nossas alegrias e vitórias com o carimbo do Alto? 

Vamos rezar:



Que possamos permanecer mergulhados no Coração de Jesus!
Abraço fraterno...
Jonathan Melo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!