quarta-feira, 1 de abril de 2015

Criai em mim um coração puro

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

"E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me." Lucas 9, 23

Olá meus queridos e amados irmãos em Cristo Jesus! Que pelas chagas de Jesus possamos ser curados e perdoados! Nessa Semana Santa de tantas reflexões e orações, essa palavra fala forte ao meu coração:


Renuncie a si mesmo.

É com muita tristeza no meu coração que constato que não sou digno de seguir a Cristo. Essa verdade grita no meu coração: eu não consigo renunciar a mim mesmo. Numa Semana onde experienciamos o ápice do sacrifício de Cristo, eu constato que sou muito apegado a minha vida, aos meus costumes e por que não aos meus pecados? 

Experienciar essa Semana meditando o sacrifício de Cristo, o sofrimento dele por mim, tem doído muito, pois eu não consegui corresponder ao Seu amor, ao Seu sacrifício. Eu não consigo ser obediente nas pequenas coisas. Eu não consigo torná-lo centro de minha vida, torná-lo razão do meu viver, razão do meu existir.

Além de não fazer isso, ocupo o lugar que deveria ser de Cristo com outras coisas, pessoas, pecados, hábitos. A santidade deveria ser minha busca, meu sonho, minha meta, mas estou buscando as coisas da Terra não as do Alto. 


Hoje só consigo dizer igual ao filho pródigo: "Senhor pequei contra o céu e contra ti, já não sou digno de ser chamado Teu filho." Eu peco quando deixo de buscar e fazer a vontade do Senhor para fazer as minhas vontades.

Eu peco quando deixo me conduzir pelos meus sonhos e desejos ao invés de buscar viver os sonhos e os desejos de Deus para minha vida. Preciso, com o um coração contrito, me clamar pela  misericórdia de Deus, para que Ele possa adentrar no meu coração e mudá-lo.

Preciso de um coração novo, um coração que busca ao Senhor, que vive para o Senhor. Um coração que coloca o Senhor em primeiro lugar, como centro, como Senhor. Preciso parar de dar migalhas do meu coração, do meu amor, da minha atenção para Jesus.

Preciso renunciar minha vida, meu eu, meu ego, minhas vontades mesquinhas, minhas falsas seguranças. Preciso criar vergonha na minha cara e me lançar na tua misericórdia infinita. Preciso deixar de ser uma pessoa fraca, cheia de desculpas...

Só me resta rezar e clamar pelo teu perdão:



Abraço fraterno...
Jonathan Melo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!