quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Para além do deserto

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

"Naqueles dias, Jesus retirou-se a uma montanha para rezar, e passou aí toda a noite orando a Deus." Lucas 6, 12

Olá meus queridos e amados irmãos em Cristo Jesus. Que a exemplo de Jesus, nós também possamos nos retirar para rezar. Graça e paz de Deus nosso Pai a cada um de vocês! Sempre me admirava quando eu ouvia falar ou lia que Jesus se retirava para rezar. Sempre me encantou saber que muitas vezes Jesus ia ao deserto rezar. A palavra deserto é repleta de significados na Bíblia e hoje eu vou utilizar o conceito humano de deserto para refletir com vocês.

Quando pensamos em deserto, imaginamos um horizonte sem fim de areia. Um sol escaldante. Sem árvores, sem água, quase um nada no meio do mundo. O interessante é que muitas vezes nossa vida parece um deserto. Uma aridez só, uma solidão imensa. 

Parece que caminhamos num deserto com um sol escaldante sobre nós. Estamos cansados, fatigados, exaustos. Não temos água. Não temos fôlego. Não aguentamos mais caminhar. Lembra muito o ditado: 'nadou, nadou e morreu na praia'. O deserto é assim, caminhamos muito e parece que não saímos do lugar. 

Isso sem falar da solidão, pois parecemos caminhar sozinhos. O silêncio chega a doer no nosso coração. Não há ninguém para conversar, para partilhar a vida, as dores, as reclamações, o cansaço, não há nada além do vazio. 

Levantamos os olhos para tentar enxergar um oásis, uma cidade, um destino e não encontramos nada. Esse deserto se torna muito mais denso quando estamos no meio dele. Não sabemos para onde ir, se estamos na direção certa, não sabemos se paramos, se desistimos...


Deserto além de representar a nossa vida sofrida, representa, infelizmente, o nosso coração. Deus nos deu um coração de carne para amar, mas nosso coração parece o deserto de tanto machucado. Ele se tornou áspero, seco, infértil, sem amor, sem vida, um vazio enorme, uma solidão profunda. 

Se formos ler com calma a passagem bíblica ela diz: "Jesus retirou-se..." Se ele se retirou é porque provavelmente o local onde estava não favorecia uma intimidade com Deus. Será coincidência perceber que o mundo que nós estamos vivendo reflete a mesma coisa? Claro que não. A sociedade está se esforçando cada dia mais para retirar Deus do mundo. Até nas nossas casas, em nossas famílias não conseguimos construir um ambiente que favoreça a oração, o encontro com Deus. 

Por isso, assim como Jesus, nós precisamos nos retirar. É um retiro interno e externo, pois muitas vezes até encontramos ambientes com silêncio, mas o nosso coração tá um barulho só, a mente então parece um trio elétrico. Precisamos nos retirar. 

A passagem continua: "a uma montanha para rezar". Montanha lembra algo alto, na verdade, muito alto. Que requer um esforço para subir, requer desejo de querer subir. O pico da montanha está muito próximo ao céu e céu nos remete a Deus. Jesus subia a montanha para rezar, ou seja, para se encontrar com Deus.

Mesmo ele sendo Deus, ele sempre buscava a Deus, buscava o Pai. Quando saímos desse plano terreno e procuramos nos elevar para encontrarmo-nos com Deus, nós conseguimos nos retirar. Nós conseguimos sair do barulho, das inquietações, dos problemas, das dificuldades. Conseguimos o silêncio, ao menos externo. Para depois que chegarmos lá, tentarmos silenciar o nosso coração para podermos nos encontrar com Deus. 


E esse trecho finaliza: " e passou aí toda a noite orando a Deus." Quando vamos ao encontro de Deus, a graça acontece. Quando estamos na presença de Deus tudo se transforma. Jesus ia ao deserto para encontra-se com Deus. 

O que nós precisamos é ir ao deserto com Jesus para, com Ele, nos encontramos com o Pai amado. Quando caminhamos com Jesus no deserto, a solidão cessa. Temos uma companhia. O deserto se transforma num lugar fértil. O sol escaldante já não nos ofusca, pois com a luz de Jesus tudo se equilibra. Ao invés de nos castigar a luz do sol aquece nossa alma e nosso coração E com a água que jorrou do peito de Cristo, ela fecunda o nosso coração com o mais verdadeiro e puro amor de Deus.

O nosso coração passa a ser o verdadeiro oásis em meio ao deserto. Com Jesus vamos para além do deserto, pois quando caminhamos com Ele no deserto Ele o transforma naquela mesma estrada de Emaús, quando ele foi convidado pelos dois discípulos ao entrar em sua casa e quando partiu o pão eles o reconheceram.

É isso que Jesus quer fazer comigo e com você hoje: Celebrar a Eucaristia! Ele quer dar-se por inteiro a mim e a você. Quando o convidamos para caminhar conosco, Ele pede licença para adentrar no nosso coração e quando damos total e livre acesso a Ele, Ele entra com muito carinho e silêncio e com aquilo que ofertamos a Ele, ele celebra a eucaristia com as nossas vidas. 
 
Por isso rezemos:


Com carinho... 
Abraço fraterno...
Jonathan Melo

Um comentário:

  1. Quanta sabedoria e profundidade encontramos nessas palavras! Impressionante, é justamente dessa forma que nos sentimos várias vezes. Nosso coração seco, árido e machucado assemelha-se mesmo a um deserto, mas um deserto físico. Porém isso só acontece se não formos ao encontro de Deus. Se permitirmos a Ele ser o Senhor de nossas vidas, seremos sim capazes de vivenciar um verdadeiro deserto de paz, amor e silêncio na presença do Pai. O próprio Deus nos diz em sua palavra: " Vou levar-te ao deserto e falar-te ao coração". Que hoje deixemo-nos conduzir por Deus ao deserto do seu coração. Abramos nosso coração, e retiremos dele tudo o que nos machuca. Mágoas, dores, ressentimentos. Com Jesus ao nosso lado, seremos pessoas totalmente renovadas. Algumas vezes, pode parecer que não conseguimos silenciar e ouvir o que Deus tem a nos dizer, pois como diz a postagem, nossa mente parece um trio elétrico. Mas com muito treino, paciência e principalmente ORAÇÃO, seremos capazes de ir ao deserto ao encontro de Deus, bem como ouvir o que Ele quer nos falar. Essa experiência de encontrar-se com Deus é simplesmente única e maravilhosa. Faz com queiramos sempre mais e transforma nossas atitudes, assim como nossa maneira de vivenciar nossos problemas e dificuldades. Que possamos sempre dar graça pelo Deus maravilhoso que temos, e que possamos ainda ir ao seu encontro, permitindo a Ele direcionar-nos ao caminho que só Ele sabe qual é o melhor pra nós. Louvado seja Deus para sempre! Amém.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!